Centro de Pesquisas

CURIOSIDADES

JESUS – A VERDADE ABSOLUTA

Uma das singularidades de Jesus (se comparado aos fundadores das grandes religiões mundiais) é que Ele não veio ensinar aos homens que encontrou (ou descobriu) o caminho da verdade, mas ELE MESMO É A VERDADE! Para o Cristianismo, a verdade não é um conceito, É UMA PESSOA. Embora essa afirmação pareça ser muito “politicamente incorreta” nos dias atuais, ela não pode ser contestada.
Podemos ser acusados de radicais, arrogantes, presunçosos, mas o fato é que Jesus não disse ser UMA verdade, mas A VERDADE.
“EU SOU O CAMINHO, A VERDADE, E A VIDA; NINGUÉM VEM AO PAI, SENÃO POR MIM” (João 14.6).

Os fatos a seguir não podem ser contestados (a não ser que alguém use de falsificações, manipulações e seja desonesto).

Fato 1 – O alfabeto grego possuía também valor numérico – Qualquer boa enciclopédia de matemática ou cultura grega contém uma amostra desse alfabeto alfa-numérico.

Fato 2 – O Novo Testamento foi escrito em grego;

Fato 3 – Os Cristãos primitivos sabiam que as palavras possuíam valores numéricos. Apocalipse 13.17-18 fala do “NÚMERO DO NOME DA BESTA” e exorta os sábios a calculá-lo.

Fato 4 – Muitos escritos antigos mostram que os Cristãos eram conscientes que o Nome de Jesus, em grego, tinha o valor numérico 888.

Fato 5 – 888 é divisível exato por 37, um número que aparece de uma forma incrível na estrutura do primeiro versículo da Bíblia (no original hebraico), a passagem mais importante sobre a origem do Universo. (A respeito leia o artigo “AS 7 PRIMEIRAS PALAVRAS DA BÍBLIA” publicado neste blog há algum tempo).

Fato 6 – O valor do nome JESUS CRISTO (2368) é divisível exato por 64, que é o valor numérico da palavra grega para VERDADE.

Fato 7 – O fator numérico 37 (usado de forma impressionante em Gênesis 1.1) multiplicado pelo valor numérico 64 (VERDADE) é exatamente igual ao nome do Nosso Salvador. Observem os gráficos abaixo com muita atenção e tirem suas conclusões.



 Querendo ou não, a humanidade vive influenciada pela filosofia, cultura e ciência judaica. É impossível escapar da influência dos judeus. Dentre eles, 7 tem um destaque incrível que ninguém é capaz de negar.

01 – JESUS – “O AMOR É TUDO”

02 – MOISÉS – “A LEI É TUDO”

03 – KARL MARX – “O DINHEIRO É TUDO”

04 – SIGMUND FREUD – “TUDO ESTÁ NA MENTE”

05 – ALBERT EINSTEIN – “TUDO É RELATIVO”

06 – MARIA DE NAZARÉ – “FAÇAM TUDO O QUE JESUS VOS DISSER” (Jo 2.5)

07 – PAULO DE TARSO – “EXAMINEM TUDO; FIQUEM APENAS COM O QUE PRESTA” (1 Ts 5.21)

UM TESTE DE MÚLTIPLA ESCOLHA – PROVANDO A VERACIDADE DAS AFIRMAÇÕES BÍBLICAS!

Vamos imaginar os seguintes cenários.

CENÁRIO I

Uma catástrofe obriga todos os brasileiros a fugirem do país. Eles vão parar em vários paises, com culturas e línguas diferentes. Todos os países discriminam os brasileiros, alegando que eles atraem azar, e, para sobreviver, nossos heróis só possuem uma saída: esconder ou renegar a própria raça.
Até mesmo a língua pátria (portuguesa) é abandonada.
De repente uma nação arquiteta um projeto radical: eliminar todos os brasileiros que possam identificar, alegando que brasileiro atrai azar.
Eles conseguem eliminar 6 milhões de brasileiros. Agora ninguém mais tem coragem de revelar que é brasileiro.
E agora, sem pátria, sem destino, e ainda sofrendo ameaças, perseguições e discriminação, qual a decisão que a grande maioria certamente tomaria?

a) Teimar em ser brasileiro, jamais trocar a língua materna pela estrangeira, mesmo que assim esteja assinando a sentença de morte?
b) Resolver se adaptar aos novos costumes e cultura, e renegar a própria nacionalidade?
c) Amarrar uma pedra no pescoço e se jogar num rio?

CENÁRIO II

Digamos que aconteça um milagre e os brasileiros espalhados pelo mundo têm a chance de voltar para sua pátria, após 1.800 anos. Assim acontecendo eles retornam.
Mas, de repente, 6 países, com exércitos organizados, atacam o Brasil, dispostos a acabar com todos os brasileiros.
Sabendo que o Brasil não possui ainda um exército organizado e a proporção de soldados é de 1 soldado brasileiro contra 100 soldados inimigos; E em matéria de equipamento bélico, a proporção é de 1 equipamento brasileiro contra 1000 dos inimigos, quais as chances do Brasil vencer a guerra, lutando sozinho (sem a ajuda de nenhum país)?

a) Todas
b) Algumas
c) Nenhuma

CENÁRIO III

Entre os mais de 200 países do mundo, quais as chances do Brasil (recém criado) se tornar um dos 30 melhores do mundo (com os mais elevados índices de desenvolvimento) em menos de 50 anos?

a) Todas
b) Algumas
c) Nenhuma

CENÁRIO IV

Quando os brasileiros retornam para sua pátria (um lugarzinho menor que Sergipe, que é o menor estado do Brasil), encontram um terreno árido, seco, sem condição nenhuma de cultivo. Mas, uns 30 anos depois, entre os países que mais exportam flores e frutas para o estrangeiro, o Brasil é um deles. Quais as chances disso acontecer num período tão curto para um povo que passou mais de 1.800 anos longe de seu país?

a) Todas
b) Algumas
c) Nenhuma
d) Difícil de acreditar
e) Você está zombando de minha inteligência

CENÁRIO V

Uma organização internacional resolve conceder um prêmio aos 700 homens mais brilhantes e inteligentes do planeta, aqueles que mais se destacaram, pelo menos, em seis categorias: Física, Química, Medicina, Literatura, Economia e lutas pela paz mundial. Sabendo que:

- O planeta tem mais de 200 países, com mais de 6.000.000.000 de pessoas;
- Que os brasileiros são menos de 0,5% da população mundial;
- É o povo mais humilhado, odiado e discriminado da história;...

Quais as chances de que, dos 700 prêmios disponíveis, 140 (isto é, 20%) sejam dados para brasileiros ou descendentes de brasileiros?

a) Todas
b) Algumas
c) Nenhuma

CENÁRIO VI

Há 2.500 anos existia uma cidade chamada Brasília, capital do Brasil. Mas ela foi invadida e destruída por uma nação estrangeira. No lugar em que ela estava construída não há nenhuma jazida de ouro ou diamante. Nas suas redondezas não existe petróleo ou outra riqueza qualquer capaz de atrair a atenção de algum país.

Então, um ancião brasileiro caminha entre os escombros de Brasília, e de repente, diz estar recebendo uma mensagem divina. Inspirado por uma suposta Divindade o brasileiro diz algo absurdo a respeito da cidade de Brasília destruída:

- Um dia Brasília será a cidade mais importante do mundo! Um dia todas as nações ficarão zangadas com Brasília e avançarão contra ela com o propósito de destruí-la! Todas as nações! Todos os países contra uma cidade!

O estranho profeta brasileiro apanha um pedaço de barro e esmaga com força, logo exclamando:

- Mas O SENHOR defenderá os habitantes de Brasília! Naquele dia O SENHOR destruirá todas as nações que vierem contra Brasília! O SENHOR descerá dos céus sobre Brasília, e a partir daí governará o mundo! E em Brasília a casa do SENHOR será edificada! Todos os anos, a nação que não enviar um representante para uma peregrinação a Brasília, será castigada!

Quais as chances de uma cidade destruída, abandonada, 2.500 anos depois se tornar a cidade mais importante do mundo, a chave para a paz mundial?

a) Todas
b) Algumas
c) Nenhuma
d) Você está novamente zombando da minha inteligência

CENÁRIO VII

Apesar de estarem de volta à sua antiga pátria, os brasileiros não possuem o controle de Brasília há 2.500 anos. Um dia, de repente, 8 países resolvem atacar o Brasil e destruir de vez esse recém criado país (que só tem 19 anos desde sua restauração). A proporção é:

- 200.000 soldados brasileiros - contra 500.000 soldados inimigos;
- 300 aviões caças brasileiros – contra 957 caças inimigos;
- 800 tanques brasileiros – contra 2.504 tanques inimigos;

Quais as chances do Brasil vencer esta guerra, com os seguintes resultados:

- Perdendo apenas 700 soldados contra 21.000 dos seus inimigos;
- Tendo 2.500 feridos contra 45.000 inimigos feridos;
- Tendo 15 soldados brasileiros sido levados como prisioneiros, enquanto que os soldados brasileiros capturaram 6.000 soldados inimigos;
- Perdendo apenas 46 caças contra 400 caças inimigos destruídos;
- E ainda por cima, invadir um dos países agressores;
- E, como se não bastasse, recuperar o controle de Brasília, após 2.500 anos em mãos estrangeiras;
– E sem a ajuda de nenhuma potência mundial?

a) Todas
b) Algumas
c) Nenhuma
d) Só se for num filme de Hollywood

RESULTADO DO TESTE

* Se você não conseguiu marcar nenhuma alternativa A, é obrigado a reconhecer que o povo de Israel é uma prova de que a Bíblia é a verdade. Como assim? Enfrentando todas as situações citadas acima, Israel, isto é, o povo judeu, sempre saiu vitorioso, e sempre contrariou todas as probabilidades. E tudo isso foi escrito na Bíblia milhares de anos antes de acontecer. Veja as pesquisas do ARQUIVO7 para mais detalhes.

Observação: a cidade citada hipoteticamente como Brasília, na verdade é Jerusalém.
Existem muitas enciclopédias, livros, revistas e jornais que confirmam as afirmações acima, relacionadas (é claro!) a Israel. A seguir, algumas das fontes:

- Artigo “O segredo da riqueza dos judeus”, de Gilberto Dimenstein, Folha de São Paulo de 26/01/97.
- http://www.visaojudaica.com.br/Outubro_2004/Artigos%20e%20reportagens/o_segredo_da_quizueza_dos_judeus.htm
- http://pt.wikipedia.org/wiki/Guerra_dos_Seis_Dias
- www.chamada.com.br
- www.beth-shalom.com.br

Alguém desafiou:
- Prove-me que Deus existe!
- Jesus de Nazaré – respondeu o desafiado.
- Prove-me que Jesus existiu!
- A Bíblia conta a história dEle. Na verdade Ele não existiu, ELE EXISTE!
- Prove-me que a Bíblia é a verdade!
- As profecias. Elas são infalíveis.
- Prove-me que as profecias são infalíveis!
- ISRAEL.

Isso mesmo! Pegue os livros de História e compare com as profecias bíblicas relacionadas ao povo judeu. Há centenas de profecias afirmando que os judeus passariam por todas as situações citadas nos 7 cenários acima e que haveriam de contrariar todas as probabilidades e tendências históricas.
Qualquer povo do mundo seria reprovado no teste acima. Somente se o povo judeu estiver no teste você será capaz de marcar todas as alternativas A com segurança.

 

JERUSALÉM - A BOMBA-RELÓGIO DOS TEMPOS FINAIS

Imagine a cena: um velho profeta se aproxima de uma cidade em ruínas (que está sendo reconstruída) e proclama:

- Esta cidade ainda será a mais importante do mundo! Um dia ela será disputada por todas as nações do mundo! Mas que mexer com ela será ferido. Ela se tornará uma pedra pesada para todos os países, e não haverá paz no mundo se não houver paz em Jerusalém!

O velho profeta respira fundo e continua:

- Um dia todas as nações ficarão zangadas com Jerusalém e avançarão contra Jerusalém com o propósito de destruí-la! Todas as nações! Todos os países contra uma cidade!

O profeta apanha um pedaço de barro e esmaga com força, logo exclamando:

- Mas O SENHOR defenderá os habitantes de Jerusalém! Naquele dia O SENHOR destruirá todas as nações que vierem contra Jerusalém! O SENHOR descerá dos céus sobre Jerusalém, e a partir daí governará o mundo! E em Jerusalém a casa do SENHOR será edificada! Todos os anos, a nação que não enviar um representante para uma peregrinação a Jerusalém, será castigada!

Diante das palavras do velho profeta muitos ficam perplexos, outros disparam numa gargalhada sem fim:

- Zacarias caducou de vez! Quem é que se interessaria por uma cidade tão insignificante como esta? Vejam, só ruínas, destruição. Ainda vemos as marcas da destruição realizada por Babilônia. Será que um dia irão descobrir uma mina de ouro debaixo destas ruínas? Acho que vou começar a cavar por aqui.

- Coitado do Zacarias! Sua mente não suportou contemplar Jerusalém num estado tão humilhante.

- Aposto qualquer coisa como Jerusalém logo será uma cidade esquecida! Ser a cidade mais importante do mundo? Bah! Que besteira!

As palavras do profeta citadas acima são verdadeiras. Foram realmente proclamadas por volta do ano 520 a.C., quando em Jerusalém ainda havia marcas da destruição realizada por Nabucodonosor, rei da Babilônia. Somente um demente ou um profeta de Deus poderia proclamar as palavras que o velho Zacarias proferiu. Mas Zacarias era um verdadeiro profeta de Deus, e ele disse muito mais sobre o futuro de Jerusalém. É o profeta que mais profecia dedicou à cidade santa. Atualmente, ninguém – nem mesmo os céticos e ateus – é capaz de negar que Jerusalém se tornou exatamente aquilo que o velho profeta disse, há mais de 2.500 anos.
A última guerra do mundo acontecerá por causa de uma cidade. De acordo com os profetas a cidade mais falada dos tempos finais não será Paris, Roma, Meca, Tóquio, Moscou ou Nova York. Será Jerusalém! Como dissemos anteriormente, quando Jerusalém ainda estava se recuperando da destruição operada por Babilônia em 587 a.C, o profeta Zacarias disse que ela seria a cidade mais disputada do mundo. Se tornaria um “CÁLICE DE TONTEAR” e “PEDRA PESADA” para todas as nações (Zacarias 12). Durante muitos séculos essa profecia parecia um absurdo, pois quem iria se interessar por uma cidade milenar marcada por conflitos e palco de loucas filosofias religiosas? Mas atualmente todos sabem que o futuro do mundo depende do futuro de Jerusalém. A Organização das Nações Unidas tem gastado mais tempo, mais reunião e mais papel com Jerusalém do que com qualquer outra cidade do mundo. Por que tanta preocupação com uma cidade antiga? Porque inconscientemente os políticos sabem que Jerusalém é o relógio do fim do mundo.

Recentemente (fevereiro / 2008) a revista SUPERINTERESSANTE, da editora Abril, publicou uma reportagem de capa, confirmando as profecias de Zacarias. A SUPER é conhecida por, de vez em quando, publicar reportagens zombando das histórias bíblicas, lançando dúvidas sobre personagens e histórias bíblicas, criticando ferozmente o Cristianismo (tal como a revista GALILEU, da editora Globo). Mas até mesmo a SUPER tem que reconhecer: JERUSALÉM É A CIDADE MAIS IMPORTANTE DA HISTÓRIA.

A manchete diz: “JERUSALÉM – A CIDADE MAIS IMPORTANTE DA HISTÓRIA. ESQUEÇA NOVA YORK, PARIS, ROMA. A CIDADE SANTA ESTÁ NO CENTRO DO MUNDO HÁ MAIS TEMPO QUE QUALQUER OUTRA. CONHEÇA A SAGA DO LUGAR QUE MOLDOU O PASSADO E DEFINIRÁ O FUTURO DO PLANETA”.

Veja só a última parte do texto: “... DEFINIRÁ O FUTURO DO PLANETA”. Quem é capaz de negar esta verdade? Mas ela era inacreditável há 2.500 anos!

Abaixo apresento 21 fatos bíblicos sobre a singular importância de Jerusalém, ADAPTADO de um texto de Conno Malgo, publicado no site
http://www.chamada.com.br/mensagens/evitar_jerusalem.html

ALGUNS FATOS SOBRE JERUSALÉM

* Seu nome significa: HABITAÇÃO DA PAZ.
“... mas escolhi Jerusalém para que ali estivesse o meu nome.” (2 Cr 6.6)

1. Jerusalém foi escolhida por Deus para que ali estivesse o Seu Nome. (2 Cr 6.6).,

2. Jerusalém é o centro do mundo – O centro do Plano de salvação. (Ez 5.5).

3. Em Jerusalém estão os tronos de justiça (Sl 122.5).

4. Jerusalém é a cidade da verdade (Zc 8.3).

5. O Senhor habitará em Jerusalém (Zc 8.3).

6. Conforme as palavras de Jesus, Jerusalém é a cidade do Grande Rei (Mt 5.35).

7. Só existe uma cidade no mundo pela qual Jesus chorou: Jerusalém (Lc 19.41ss).

8. Em Jerusalém ocorreu o maior acontecimento de todos os tempos: ali Deus reconciliou o mundo consigo mesmo por intermédio de Jesus Cristo (2 Co 5.19; Hb 13.12).

9. A Casa do SENHOR será edificada em Jerusalém – Zc 1.16.

10. O Espírito Santo foi derramado sobre uma multidão, pela primeira vez, em Jerusalém (At 2).

11. Em Jerusalém surgiu a igreja primitiva, quando cerca de 3000 pessoas se converteram. Desse modo, ali foi fundada a base da Igreja de Jesus (At 2.41-47).

12. A partir de Jerusalém o Evangelho foi espalhado por todo o mundo (At 1.8).

13. Exclusivamente a cidade de Jerusalém é a equivalente terrena da Jerusalém celestial (Gl 4.26; Hb 12.22; Ap 21.2). Só existe uma cidade no céu e seu nome é JERUSALÉM.

14. Durante quase 2000 anos Jerusalém foi pisada pelos gentios. Desde 1967 esse período está chegando ao fim, pois Jerusalém é novamente a capital do povo judeu (Lc 21.24).

15. Um dia Jerusalém será colocada por Deus como “OBJETO DE LOUVOR NA TERRA” (Isaias 62.7)

16. Um dia todas as nações da terra se ajuntarão para lutar contra Jerusalém (Zc 12.2; 14.2).

17. Então Jerusalém se tornará pedra de tropeço para todos os povos, e todas as nações que a erguerem se ferirão gravemente (Zc 12.3).

18. No Monte das Oliveiras em Jerusalém Jesus Cristo subiu ao céu (At 1.9-12), e um dia Ele voltará para Jerusalém para salvar o Seu povo, e todo o remanescente de Israel se converterá ao Senhor (Zc 14.4ss).

19. Jesus Cristo estabelecerá o Seu reino de paz em Jerusalém e será Rei sobre toda a terra (Is 2.2-4; Zc 14.9). Jerusalém será a capital do mundo.

20. Um dia Jerusalém será chamada O TRONO DO SENHOR – Jr 3.17.

21. Um dia só haverá peregrinação (e romaria) para Jerusalém – Zc 14.16

Em resumo: É IMPOSSIVEL ESCAPAR DA INFLUÊNCIA DE JERUSALÉM!

A ASSINATURA DE DEUS NOS NOMES DAS 12 TRIBOS DE ISRAEL

Para quem ainda não está familiarizado com nossas pesquisas, gostaríamos de informar, em resumo, que:

- Os números 3 e 7 são os que mais aparecem na Bíblia (com exceção do 1);

- As expressões “três dias, terceiro dia, três meses e terceiro mês” e “sete dias, sétimo dias, sete meses e sétimo mês” aparecem mais do que outra, envolvendo outros números;

- Um esquema envolvendo os números 3 e 7 encontra-se oculto no primeiro versículo da Bíblia;

- O valor numérico das primeiras 7 palavras da Bíblia (no original hebraico) é 2701, que é 37 x 73;

- 2701 + 1072 (ou seja, o inverso) é 3773, que é 7 x 7 x 77;

- 37 é o 12.º número primo, e 73 é o 21.º;

- Juntando 12 e 21, formando o número 1221, descobrimos que é outro múltiplo de 37, ou seja, 33 x 37;

- Numa ordem de 1 a 9, e de 9 a 1, o número 7 é o 3.º do começo para o fim, e o 3 é o 7.º do fim para o começo;

- Qualquer cubo de um número terminado em 3 termina em 7, e qualquer cubo de um número terminado em 7, possui um número terminado em 3 (quer provar? Pegue a calculadora);

- Somente no primeiro versículo da Bíblia existe um esquema de mais de 23 múltiplos de 37;

- O valor numérico do nome de JESUS, em grego (língua em que foi escrita o Novo Testamento) é exatamente 888, ou seja, 24 x 37;

- O valor numérico da palavra CRISTO é 1480, que é 40 x 37;

- Em português (e inglês) o nome JESUS, pelo número de ordem das 26 letras do alfabeto, tem o valor de 74, ou seja, 37 + 37;

- O valor numérico do nome JESUS (em português ou inglês) somado 32 vezes é igual a 2368, exatamente o valor numérico do nome JESUS CRISTO, em grego;

- O valor numérico do nome JESUS CRISTO (2368) multiplicado pelo número 385.643.195.270.859.547 (um número que começa com 3 e termina com 7) é igual a 913.203.086.401.395.407.296, ou seja, exatamente os 7 valores numéricos das primeiras 7 palavras da Bíblia, as palavras mais importantes sobre a origem do Universo: “NO PRINCIPIO CRIOU DEUS OS CÉUS E A TERRA” (Gênesis 1.1);

- Em outras palavras: Oculto nas 7 primeiras palavras da Bíblia, encontra-se o valor numérico do nome JESUS CRISTO repetido 385.643.195.270.859.547 vezes!!! (Mais detalhes, leia o artigo “AS 7 PRIMEIRAS PALAVRAS DA BÍBLIA”, publicado neste blog).

- Existem centenas de fatos numéricos na Bíblia, relacionados aos números 3, 7, 37 e 73, e alguns desses fatos são revelados neste blog.

Hoje estudaremos um esquema numérico misterioso envolvendo os nomes das 12 tribos de Israel (conforme revelado no Antigo Testamento). Em vários lugares da Bíblia, aparecem listas com os nomes dos 12 filhos de Jacó (que deram origem às famosas 12 tribos israelitas). A primeira lista encontramos no capítulo 30 do livro de Gênesis (os nomes são citados na figura abaixo). O que chama a atenção é que, mais tarde, alguns nomes são substituídos. Saem Levi e José. Levi é separado das 12 tribos, porque seus filhos foram escolhidos para o serviço sacerdotal. É a única das 12 tribos que não recebeu uma herança terrena, quando a terra foi repartida nos dias de Josué.

Outro nome que desaparece da lista é o de José. Em seu lugar entram Efraim e Manassés, seus dois filhos. Por que essas substituições? Particularmente não sei, mas o que sei é que alguns estudiosos descobriram uma estrutura matemática significativa nos valores dos 12 nomes. E o esquema numérico aparece quando organizamos os nomes das 12 tribos, pela ordem de nascimento de cada um dos patriarcas. As ilustrações abaixo mostram a explicação completa.







Que explicação você teria para isso? Apenas coincidências sem significado nenhum? Ou seria mais uma forma de Deus dizer aos homens que a Bíblia não foi inventada por homem nenhum, mas inspirada pelo Espírito Santo?

“Porque a profecia nunca foi produzida por vontade dos homens, mas os homens da parte de Deus falaram movidos pelo Espírito Santo.” (2 Pedro 1.21).

ALGUMAS RAZÕES PARA CONSIDERARMOS AS PROFECIAS BÍBLICAS

Durante muitos séculos sábios, filósofos e cientistas zombaram dos textos bíblicos que profetizavam grandes destruições para um certo período chamado de FIM DOS TEMPOS.

Os tempos mudaram. Atualmente os próprios intelectuais, citados acima, reconhecem que uma destruição repentina se aproxima. E, ironicamente, eles estão falando mais do fim dos tempos do que os Cristãos (que deveriam conhecer melhor o livro que consideram a Palavra de Deus). Vejam as manchetes abaixo:

 O MISTÉRIO DOS NÚMEROS PERFEITOS





A primeira palavra do Gênesis tem 6 letras (o número 6 é chamado de número perfeito pelos matemáticos, por ser capaz da seguinte proeza: é a soma de seus divisores: 1 + 2 + 3). Esse número tem dois lados nas profecias bíblicas, e um deles é o lado mau. O número de letras de Gênesis 1.1 (que é 28) é outro número chamado de perfeito pelos matemáticos, pois 28 é a soma de seus divisores (1 + 2 + 4 + 7 + 14). O interessante é que 6 é o triangular de 3 e 28 de 7 (3 e 7 novamente). Abaixo de 1000 só existem três dos chamados números perfeitos (6, 28 e 496), e Moisés usou dois deles só no primeiro verso da Bíblia.

Os matemáticos dizem que só existem cinco números com tais características (a soma de seus divisores) abaixo de 8 BILHÕES dos números naturais!!! Conheça os primeiros 7 números perfeitos:

6
28
496
8128
33550336
8589869056
137438691328

O número 7 não aparece nenhuma vez nos 6 primeiros números perfeitos, mas somente a partir do sétimo. Por que?

137438691328

O número 37 também não aparece nenhuma vez nos 6 primeiros números perfeitos, mas somente a partir do sétimo.

137438691328

No 7.º número perfeito aparecem os números 86913, que são dois valores encontrados no primeiro versículo da Bíblia (86 valor de Deus e 913 valor de NO PRINCIPIO). O significado não poderia ser outro. Se 7 é, na Bíblia, o número perfeito, e se Deus é a Perfeição desde o principio, tudo se encaixa de forma perfeita.
137438691328

No 7.º número perfeito, o valor do nome DEUS (ELOHIM) está JUSTAMENTE NO CENTRO – isso seria apenas uma coincidência?

137438691328

O 7.º número perfeito tem exatamente 12 algarismos e 86 (DEUS) está bem no CENTRO. Já que o número 12 simboliza o povo de Deus (ou o governo de Deus) o 86 entre eles é ainda mais significativo.

Os três primeiros algarismos do 7.º número perfeito (1,3,7) são exatamente os três números mais importantes da Bíblia.

Todos os números perfeitos (descobertos até agora) terminam com 6 ou com 8. Se O primeiro nome de Deus na Bíblia tem o valor de 86 será que ainda precisamos provar alguma coisa?

O maior número perfeito (que conheci até agora) é o 15.º e contém exatamente 770 algarismos (coisa de louco)! E TODOS TERMINAM EM 6 OU 8.

6,
28,
496,
8128,
33550336,
8589869056,
137438691328,
2305843008139952128,
2658455991569831744654692615953842176,
191561942608236107294793378084303638130997321548169216,

131640364585696483372397534604587229102234723183869431
17783728128,

144740111546645244279463731260859884815736774914748358
89066354349131199152128,

2356272345726734706578954899670990498847754785839260071014302
7597506337283178622239730365539602600561360255566462503270175
0528925780432155433824984287771524270103944969186640286445341
2803383143979023683862403317143592235664321970310172071316352
7487298747400647801939587165936401087419375649057918549492160
555646976,

1410537837067120690632079580860631898814867435147156678388386
7599995486774265238011410419332903769025156195056870982932716
4087724366370087116731268159313652487450652439805877296207297
4467232951666582288469268077866528701889208678794514783645693
1392206037069506473607357237869517647305526682625328488638371
5072974324463835300053138429460296575143368065570759537328128,

5416252628436584741265446537439131614085649053903169578460392
0818387206994158534859198999921056719921919057390080263646159
2800138276054397462627889030573034455058270283951394752077690
4492443149486172943511312628083790493046274068171796046586734
8720992572190569465545299629919823431031092624244463547789635
4414813917198164416055867880921478866773213987566616247145517
2696430221755428178425481731961195165985555357393778892340514
6222324506715979193757372820860878214322052227584537552897476
2561793951766244263144803134469350852036575847982475360211728
8040378304860287362125931378999490033667394150374722496698402
8240806042108690077670395259231894666273615212775603535764707
9522501738583051710286030212348966478513639499289049732921451
07505979911456221519899345764984291328

FONTE: http://mathforum.org/library/drmath/view/51516.html

Haverá algum significado especial em um número tão grande? Quem sabe? Eu continuo investigando...

 JOSÉ E AS 7 VACAS DO EGITO

No livro do profeta Isaias Deus declara que conhece o fim desde o principio (Isaias 46.9-10; 48.3). Todas as histórias reais do livro de Gênesis se parecem exatamente com certos acontecimentos que ocorreram na História milhares de anos depois, relacionados ao Plano de Deus. Vejamos um exemplo na história de José, que é ao mesmo uma fantástica profecia para o futuro.

• Tal como Jesus, José foi odiado pelos próprios irmãos – Gênesis 37.4; João 7.5; 15.24.

• José foi vendido por 20 moedas; Jesus foi vendido por 30 – Gênesis 37.28; Mateus 26.

• Rúben procurou impedir que José fosse morto; a mulher de Pilatos fez o mesmo com Jesus – Gênesis 37.21; Mateus 27.19.

• Judá propôs a venda de José; o mesmo fez Judas com Jesus (ambos os nomes (=Judá e Judas) tem o mesmo significado, e José e Jesus vem da mesma raiz hebraica – Gênesis 37.28; Mateus 26.15.

• José foi vendido para Potifar, um oficial egípcio, o qual no inicio o tratou bem, depois o abandonou na prisão; Jesus foi entregue a Pilatos, o qual no inicio queria soltá-lo, depois O abandonou para ser crucificado – Gênesis 39; Lucas 23.

• Ambos (José e Jesus) foram tentados, e venceram – Gênesis 39; Mateus 4.

• Na prisão, José tinha dois colegas: um foi solto, o outro foi enforcado; Na cruz, Jesus estava entre dois ladrões: um foi salvo, o outro se perdeu – Gênesis 40; Lucas 23.

• Com 30 anos, José se tornou governador do Egito; com 30 anos, Jesus começou a pregar – Gênesis 41.46; Lucas 3.23.

• José, rejeitado pelos irmãos, foi aceito pelos egípcios; Jesus, rejeitado pelos irmãos judeus, foi mais tarde aceito pelos Gentios (= nações não israelitas).

• Rejeitado pelos irmãos, José ganha uma noiva no Egito; rejeitado pelos judeus Jesus ganha uma noiva (a Igreja, formada por judeus, mas principalmente gentios).

OS ACONTECIMENTOS FUTUROS

Da mesma forma, o futuro (= A 2.ª Vinda de Jesus Cristo) foi profetizado na história de José.

a) Depois que os irmãos haviam rejeitado a José, sofreram muito. Sendo provados, se aproximaram de José, porém não o reconheceram (Gênesis 42.8). Os judeus que rejeitaram a Jesus sofreram terrivelmente (Lucas 21.24 – a História fala das terríveis perseguições, especialmente as promovidas pela Inquisição da Igreja de Roma e o Holocausto promovido pelos nazistas). A maioria dos judeus já retornou para a sua terra, mas ainda não reconheceu a Jesus (Romanos 11.25).

b) Quando José se fez conhecer aos seus irmãos, eles então se reconciliaram com ele (Gênesis 45.4,15; 50.17-18). Quando Jesus, após a Grande Tribulação, voltar em grande poder e glória, os judeus O reconhecerão como o seu Messias, o qual eles mesmos crucificaram (Zacarias 12.10). Eles então se arrependerão com grande choro e serão salvos num só dia (Isaias 65.18,19; 66.8; Romanos 11.26).

Realmente, Deus conhece o “fim desde o princípio”.

E as 7 vacas? O capítulo 41 de Gênesis mostra que José se tornou o governador do Egito após decifrar o misterioso sonho do Faraó. O poderoso soberano egípcio havia sonhado com 7 espigas mirradas comendo 7 espigas cheias e logo depois (outro sonho), aparecem 7 vacas gordas sendo comidas por 7 vacas magras. Esquisito, não? O homem de Deus explicou que haveria de vir sobre o Egito 7 anos de fartura (as 7 vacas gordas e as 7 espigas cheias). Mas em seguida haveria 7 anos de fome e seca (as 7 vacas magras e as 7 espigas mirradas). Ele mostrou ao Faraó a melhor maneira de vencer as dificuldades e o soberano achou a idéia tão brilhante que o nomeou governador do Egito.

Qual a importância desses 7 anos na profecia? É que os profetas ensinam que Israel irá se reconciliar com Deus após 7 anos de tribulação (miséria, guerra e fome), e os irmãos de José se reconciliaram com ele justamente no período dos 7 anos de fome. Profecia perfeita. O que você acha? 

VOCÊ SABE COMO DEUS CALCULA NOSSO TEMPO NA TERRA?

DEUS SEMPRE ESCREVEU CERTO... OS HOMENS É QUEM ENTORTAM AS LINHAS

“POR CAUSA DO SEU ORGULHO, O ÍMPIO NÃO INVESTIGA; TODOS OS SEUS PENSAMENTOS SÃO: NÃO HÁ DEUS.” (Salmo 10.4)

Atualmente o passatempo predileto de muita gente é procurar erros na Bíblia. É de admirar a quantidade de tempo e esforço aplicado na simples missão de tentar desacreditar a Bíblia. Por que as pessoas que não acreditam na Bíblia como a Palavra de Deus ainda perdem tempo tentando provar que as Sagradas Escrituras não passam de ficção e lenda?

A verdade é outra. A Bíblia incomoda. A Bíblia sempre incomodou as mentes que duvidam dela. Muitos céticos que criticam a Bíblia nunca a leram. O pouco que sabem leram em algum livro ateísta. Qualquer cidadão de mente aberta que ler a Bíblia no seu todo, certamente se convencerá de que todas as histórias citadas realmente aconteceram. A Bíblia é o livro mais sincero que existe. Nela existem histórias tão escabrosas que, se fosse um livro inventado por mentes humanas, certamente tais histórias jamais seriam contadas. Como é que pode um livro sagrado citar tantas coisas horríveis, tantos atos absurdos cometidos pelos homens? A verdade é simples: A BÍBLIA CONTA A HISTÓRIA DA HUMANIDADE COMO REALMENTE ACONTECEU. Ela não esconde nenhum erro dos seus heróis.

- Abraão é o pai da fé... mas é também o pai dos conflitos no Oriente Médio.

- Davi foi grandemente elogiado nas páginas da Bíblia (elogiado é pouco, ele foi exaltado) por ter matado o gigante Golias, usando como arma apenas uma funda e sua fé em Deus... mas foi o homem que cometeu um dos atos mais vergonhosos da história humana: Adulterou com uma mulher e ainda planejou friamente o assassinato do marido dela.

- Salomão é chamado na Bíblia de o homem mais sábio da terra... porém mais tarde, fez uma das maiores besteiras da humanidade (amou mais de 1000 mulheres e se ajoelhou diante dos ídolos).

- Noé é conhecido na Bíblia como o “HOMEM QUE ANDOU COM DEUS”... Mas esse homem de Deus se descontrolou depois do Dilúvio e fez um papelão ao ficar embriagado e nu dentro de sua casa, à vista de todos os seus filhos.

Sim, a Bíblia conta tudo dos seus heróis. TUDO!

João, o discípulo de Jesus, é conhecido como o apóstolo do amor. Mas esse mesmo João (antes de se converter) certa vez desejou que fogo caísse do céu para incinerar todos os samaritanos que se recusaram a crer em Jesus. Você sabia disso? Tá na Bíblia, pesquise.

Sim, a Bíblia é a verdade. O que estamos dizendo é isso mesmo: Não existem erros na Bíblia, ela é perfeita, é a Palavra de Deus. Hoje, iremos analisar mais um mistério numérico que prova a incrível harmonia envolvendo as histórias bíblicas.

Você sabe qual é o método que Deus usa para calcular o nosso tempo na terra? Atualmente tenho 35 anos (mas no computador de Deus talvez eu não tenha nem 10 anos). Por que?

No capitulo 6 do livro de I Reis diz que se passaram 480 anos desde que o povo de Israel saiu do Egito até o inicio da construção do Templo por Salomão.

Mas quando lemos o capítulo 13 do livro de Atos e somamos os números citados ali descobrimos que o tempo foi de 573 anos e não 480. Existe claramente uma contradição de 93 anos. Quem está certo: o escritor de 1 Reis ou o de Atos? Uma das regras da investigação é que DUAS AFIRMAÇÕES CONTRADITÓRIAS NÃO PODEM SER VERDADE AO MESMO TEMPO, A NÃO SER QUE APAREÇA UMA TERCEIRA UNINDO (OU HARMONIZANDO) AS DUAS.

Se a Bíblia é a Palavra de Deus e nela não pode haver contradição, como explicar essa diferença de 93 anos entre as duas contagens? Se somente uma está correta, então isso mostra uma falha na Bíblia; se as duas afirmações estão corretas, então a coisa se complica.

Afinal, quantos anos se passaram da saída de Israel do Egito ao inicio da construção do Templo? 480 ou 573 anos?

No capítulo 13 de Atos o apóstolo Paulo conta um pouco da história de Israel e informa que o povo de Deus, desde que saiu do Egito, passou 40 anos no deserto, mais 450 anos sob o governo dos juízes, e mais 40 anos sob o reinado de Saul. Depois Israel foi governado por Davi (também durante 40 anos). No capítulo 6 do 1.º livro dos Reis diz que, no quarto ano do seu reinado, Salomão começou a edificar o Templo de Deus. Ou seja, Salomão reinou três anos antes da construção do Templo.

- 40 anos no deserto +
- 450 anos sob os juizes +
- 40 anos do reinado de Saul +
- 40 anos do reinado de Davi +
- 3 anos do reinado de Salomão (antes da construção do Templo)

TOTAL: 573 anos.

Mas em 1 Reis 6 diz que foram 480 anos! Por que essa diferença de 93 anos?

Atos 13 nos leva ao número 573 e I Reis 6 nos leva ao número 480. É uma grande falha dos escritores da Bíblia? Não, de forma nenhuma. Então temos de buscar as respostas. A diferença é de 93 anos. Onde estarão?

Dos números citados em Atos 13 os mais suspeitos (maiores que 93) são os 450 anos do tempo dos juizes. E é justamente no livro dos Juízes que encontraremos a resposta do nosso enigma.

Nesse livro, um dos mais tristes da Bíblia, o povo de Israel rebela-se contra Deus várias vezes. Sempre que eles se voltavam para os ídolos, O Senhor os entregava nas mãos de nações pagãs. Então eles se arrependiam, clamavam a Deus e Deus enviava um libertador. Passado algum tempo, tornavam a pecar, eram novamente levados para o cativeiro, se arrependiam, clamavam e Deus enviava um libertador. Esse ciclo se repete muitas vezes. É aqui que começamos a entender os princípios de Deus.

Israel passou 8 anos escravizado por Cusã, rei da Mesopotâmia (Juizes 3.8); 18 anos nas mãos de Eglom, rei dos moabitas (Juizes 3.14); 20 anos nas mãos de Jabim, rei de Canaã (Juizes 4.3); 7 anos nas mãos dos midianitas (Juizes 6.1); e 40 anos nas mãos dos filisteus (Juizes 13.1).

- 8 anos nas mãos de Cusã, rei da Mesopotâmia (Juizes 3.8) +
- 18 anos nas mãos de Eglom, rei dos moabitas (Juizes 3.14) +
- 20 anos nas mãos de Jabim, rei de Canaã (Juizes 4.3) +
- 7 anos nas mãos dos midianitas (Juizes 6.1) +
- E 40 anos nas mãos dos filisteus (Juizes 13.1) =

* 93 anos!

Na história de Israel Deus subtraiu 93 anos! Atos 13 mostra os anos na perspectiva de Israel. 1 Rs 6 mostra a perspectiva de Deus. Israel pensava que tinha 573 anos, mas é como se Deus dissesse: “NADA DISSO! VOCÊS COMETERAM ABOMINAÇÕES E POR ISSO DESCONTEI 93 ANOS DA HISTÓRIA DE VOCÊS.”

Meus amigos, Israel ficou 93 anos nas mãos dos seus inimigos por causa de sua rebelião e idolatria. Deus considerou esses anos como negativos e retirou-os da história de Israel. A lição que podemos aprender dessa “matemática divina” é que Deus só conta os dias que vivemos para Ele. Os outros são como se não existissem.

Quantos anos você pensa que tem no computador de Deus? Quantos anos você tem vivido para Deus? Quantos anos você tem vivido apenas para você e para suas vaidades?

Moisés escreveu no Salmo 90:

“Ensina-nos a contar os nossos dias de tal maneira que alcancemos corações sábios.” (Salmo 90.12).

A MAIS ESQUISITA DAS PROFECIAS

ANTES DE MAIS NADA QUERO FAZER UMA APOSTA COM VOCÊ – VOU APRESENTAR A SEGUIR 21 PISTAS REFERENTES A UM CERTO PERSONAGEM – TENHO CERTEZA QUE VOCÊ VAI ACHAR FÁCIL DEMAIS IDENTIFICÁ-LO ... E TENHO CERTEZA QUE VOCÊ VAI ERRAR!
QUER APOSTAR?

VEJA COMO AS PROFECIAS BÍBLICAS SE CUMPREM NAS COISAS MAIS ABSURDAS POSSÍVEIS

VOCÊ NÃO VAI ACREDITAR... MAS É IMPOSSIVEL NEGAR OS FATOS – E SÃO COINCIDÊNCIAS DEMAIS PARA SEREM SOMENTE COINCIDÊNCIAS

DIANTE DE TANTOS PROBLEMAS E AFLIÇÕES, A HUMANIDADE CLAMA POR ELE.
ELE É O ALVO DE NOSSAS MAIS PROFUNDAS ANSIEDADES, O NOSSO SOCORRO NAS HORAS DE ANGÚSTIA.

VOCÊ SABE QUEM É ELE? SIGA AS PISTAS!

UM CONSELHO: Talvez as referências bíblicas citadas ao lado de cada pista sejam apenas para iludir você.

QUEM É O NOSSO PERSONAGEM MISTERIOSO?

1.ª PISTA – ELE VEIO DO CÉU – João 3.13

2.ª PISTA – ANTES QUE SEUS PAIS NASCESSEM, ELE JÁ EXISTIA – Miquéias 5.2

3.ª PISTA – A PRIMEIRA LETRA DO NOME DO SEU PAI TERRENO É “J” E DE SUA MÃE É “M” – Mateus 1.16

4.ª PISTA – QUANDO ELE APARECEU NA TERRA COMO UM BEBÊ INDEFESO, UMA ESTRELA FOI VISTA – Mateus 2.2

5.ª PISTA – QUANDO CRESCEU PASSOU A REALIZAR PROEZAS INCRIVEIS, VERDADEIROS MILAGRES – Marcos 6.2

6.ª PISTA – QUANDO ELE APARECEU NA TERRA, UM HOMEM MAU, CUJO NOME COMEÇA COM A LETRA “H”, OPRIMIA O POVO JUDEU – Mateus 2.1

7.ª PISTA – APÓS A MORTE DO PAI TERRENO COMEÇOU A CUMPRIR SUA MISSÃO NA TERRA – Mateus 4.17

8.ª PISTA – ANTES DE COMEÇAR SUA MISSÃO, RETIROU-SE PARA UM LUGAR DESERTO – Mateus 4.1

9.ª PISTA – PASSOU ENTÃO A AJUDAR OS FRACOS E OPRIMIDOS – Atos 10.38

10;ª PISTA – MAS, POR AMOR A ALGUÉM, RENUNCIOU AO SEU EXTRAORDINÁRIO PODER E SE TORNOU IGUAL AO HOMEM MORTAL – Filipenses 2.7,8

11.ª PÍSTA – PARA SALVAR A HUMANIDADE SACRIFICOU SUA PRÓPRIA VIDA –Romanos 5.8

12.ª PISTA – MAS SEU CORPO DESAPARECEU DO TÚMULO – Mateus 28; Marcos 16; Lucas 24; João 20.

13.ª PISTA – ELE FOI ESPANCADO E FERIDO – ENTÃO DESAPARECEU DE CENA, PARA VOLTAR ALGUM TEMPO DEPOIS EM GRANDE PODER E GLÓRIA – Mateus 28.18

14.ª PISTA – O PLANETA TERRA ESTAVA AMEAÇADO DE DESTRUIÇÃO POR UMA TRINDADE SATÂNICA – Apocalipse 16.13

15.ª PISTA – MAS NOSSO PERSONAGEM MISTERIOSO RETORNOU – QUANDO NINGUÉM MAIS ACREDITAVA NELE – E DESTRUIU A TRINDADE SATÂNICA – Apocalipse 19

16.ª PISTA – COM SEU SOPRO ELE DESTROI SEUS INIMIGOS – 2 Tessalonicenses 2.8

17.ª PISTA – DOS SEUS OLHOS SAEM CHAMAS DE FOGO – Apocalipse 1.14

18.ª PISTA – SUA HISTÓRIA FOI CONTADA POR ESCRITORES JUDEUS

19.ª PISTA – ELE RESSUSCITOU NA SEMANA DA PÁSCOA

20.ª PISTA – ELE MORREU ENTRE O CÉU E A TERRA

21.ª PISTA – ELE MORREU DE BRAÇOS ABERTOS

AH, ISSO É FÁCIL DEMAIS! ESTAMOS FALANDO DE...

CLARK KENT, OU SEJA, O SUPERMAN!

O QUÊ? QUE HISTÓRIA É ESSA?

Isso mesmo! O Superman (super-homem) é um herói criado por escritores judeus e suas características lembram demais O Messias judeu que um dia virá para salvar a humanidade da destruição.

MAS COMO É POSSÍVEL? Mais de 20 pistas foram citadas e todas elas se encaixam com Jesus Cristo, O Único Salvador da Humanidade. Sim, mas por incrível que pareça, todas se encaixam também com o personagem Superman apresentado nos filmes e nas histórias em quadrinhos. Vejamos como isso é possível e depois tentaremos encontrar uma explicação para tamanha coincidência – AS PROFECIAS BÍBLICAS CONTÉM AS RESPOSTAS!

1.ª PISTA – ELE VEIO DO CÉU – Sim, conforme apresentado nas histórias em quadrinhos e no cinema, o bebê Kal-El veio do planeta Krypton, que logo depois explodiu.

2.ª PISTA – ANTES QUE SEUS PAIS NASCESSEM, ELE JÁ EXISTIA – Sendo filho de outro planeta, Kal-El certamente nasceu muito tempo antes dos seus pais terrenos.

3.ª PISTA – A PRIMEIRA LETRA DO NOME DO SEU PAI TERRENO É “J” E DE SUA MÃE É “M” – Você certamente pensou em José e Maria, mas como estamos falando do Superman, seus pais terrenos chamam-se Jonathan e Marta.

4.ª PISTA – QUANDO ELE APARECEU NA TERRA COMO UM BEBÊ INDEFESO, UMA ESTRELA FOI VISTA – De acordo com os filmes e revistas, a criança foi trazida dentro de uma nave espacial com uma estranha forma que lembra claramente uma estrela.

5.ª PISTA – QUANDO CRESCEU PASSOU A REALIZAR PROEZAS INCRIVEIS, VERDADEIROS MILAGRES – Sem comentário!

6.ª PISTA – QUANDO ELE APARECEU NA TERRA, UM HOMEM MAU, CUJO NOME COMEÇA COM A LETRA “H”, OPRIMIA O POVO JUDEU – Você certamente pensou em Herodes, não pensou? Mas a verdade é que, no ano de 1933, quando foi criado o personagem Superman, foi exatamente o ano em que Adolf Hitler assumiu o poder na Alemanha, o que deu inicio ao seu reinado de terror, cujas vitimam principais seriam os judeus. Em 1938 foi publicada a primeira aventura (em quadrinhos) do Super-Homem e em Novembro de 1938 aconteceu a terrível “Noite dos Cristais”, na Alemanha, quando Hitler comandou uma horrenda perseguição contra a raça judaica – muitos judeus foram mortos e suas sinagogas destruídas.

7.ª PISTA – APÓS A MORTE DO PAI TERRENO COMEÇOU A CUMPRIR SUA MISSÃO NA TERRA – No filme “Superman” de 1978, somente após a morte do seu pai é que o jovem Clark Kent começa a cumprir sua missão. Quando Jesus começou seu ministério a Bíblia não cita mais o seu pai terreno José (o que leva alguns estudiosos a acreditarem que José já estava morto).

8.ª PISTA – ANTES DE COMEÇAR SUA MISSÃO, RETIROU-SE PARA UM LUGAR DESERTO – No filme anteriormente citado Clark Kent viaja para um misterioso lugar – chamado mais tarde de Fortaleza da Solidão – e só depois de algum tempo é que começa sua missão na cidade.

9.ª PISTA – PASSOU ENTÃO A AJUDAR OS FRACOS E OPRIMIDOS – Sem comentário!

10;ª PISTA – MAS, POR AMOR A ALGUÉM, RENUNCIOU AO SEU EXTRAORDINÁRIO PODER E SE TORNOU IGUAL AO HOMEM MORTAL – A Bíblia diz em Filipenses, capítulo 2, que Jesus “ESVAZIOU-SE” de Sua Glória e se humilhou como um homem para morrer a terrível morte de cruz. Em toda a Bíblia a mensagem mais impressionante é que Deus se tornou homem, para morrer no lugar do homem e salvar a humanidade da condenação eterna. No filme Superman II é feita uma exigência a Clark Kent – Ele só poderá se casar com Lois Lane se renunciar ao seu incrível poder – e é o que ele faz, numa das cenas mais emocionantes do filme.

11.ª PÍSTA – PARA SALVAR A HUMANIDADE SACRIFICOU SUA PRÓPRIA VIDA –Em Novembro de 1992 os fãs do Super-Homem ficam chocados: é publicada no mundo inteiro uma aventura especial (em quadrinhos) intitulada “A MORTE DO SUPER-HOMEM”. Na história, para salvar o mundo, ele morre, combatendo um monstro chamado APOCALIPSE.

12.ª PISTA – MAS SEU CORPO DESAPARECEU DO TÚMULO – O interessante é que logo depois, Lois Lane é uma das primeiras pessoas a notar que o corpo do Superman desapareceu do sepulcro – Alguém se lembra de que foi uma mulher (Maria Madalena) a primeira a notar que o corpo de Jesus havia desaparecido do túmulo?

13.ª PISTA – ELE FOI ESPANCADO E FERIDO – ENTÃO DESAPARECEU DE CENA, PARA VOLTAR ALGUM TEMPO DEPOIS EM GRANDE PODER E GLÓRIA – Em Superman II, ele (após perder seus poderes) é espancado e fica muito ferido. Então, de repente o mundo é atacado por uma misteriosa trindade vinda do espaço (dois homens e uma mulher), e ninguém sabe onde o super-homem está.

14.ª PISTA – O PLANETA TERRA ESTAVA AMEAÇADO DE DESTRUIÇÃO POR UMA TRINDADE SATÂNICA – Em Apocalipse 16.13 a Bíblia revela a existência da Trindade Satânica (Satanás, que é o dragão, mais a Besta, que é o Anticristo, mais o Falso Profeta). No filme Superman II, ele tem de enfrentar uma trindade maligna que ameaça dominar o mundo.

15.ª PISTA – MAS NOSSO PERSONAGEM MISTERIOSO RETORNOU – QUANDO NINGUÉM MAIS ACREDITAVA NELE – E DESTRUIU A TRINDADE SATÂNICA – Em Apocalipse 19 Jesus retorna do céu – quando poucos aguardavam a Sua Vinda – e destrói a trindade satânica. No filme, Superman retorna de repente e livra o mundo da trindade maligna.

16.ª PISTA – COM SEU SOPRO ELE DESTROI SEUS INIMIGOS – É o que a Bíblia também afirma a respeito de Jesus em 2 Tessalonicenses 2.8.

17.ª PISTA – DOS SEUS OLHOS SAEM CHAMAS DE FOGO – A mesma coisa a Bíblia diz a respeito de Jesus em Apocalipse 1.14 e em outras passagens.

18.ª PISTA – SUA HISTÓRIA FOI CONTADA POR ESCRITORES JUDEUS – Na década de 30 (do século passado), dois judeus desempregados (Jerry Siegel e Joe Shuster) imaginaram, pela primeira vez, o personagem que iria fascinar o mundo.

19.ª PISTA – ELE RESSUSCITOU NA SEMANA DA PÁSCOA – Inacreditável, não? Mas exatamente na semana da Páscoa (Abril de 1993) foi publicada nos Estados Unidos a revista trazendo a história “O RETORNO DO SUPERMAN”, falando de sua ressurreição. Será que tudo isto foi planejado?

20.ª PISTA – ELE MORREU ENTRE O CÉU E A TERRA – No novo filme “SUPERMAN – O RETORNO” (lançado em Julho de 2006), para livrar a humanidade da destruição, Superman – mesmo sabendo que seria fatal para ele – leva até o espaço a misteriosa fortaleza contendo as mortais kryptonitas. Então ele desce, aparentemente morto.

21.ª PISTA – ELE MORREU DE BRAÇOS ABERTOS – Fiquei chocado ao ver essa cena. No filme citado no parágrafo anterior, quando o Superman, aparentemente se sacrifica, ele desce “morto” com os braços abertos – como se estivesse crucificado.

Com certeza, vários pensamentos martelam nossa mente agora. Será que foi tudo planejado? Apenas um golpe publicitário? Alguém querendo ridicularizar a fé cristã? Ou existe uma outra verdade? Uma verdade que os próprios escritores e roteiristas ignoram? Eu imagino que sim, e vou dizer o porque.

Pra começar, não creio ser apenas coincidência que o maior super-herói de todos os tempos tenha sido criado por judeus. Sabemos que os judeus são um povo profético e são também a chave das profecias bíblicas. Há dezenas (senão centenas) de fatos que mexem com nossa imaginação. SERÁ QUE OS JUDEUS NÃO ESTÃO, INCONSCIENTEMENTE, ANUNCIANDO AO MUNDO QUE UM DIA VIRÁ DO CÉU O VERDADEIRO SUPER-HOMEM (JESUS CRISTO) PARA LIVRAR A HUMANIDADE DA DESTRUIÇÃO?

Vejam bem. Eu disse “inconscientemente”, pois, como se sabe, a maioria dos judeus não acredita em Jesus como O Messias. Como então eles iriam fazer propaganda de um personagem que foi rejeitado pelo Seu próprio povo há 2.000 anos atrás?

As coincidências não param. Até mesmo o verdadeiro nome do Superman (KAL-EL) é de origem judaica e significa AMIGO DE DEUS (segundo alguns estudiosos).

Após a publicação da morte do Superman em novembro de 1992, outras revistas foram publicadas mostrando vários personagens que diziam ser o Superman, mas eram falsos. Somente mais tarde o verdadeiro foi revelado. Alguém vê a relação com os milhares de Falsos Cristos que, de acordo com as profecias bíblicas, aparecerão na terra antes da Segunda Vinda do Verdadeiro Cristo? (Mateus 24). OS JUDEUS, MESMO INCRÉDULOS, ESTÃO CONFIRMANDO O CUMPRIMENTO DAS PROFECIAS. O que está acontecendo é parecido com aquilo descrito em Apocalipse 17.17, quando a Bíblia diz que Deus colocará Seus pensamentos nos corações dos reis da terra incrédulos, para que a Palavra de Deus seja cumprida.

A Bíblia revela que Jesus voltará num período de uma violenta guerra contra Israel (Zacarias 14), e o filme “SUPERMAN – O RETORNO” foi lançado nos Estados Unidos em 2006, EXATAMENTE NO MESMO PERÍODO DA VIOLENTA GUERRA ENTRE ISRAEL E OS TERRORISTAS DO HEZBOLLAH, NO LÍBANO – LEMBRA-SE?

Até mesmo o título desse novo filme do Superman é profético. SUPERMAN – O RETORNO.

Sabe quem dirigiu esse filme? BRIAN SINGER, um judeu. Coincidência?

“ENTÃO APARECERÁ NO CÉU O SINAL DO FILHO DO HOMEM, E TODAS AS TRIBOS DA TERRA SE LAMENTARÃO, E VERÃO VIR O FILHO DO HOMEM SOBRE AS NUVENS DO CÉU, COM PODER E GRANDE GLÓRIA.”
(Mateus 24.30).

O QUE VOCÊ PENSA DE TODAS ESSAS COISAS?

A RELAÇÃO ENTRE O NATAL E O APOCALIPSE

“Naqueles dias saiu um decreto da parte de César Augusto, para que todo o mundo fosse recenseado.
O anjo, porém, lhes disse: Não temais, porquanto vos trago novas de grande alegria que o será para todo o povo:
É que vos nasceu hoje, na cidade de Davi, o Salvador, que é Cristo, o Senhor.”
(Lucas 2.1,10-11)

A grande confusão que envolveu os rabinos judeus há dois mil anos atrás foi o fato de não terem percebido que a Vinda do Messias ao mundo envolvia, na verdade, DUAS VINDAS. Os profetas muitas vezes ficavam perplexos diante de suas visões, pois o Messias era apresentado ora sofrendo, ora como um guerreiro vitorioso sobre seus inimigos. O profeta Isaias via freqüentemente as duas faces do Messias, ou seja, as SUAS DUAS VINDAS ao mundo. Quando Jesus surgiu em Israel manso como um cordeirinho (e não valente como um leão), foi imediatamente mal visto pelos judeus. João escreveu as tristes palavras: “VEIO PARA O QUE ERA SEU, MAS OS SEUS NÃO O RECEBERAM” (Jo 1.11).

Muitas vezes os profetas viram a 1.ª e a 2.ª Vinda de Cristo numa visão só. Não é de admirar que ficassem perplexos. Vejamos um exemplo clássico:

Isaias 61.1-2 diz:

“O Espírito do Senhor Deus está sobre mim, porque o Senhor me ungiu para pregar boas-novas aos mansos; enviou-me a restaurar os contritos de coração, a proclamar liberdade aos cativos, e a abertura de prisão aos presos; a apregoar o ano aceitável do Senhor e o dia da vingança do nosso Deus; a consolar todos os tristes;”

Quando o Senhor Jesus começou o Seu abençoado ministério na terra, certo dia entrou na sinagoga de Nazaré, apanhou o livro do profeta Isaias e abriu exatamente na passagem que citamos anteriormente. O interessante é que, após ler todo o versículo 1 de Isaias 61, parou na metade do versículo 2, exatamente no ponto onde diz: “A APREGOAR O ANO ACEITÁVEL DO SENHOR”. O evangelista Lucas registrou:

“E fechando o livro, devolveu-o ao assistente e sentou-se; e os olhos de todos na sinagoga estavam fitos nele. Então começou a dizer-lhes: Hoje se cumpriu esta escritura aos vossos ouvidos.”
(Lucas 4.20-21).

Por que Jesus não citou o versículo todo? Ora, Ele sabia interpretar as Sagradas Escrituras muito bem, e naquela época estava inaugurando o TEMPO DA GRAÇA DE DEUS SOBRE A TERRA, e não O TEMPO DA VINGANÇA. Os tempos de Deus são perfeitamente organizados na Bíblia e na História Mundial.

Alguém já disse que os profetas viam apenas as montanhas dos acontecimentos proféticos, e não os vales que havia entre elas. Os profetas olhavam para as duas Vindas de Jesus, uma montanha atrás da outra, mas não percebiam o VALE DE MAIS DE 2000 ANOS entre elas. Por isso que, em muitos aspectos os acontecimentos envolvendo as DUAS VINDAS apresentam muito paralelos. Vejamos alguns deles:

PARALELOS ENTRE A 1.ª E A 2.ª VINDA DE JESUS

HÁ 2.000 ANOS ATRÁS...

01 – NÃO HAVIA LUGAR PARA JESUS

O Evangelista Lucas registrou que O Filho de Deus nasceu numa manjedoura, porque não havia lugar para Ele na estalagem. ATUALMENTE É VERDADE QUE NÃO HÁ LUGAR PARA JESUS NO CORAÇÃO DA MAIORIA DAS PESSOAS.

02 – ERA NOITE

Atualmente, estamos diante de uma outra noite, a mais terrível das noites, quando a Humanidade mergulha no pecado. Por enquanto as sombras estão começando a cobrir a terra, mas em breve essa terrível noite (= GRANDE TRIBULAÇÃO) vai chegar.

“...e se alguém olhar para a terra, eis que só verá trevas e angústia, e a luz se escurecerá nas nuvens sobre ela.”
(Isaias 5.30).

“Pois eis que as trevas cobrirão a terra, e a escuridão os povos;”
(Isaias 60.2).

“Importa que façamos as obras daquele que me enviou, enquanto é dia; vem a noite, quando ninguém pode trabalhar.”
(João 9.4)

03 – OS HOMENS DORMIAM

O Rei dos reis nasceu no período em que muitas pessoas certamente estavam ou dormindo (literalmente) ou nos prostíbulos e outros lugares desprezíveis. Atualmente, diante do Retorno do Messias, a humanidade mergulhou num oceano de iniqüidade tão terrível que será surpreendida quando o DIA DO SENHOR COMEÇAR. Há centenas de versículos sobre isso, mas queremos resumir esta mensagem.

04 – POUCOS ESTAVAM ACORDADOS

Os pastores no campo foram agraciados com a visita dos anjos e com o “maior furo de reportagem de todos os tempos”: O MESSIAS TÃO FALADO PELOS PROFETAS NASCEU EM BELÉM! Eles eram pessoas simples, do campo, totalmente alheios à agitação (e aos pecados) da “cidade grande”, e foram recompensados, ao receberem, “em primeira mão” A MARAVILHOSA NOTICIA. Podemos até imaginar que, naquela noite iluminada, eles (os pastores) observavam e admiravam as estrelas e o próprio firmamento.

Atualmente, diante do Retorno do Rei, enquanto a maioria está dormindo, um remanescente está atento, “longe da cidade”, atento ao cumprimento das profecias, isto é, “olhando as estrelas”, ou em outras palavras: OLHANDO PARA O CÉU, cumprindo o que Jesus disse em Lucas 21.28:

“Ora, quando essas coisas começarem a acontecer, exultai e levantai as vossas cabeças, porque a vossa redenção se aproxima.”

05 – OS DESPERTADOS RECEBERAM A REVELAÇÃO DIVINA E VIRAM A GLÓRIA DE DEUS

Atualmente, os despertados estão atento ao cumprimento das profecias e pregando o Evangelho da Graça de Deus, enquanto Jesus não volta.

06 – ALGUNS CONHECIAM AS ESCRITURAS PROFÉTICAS, MAS NÃO OBEDECERAM – NÃO FORAM ATÉ BELÉM!

É inacreditável que os sacerdotes e escribas sabiam que O Messias teria que nascer em Belém, mas não se dispuseram a ir até lá em momento algum. Em Mateus 2, quando os magos interrogaram a respeito do nascimento do Menino Rei, o rei Herodes inquiriu os sacerdotes que prontamente lhe mostraram a profecia de Miquéias. MAS ESSES HOMENS CONHECIAM AS ESCRITURAS APENAS DE TEORIA E NADA DE PRÁTICA. O MESMO ESTÁ OCORRENDO HOJE! Quantos Cristãos “sabem tudo” sobre o Retorno de Cristo, conhecem todos os esquemas proféticos do futuro, mas não estão nem aí com essas coisas.

Por outro lado, a maioria dos Cristãos simplesmente ignora os acontecimentos futuros e ainda costumam zombar daqueles que estudam as profecias.

O CÍRCULO SE FECHA

07 – NAQUELE TEMPO O IMPÉRIO ROMANO DOMINAVA – NÃO HAVIA FRONTEIRAS NA EUROPA

Atualmente, a Europa novamente está eliminando suas fronteiras para a formação do NOVO IMPÉRIO ROMANO, de onde se levantará o Anticristo (a respeito leia, neste blog, o texto “A RELAÇÃO ENTRE OS ALGARISMOS ROMANOS E A SEGUNDA VINDA DE CRISTO”).

08 – NAQUELE TEMPO HAVIA UMA MOEDA ÚNICA

A dracma romana circulava por todo o império e dava equilíbrio econômico a todos os países europeus. Atualmente o EURO está se tornando a moeda única de toda a Europa (e de acordo com as profecias, do mundo inteiro em breve). Não quero dizer com isso que um dia o mundo terá uma moeda única chamada EURO, mas que terá uma moeda única e o EURO é apenas o primeiro sinal desse acontecimento inevitável.

09 – NAQUELE TEMPO HAVIA UM ÚNICO LÍDER – CÉSAR

Em breve, conforme as profecias, o mundo terá um único líder mundial (que começará a governar a partir da Europa). Leia nossos textos anteriores para mais detalhes sobre esse futuro grande líder satânico.

10 – TODA A POPULAÇÃO FOI RECENSEADA

César queria saber quem eram os cidadãos do império, sua ficha completa. Era uma espécie de CONTROLE TOTAL. Quem não se recenseasse não teria vez dentro do império. Ou em outras palavras: NÃO PODERIA COMPRAR OU VENDER. Isso nos lembra algo? Claro! Apocalipse 13.14-18, quando futuramente todos os habitantes da terra passarão por um CENSO MUNDIAL, receberão UMA MARCA NO BRAÇO OU NA TESTA, e só poderá COMPRAR OU VENDER quem estiver “dentro do esquema da Besta”. Você já meditou nisso?

11 – NAQUELE TEMPO HOUVE UMA MATANÇA DE INOCENTES

Todos conhecem o massacre infantil que ocorreu em Belém e nos seus arredores, por ordem do perverso rei Herodes (Mateus 2). Mas alguém já parou para refletir no fato chocante de que hoje, a matança de Herodes não passou de uma “brincadeira de amadores”? Explico tudo numa só palavra: ABORTO! Não preciso citar nenhuma estatística, mas sabemos que milhões de crianças indefesas são assassinadas anualmente em todo o mundo – UMA MATANÇA TÃO CRUEL QUE CERTAMENTE ATÉ HERODES FICARIA HORRORIZADO. É um paralelo chocante com a 1.ª Vinda de Cristo, você não acha?

12 – NAQUELE TEMPO HOUVE SINAIS NO CÉU – UMA ESTRELA

Só preciso dizer que Jesus nos alertou que diante de Sua Segunda Vinda, haveria sinais NAS ESTRELAS (Lucas 21.25). Quantos sinais astronômicos espetaculares não temos testemunhado nos últimos anos?

13 – NAQUELE TEMPO HAVIA UMA LINGUA INTERNACIONAL – A GREGA

Em quase todo o mundo civilizado se conhecia o grego, a língua do comércio. Por meio dela a mensagem do Evangelho de Cristo se espalhou muito depressa. Atualmente, temos o inglês, que é falado (ou conhecido) no mundo todo, e é a língua adequada para quem deseja transmitir uma mensagem para todo o planeta.

14 – NAQUELE TEMPO O POVO DE ISRAEL ESTAVA EM SUA TERRA, O TEMPLO ESTAVA DE PÉ E JERUSALÉM ERA VISITADA PERIODICAMENTE POR PESSOAS DE VÁRIAS PARTES DO MUNDO – EM OUTRAS PÁLAVRAS: NAQUELA ÉPOCA, O ORIENTE MÉDIO ERA O CENTRO DAS ATENÇÕES MUNDIAIS.

Algo parecido com os dias de hoje? Atualmente (depois de 1878 anos) o povo de Israel está de volta à sua pátria, Jerusalém é visitada diariamente por milhares de turistas, e a situação político-mundial gira freqüentemente em torno do Oriente Médio. A única diferença é que O SANTO TEMPLO JUDAICO AINDA NÃO FOI RECONSTRUIDO – mas há vários anos, as principais peças (incluindo as vestes sacerdotais) já estão prontas!

Será que todos esses paralelos proféticos são apenas coincidências absurdas? Quem estuda cuidadosamente as profecias bíblicas, comparando com a História mundial e os acontecimentos recentes, sabe que não existem coincidências diante de tais coisas.
O que você acha?

“MAS DEUS, NÃO LEVANDO EM CONTA OS TEMPOS DA IGNORÂNCIA, MANDA AGORA QUE TODOS OS HOMENS EM TODO LUGAR SE ARREPENDAM;
PORQUANTO DETERMINOU UM DIA EM QUE COM JUSTIÇA HÁ DE JULGAR O MUNDO, POR MEIO DO VARÃO QUE PARA ISSO ORDENOU; E DISSO TEM DADO CERTEZA A TODOS, RESSUSCITANDO-O DENTRE OS MORTOS.”
(Atos 17.30-31). 

O ESTUDO DAS PROFECIAS REVELA O MÊS EM QUE JESUS NASCEU?

MAIS UMA PROVA DA MARAVILHOSA HARMONIA BÍBLICA - ATRAVÉS DE UM INTERESSANTE QUEBRA-CABEÇA A BÍBLIA REVELA O MÊS EM QUE JESUS NASCEU

A Bíblia é um gigantesco quebra-cabeças, cujas peças estão espalhadas em 66 livros. Cada detalhe é importante, e nada está fora do lugar. Em Lucas 1:5, temos: "Nos dias de Herodes, rei da judéia, houve um sacerdote chamado Zacarias, do turno de Abias. Sua mulher era filha de Arão, e se chamava Isabel". Note esta expressão: "do turno de Abias". Por que o escritor teria acrescentado essa informação aqui? Quem era Abias?

É interessante que, dos 4 Evangelhos, Lucas é o mais detalhado e minucioso. Ele escreveu também a história da Igreja Cristã (Atos dos Apóstolos), e cita tantos detalhes geográficos, que tem deixado os céticos com dores de cabeça. Mateus escreveu seu Evangelho, dedicando especialmente aos judeus, e cita muitas profecias do Antigo Testamento (pois uma das melhores táticas para se convencer um judeu de alguma verdade espiritual, é buscar essa verdade nas palavras dos profetas deles). Mateus usou essa tática e provou “por a mais b” que JESUS É O MESSIAS PROMETIDO NAS PROFECIAS!

Marcos dedicou seu Evangelho aos romanos, e por isso sua narrativa é curta, rápida, sem detalhes e recheadas de milagres (Marcos mostrou mais o que Jesus FEZ do que o que Ele disse). João escreveu seu Evangelho dedicando diretamente aos Cristãos, por isso é um Evangelho mais centrado nas palavras de Jesus e revela muitos detalhes de Sua intimidade (coisas que só interessam aos Cristãos). Há fatos (como o do cap. 20, quando Jesus ressuscitou e não permitiu que Madalena O Tocasse) que somente poderão ser compreendidos e aceitos por pessoas espirituais, em sintonia com Deus.

Mas Lucas tinha um interesse especial em mostrar à todos os homens (especialmente aos exigentes sábios da Grécia), que a história de Jesus não era uma lenda ou uma fábula judaica, mas uma história real, cheia de detalhes interessantes, que havia ocorrido há poucos anos. Lucas faz questão de explicar que FEZ UMA INVESTIGAÇÃO APURADA E MINUCIOSA sobre os fatos (sua linguagem é a de um perito na arte da investigação, preocupado em expor toda a verdade, à luz das claras evidências).

Ele era médico (portanto, conhecedor das técnicas de investigação e pesquisa exigidas pelos mais céticos). Mas seu Evangelho não é o resultado apenas da investigação de um homem em busca da verdade. É o resultado da Inspiração Divina na mente de um amante da verdade. É significativo que Lucas foi escolhido por Deus para escrever sobre a atuação do Espírito Santo na vida dos Cristãos, ou seja, o Evangelho de Lucas (assim como os outros) é cheio de narrativas sobrenaturais, e seu segundo livro (Atos) é cheio de milagres e operações do Espírito Santo.

Isso prova claramente que uma mente intelectual (como a de Lucas) não é nenhum empecilho para a aceitação das coisas espirituais e sobrenaturais. O que impede o homem de crer em Deus é sua PRÓPRIA VONTADE (ele NÃO QUER crer) e não sua inteligência. A maioria dos sábios e cientistas do passado não via nenhum problema em crer no Evangelho e acreditar nos milagres narrados na Bíblia. Só para citar um exemplo: A maior mente já surgida no mundo da ciência (antes de Einstein) foi a de Isaac Newton (todo mundo sabe disso); mas essa mente brilhante acreditava tão piamente nas Sagradas Escrituras que boa parte dos escritos de Newton tratava-se de pesquisas bíblicas, especialmente das profecias do livro de Daniel e do Apocalipse (e pouca gente sabe disso).

Não foram poucos os céticos que viajaram até o Oriente Médio com o objetivo de provar que os escritos de Lucas foram uma invenção, uma fraude e que todas aquelas citações geográficas do Evangelho e de Atos saíram da cabeça do amado médico. Mas todos “quebraram a cara”, pois comprovaram que cada um daqueles lugares existiu exatamente como descrito nos escritos de Lucas. A verdade não precisa de muletas ou de fraudes. Ela só precisa ser anunciada e divulgada. Lucas contou a história de Jesus e dos apóstolos EXATAMENTE COMO ACONTECEU (assim como todos os outros escritores da Bíblia). Vamos continuar seguindo as pistas deixadas por Lucas e descobrir o mês em que Jesus nasceu.

UMA COISA É MAIS CLARA DO QUE A NEVE – JESUS NÃO NASCEU EM DEZEMBRO!

Qualquer cristão, com um mínimo de cultura bíblica, sabe que, apesar de comemorarmos o nascimento de Jesus em Dezembro, isso nunca foi verdade. É uma tradição de longa data, que se originou quando alguns cristãos bem intencionados tentaram mudar uma festa em honra a um falso deus.

A origem pagã do dia 25 de dezembro

De acordo com muitos historiadores, até o ano 300 d.C. o nascimento de Jesus era comemorado pelos cristãos em diferentes datas. No ano 354 d.C., o bispo Libério, sendo imperador romano Justiniano, ordenou que os cristãos celebrassem o nascimento de Jesus no dia 25 de dezembro. Ele escolheu esta data porque em Roma já se comemorava neste dia o dia de Saturno, ou seja, a festa chamada Saturnália. A religião mitraica dos persas (inimiga dos cristãos) comemorava neste dia o NATALIS INVICTI SOLIS, ou seja, "O Nascimento do Sol Vitorioso".

Três razões porque Jesus não poderia ter nascido em dezembro:

1 - Seria impossível que pastores estivessem nos campos guardando seus rebanhos (Lucas 2:8), pois no hemisfério norte, essa é a época do mais rigoroso inverno. Nesta época eles deveriam estar bem guardados em suas casas, e seus rebanhos, fechados nos currais.

2 - Além disso, César Augusto, não iria convocar o povo para um recenseamento durante o inverno, sabendo que muitas pessoas seriam impedidas de viajar devido aos rigores do frio (Lucas 2:1).

3 - E por fim, José não iria expor sua esposa grávida ao desconforto de uma viagem em pleno inverno.

AS PEÇAS DO QUEBRA-CABEÇA

a) Pista n.º 01 - Em Lucas 1:5, temos: "Nos dias de Herodes, rei da judéia, houve um sacerdote chamado Zacarias, do turno de Abias. Sua mulher era filha de Arão, e se chamava Isabel". Por que Lucas teria acrescentado essa expressão "do turno de Abias"?

b) Pista n.º 02 – Lucas 1.8 e 9 - "Ora acontecendo que, exercendo ele diante de Deus o sacerdócio na ordem do seu turno, coube-lhe por sorte, segundo costume sacerdotal, entrar no Santuário do Senhor para queimar incenso.” Por que é importante sabermos que Zacarias estava na ordem do seu turno?

c) Pista n.º 03 – Lucas 1.23 e 24 - "Sucedeu que terminados os dias do seu ministério, voltou para casa. Passados esses dias (dias do ministério de Zacarias), Isabel, sua mulher, concebeu". Outro detalhe importante: João batista foi concebido imediatamente após a época do turno de Abias.

d) Pista n.º 04 - Lucas 1:26-28 relata que seis meses após a concepção de Isabel, um anjo visitou Maria e ela achou-se grávida pelo Espírito Santo. No versículo 36 o Espírito Santo é mais preciso ainda, pois textualmente nos relata que Maria engravidou quando Isabel já se encontrava no sexto mês de sua gravidez. Recapitulando: Jesus foi concebido seis meses depois de João batista, ou seja, seis meses depois da época do turno de Abias. É só descobrirmos o mês em que Isabel engravidou que chegaremos ao mês em que Jesus nasceu! Será que isso é possível?

e) Pista n.º 05 - O Turno dos Sacerdotes - Para organizar a função dos sacerdotes no tabernáculo que construira, Davi ordenou a formação de 24 turnos que se sucederiam ministrando na casa do Senhor. Se a escala de sacerdotes deveria ser cumprida durante o decorrer do ano religioso, obviamente cada turno de sacerdotes oficiaria durante 15 dias. A relação destas 24 turmas de sacerdotes está registrada em I Crônicas 24.

Vamos ler os versículos de 7 à 10. "Saiu a primeira sorte a Jeoriaribe, a segunda a Jedaias, a terceira a Harim, a quarta a Seorim, a quinta a Malaquias, a sexta a Miamim, a sétima a Coz, a oitava a Abias.”

Observem bem: o turno de Abias era o oitavo.

Os levitas eram divididos em 24 turnos e cada turno ministrava por 15 dias. (I Cr 24:1-19 - 24 turnos x 15 dias = 360 dias, isto é, um ano); O oitavo turno pertencia a Abias (I Cr 24:10 “A sétima a Hacoz, a oitava a Abias.”).

f) Pista n.º 06 - E quando começava a funcionar o primeiro turno? No princípio do ano religioso judeu: Êxodo 12:1,2 - "Disse o Senhor a Moisés e Arão na terra do Egito: este mês vos será o principal dos meses: será o primeiro mês do Ano.”

Levítico 23:5 - "No primeiro mês, aos quatorze dias do mês, no crepúsculo da tarde, é a páscoa do Senhor". Atenção: O primeiro turno iniciava-se com o primeiro mês do ano judaico (mês de Nisã ou Abibe - Ex12:1-2; Dt. 16:1 ; Ex. 13:4 ). Isto significa que os dois primeiros turnos dos sacerdotes começavam no primeiro mês.

Todos sabemos que a páscoa é uma festa móvel, que cai em março ou abril. Ela é uma festa móvel exatamente porque não se baseia no nosso calendário, mas sim no calendário judaico que é lunar. Conclui-se dai, que o primeiro mês do calendário religioso judaico (mês de Abibe - Dt 16:1 ), coincide mais ou menos com o nosso mês de março. É bom lembrarmos que existe um calendário secular cujo início começa na Festa das Trombetas, e um religioso que começa 14 dias antes da Páscoa.

A seguir temos uma tabela contendo os nomes dos meses do calendário hebraico, seu equivalente em nosso calendário, os números dos turnos dos sacerdotes e as referências bíblicas.

1 Nisã (Abibe) Março/Abril 1 e 2 Ex 13:4; Et 3:7
2 Iyiar (Zive) Abril/Maio 3 e 4 I Re 6:1
3 Sivã Maio/Junho 5 e 6 Et 8:9
4 Tamuz Junho/Julho 7 e 8 Jr 39:2; Zc 8:19
5 Abe Julho/Agosto 9 e 10 Nm 33:38
6 Elul Agosto/Setembro 11 e 12 Ne 6:15
7 Etanin ou Tisri Setembro/Outubro 13 e 14 - I Re 8:2
8 Marquesvã (Bul) Outubro/Novembro 15 e 16 -I Re 6:38
9 Quisleu Novembro/Dezembro 17 e 18 - Ed 10:9; Zc 7:1
10 Tebete Dezembro/Janeiro 19 e 20 Et 2:16
11 Sebate Janeiro/Fevereiro 21 e 22 Zc 1;7
12 Adar Fevereiro/Março 23 e 24 Et 3:7

Sendo assim, se João batista foi gerado logo após o turno de Abias, isto é, após o 4.º mês judaico, TAMUZ (junho/julho), isto aconteceu no inicio do 5.º mês, ABE (entre Julho e Agosto do nosso calendário).

g) Pista n.º 07 - Ora, como já vimos, João batista foi gerado logo após o turno de Abias, isto é, no 5.º mês, ABE (Julho-Agosto). Jesus foi gerado seis meses depois, isto é, no 10.º mês, TEBETE (da 2.ª metade de dezembro à 1.ª metade de Janeiro). ENTÃO DEZEMBRO NÃO É O MÊS DO NATAL DE JESUS, MAS DE SUA CONCEPÇÃO! Contando-se os nove meses normais de gestação (a partir do 11.º, SEBATE), chegaremos ao 7.º mês, ETANIM ou TISRI.

Portanto, de acordo com as pistas que estamos seguindo, chegamos ao 7.º mês, ETANIM. Será que Jesus nasceu nesse mês? Além dessas referências bíblicas (que certamente são verdadeiras e significam alguma coisa), existem outras indicações que, se não servirem como prova, pelo menos devem ser consideradas.

01 – AS FESTAS JUDAICAS

Em Levítico 23, Deus estabeleceu 7 festas para serem celebradas por Israel anualmente (em outros artigos já estudamos cada uma delas). Cada festa era profética e simbolizava acontecimentos importantes do Plano de Salvação que haveriam de ocorrer futuramente.

a) Três festas eram realizadas no primeiro mês do Calendário Sagrado Judaico – “Nisan”

1. Festa da Páscoa (Lev. 23:4-5) – 14.º Dia
2. Festa dos Paes asmos (Lev. 23:6-8) – 15.º-21º Dia
3. Festa das Primícias (Lev. 23:9-14) – 16.º Dia

b) Uma era realizada no “meio” - Pentecostes (Terceiro mês – Sivan)

4. Festa de Pentecostes (ou Semanas) (Lev. 23:15-22) 50 dias depois das Primícias.

c) As três últimas eram realizadas no 7.º mês – Tishri ou Etanim

5. Festa das Trombetas (Lev. 23:23-25) – 1.º Dia
6. Festa do Dia da Expiação (Lev. 23:26-32) – 10.º Dia
7. Festa dos Tabernáculos (Lev. 23:33-44) – 15.º-21.º Dia

Estas 7 festas podem ser divididas em: Festas da Primavera (da Páscoa ao Pentecostes), e as Festas do Outono (das Trombetas à dos Tabernáculos), as quais claramente descrevem os períodos de tempo para as duas vindas do Messias (as festas da Primavera tem relação com a 1.ª Vinda de Cristo; e as festas do Outono estão relacionadas à Segunda Vinda). Elas também são um modelo para o caminhar de fé do Cristão em busca da perfeição. Vejamos agora o significado profético de cada festa.

A Morte e Ressurreição de Cristo aconteceram exatamente no período das três primeiras festas. A inauguração da Igreja Cristã ocorreu durante a 4.ª festa. E agora? Restam as três últimas, que simbolizam justamente os acontecimentos finais, relacionados à Segunda Vinda de Cristo.

Com base no que já aconteceu podemos supor que o Nascimento de Jesus não poderia ter ocorrido num dia qualquer (DEUS NUNCA FAZ NADA DE ESPECIAL E EXTRAORDINÁRIO NUM DIA “NORMAL”), mas certamente O FILHO DE DEUS DEVE TER VINDO AO MUNDO NUMA DATA FESTIVA PARA ISRAEL. Sendo assim, qual delas?

Olhando para o caráter simbólico de cada festa, é bem claro que o Nascimento do Messias não faria sentido se fosse na Páscoa, Pães Asmos ou Primícias. Também não faria sentido na Festa das Trombetas (leia a o artigo sobre o significado profético dessa festa), muito menos no Dia da Expiação. Sobrou a Festa de Pentecostes (também chamada Semanas) e a dos Tabernáculos. Entre a 4.ª e a 7.ª, esta última se encaixa de forma perfeita. Por que?

02 – Partindo do turno de Abias, chegamos ao 7.º mês (ETANIM / TISRI), lembram-se? Pois a Festa dos Tabernáculos é comemorada EXATAMENTE NESSE 7.º MÊS! Coincidências???
Essa festa é considerada a mais alegre de todas. Os rabinos dizem: "quem nunca viu Jerusalém na época dessa festa não sabe o que significa regozijar mesmo." (Eles bebem, cantam, dançam regozijam).

03 - Os tabernáculos significam DEUS HABITANDO ENTRE OS HOMENS. O elemento principal desta festa é a presença de Deus entre os homens, trazendo luz e repouso eterno (Apocalipse 21:3,4). Por esta causa Cristo veio ao mundo: "E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós..."(Jo.1:14). Não é por acaso que Cristo recebeu o nome de "...Emanuel, que quer dizer DEUS CONOSCO (Mt.1:23)." A palavra traduzida por HABITOU em João 1.14, (ESKÊNÔSEN, em grego) também significa tabernaculou? Coincidências???

04 – O Templo de Israel simbolizava a HABITAÇÃO DE DEUS no meio dos homens. Em que mês o primeiro Templo (construído pelo rei Salomão) foi inaugurado? Exatamente no 7.º mês, DURANTE A FESTA DOS TABERNÁCULOS (1 Reis 8). Não nos esqueçamos que Jesus certa vez revelou que o Templo de pedras era um símbolo do SEU CORPO (João 2.19-21).

Portanto, se os fatos citados aqui querem dizer alguma coisa, não é imaginação nenhuma concluir que Maria veio a dar à luz no 7.º mês, ETANIM (isto é, entre a 2.ª quinzena de Setembro e a 1.ª de Outubro), ou seja, DURANTE A FESTA DOS TABERNÁCULOS.

É bom lembrar que, além das 7 festas, a Bíblia fala de outras duas, que se tornaram importantes para a nação de Israel muitos anos depois dos dias de Moisés: PURIM (instituída nos dias da rainha Ester, comemorando a vitória dos judeus contra o primeiro-ministro da Pérsia, Hamã, que havia tramado o extermínio da nação judaica) e HANUKKAH, a Festa da Dedicação ou das Luzes (instituída nos dias dos Macabeus). Esta é citada no Novo Testamento, e Jesus participou dela (João 10.22). O interessante é que esta Festa das Luzes ocorria todos os anos no 10.º mês, TEBETE, isto é, exatamente no mês em que Jesus teria sido concebido (em nosso Dezembro – MAIS UMA EVIDÊNCIA PARA DEZEMBRO SER O MÊS DA CONCEPÇÃO E NÃO O DA NATALIDADE)!

Se a morte de Jesus aconteceu durante a Festa da Páscoa; se Sua Ressurreição ocorreu no dia da Festa das Primícias; e se a Sua Igreja foi inaugurada no dia da Festa de Pentecostes; seria imaginação demais acreditar que Seu Nascimento também teria ocorrido na época de uma das 7 festas? Quem quiser contestar, conteste (mas que apresente fatos bíblicos para comprovar sua tese e refutar a que foi mostrada aqui).

“E vi um novo céu e uma nova terra. Porque já se foram o primeiro céu e a primeira terra, e o mar já não existe. E vi a santa cidade, a nova Jerusalém, que descia do céu da parte de Deus, adereçada como uma noiva ataviada para o seu noivo. E ouvi uma grande voz, vinda do trono, que dizia: Eis que o tabernáculo de Deus está com os homens, pois com eles habitará, e eles serão o seu povo, e Deus mesmo estará com eles.”
(Apocalipse 21.1-3).

CÓDIGO 1998 - UM NOVO DESAFIO PARA OS CÉTICOS

Imagine um número formado por 15 algarismos, tipo o seguinte:

925.250.870.201.853

Some os grupos (de 3 em 3).

925 + 250 + 870 + 201 + 853 = 3099

Agora inverta todos os números e some novamente:

529 + 052 + 078 + 102 + 358 = 1119

Agora faça o seguinte: Todos os algarismos que estão no centro de cada grupo transfira para o 1.º lugar da fila.

Ex.: 925 fica 295, e assim por diante. Some a nova formação:

295 + 520 + 780 + 021 + 583 = 2199

Aonde queremos chegar com isso, hein?

Até aqui fizemos três operações diferentes com os mesmos números e cada resultado foi diferente. Será que devemos concluir que, qualquer número de 15 algarismos, quando alterados a ordem de cada algarismo os resultados sempre serão diferentes? NÃO, pois conheço pelo menos um que foge à essa regra.

Experimente somar os grupos do número seguinte:

913.203.086.401.395

913 + 203 + 086 + 401 + 395 = 1998

Inverta os valores:

319 + 302 + 680 + 104 + 593 = 1998

Baseando-se no número original, coloque em 1.º lugar (em cada grupo) todos os algarismos que estão no centro, e depois some.

193 + 023 + 806 + 041 + 935 = 1998

O que aconteceu? Nas três operações que fizemos (mesmo com as alterações sofridas) o resultado foi sempre 1998. Por que? O que isso tem a ver com as coisas que costumamos estudar neste blog? O que isso teria a ver com a Bíblia?

Temos aqui mais um misterioso padrão numérico oculto nas primeiras palavras da Bíblia, pois os números acima são os valores das 5 primeiras palavras hebraicas escritas no Antigo Testamento, ou seja, os valores da expressão:

“NO PRINCIPIO CRIOU DEUS OS CÉUS...”

Sabemos que todo número formado por 3 algarismos diferentes pode formar 6 outros números. Se fizermos as 6 alterações possíveis com os valores das 5 primeiras palavras da Bíblia, e somarmos, o resultado continuará o mesmo. Quer ver?

PROVA

913 203 086 401 395 1998
931 230 068 410 359 1998
319 302 680 104 593 1998
391 320 608 140 539 1998
193 023 806 041 935 1998
139 032 860 014 953 1998

Se juntarmos os 15 algarismos e alternarmos de diversas formas, teremos, pelo menos, 32 números diferentes e (ACREDITE OU NÃO!) COM O MESMO RESULTADO.

PROVA

039 060 153 832 914 1998
089 900 363 112 534 1998
093 006 135 823 941 1998
113 003 886 001 995 1998
123 003 846 031 995 1998
131 030 868 010 959 1998
132 030 864 013 959 1998
139 032 860 014 953 1998
193 023 806 041 935 1998
195 023 803 046 931 1998
213 003 486 301 995 1998
231 030 468 310 959 1998
309 600 513 382 194 1998
311 300 688 100 599 1998
319 302 680 104 593 1998
390 600 531 328 149 1998
391 320 608 140 539 1998
399 322 600 144 533 1998
519 302 380 604 193 1998
589 961 343 102 003 1998
591 320 308 640 139 1998
598 916 334 120 030 1998
809 090 633 112 354 1998
859 691 433 012 003 1998
895 619 433 021 030 1998
903 006 315 283 491 1998
913 203 086 401 395 1998
930 060 351 238 419 1998
931 230 068 410 359 1998
980 009 363 211 435 1998
985 169 343 201 300 1998
993 223 006 441 335 1998

* Coisa esquisita: Todos os algarismos são citados, com exceção do número 7. Por que será?

De acordo com a matemática, um número formado por 15 algarismos pode ser alterado 1.307.674.368.000 vezes. Como não tenho paciência (e nem tempo) para alterar um número 1.307.674.368.000 vezes, não posso saber quantas outras variações conduzirão ao mesmo resultado 1998. MAS TENHO CERTEZA QUE NÃO SÃO SOMENTE 32. VOCÊ QUER PROCURAR MAIS?

O que devemos ter em mente é que se Moisés inventou as 5 primeiras palavras da Bíblia, com seus respectivos valores e já sabia que esses valores iriam produzir uma coincidência incrível para resultarem sempre no mesmo total, mesmo quando alterados, esse Moisés deve ter sido um gênio extremamente paciente.

E se Moisés se deu ao trabalho de procurar (entre mais de UM TRILHÃO DE POSSIBILIDADES) um número que fosse capaz de realizar a proeza que mostramos anteriormente, certamente ele não fez outra coisa na vida.

A solução mais simples (e mais difícil de ser aceita por nosso orgulhoso cérebro) é que uma MENTE EXTRATERRENA (QUE A BÍBLIA CHAMA DE DEUS) inspirou Moisés para escrever o livro de Gênesis e os demais livros atribuídos a ele. O que você acha?



A GUERRA DE DAVI E GOLIAS COMO SOMBRA DOS ACONTECIMENTOS FUTUROS

TODA A BÍBLIA É PROFECIA! Esta afirmação ousada não tem nada de herética, pois não estamos afirmando que as histórias bíblicas são apenas alegorias (como a maioria dos críticos modernos adora pregar). A verdade clara como as águas cristalinas é que por trás de cada história bíblica (baseada em fatos que realmente ocorreram e dos quais há centenas de evidências), existem profecias ocultas, sempre apontando para o futuro. Cada evento real é ao mesmo tempo uma sombra profética de outro evento que ocorrerá futuramente numa proporção muito maior. Em Isaias 46.9-10, Deus diz que “CONHECE O FIM DESDE O PRINCIPIO”.

Todos os acontecimentos históricos do livro de Gênesis são ao mesmo tempo sombras proféticas dos acontecimentos futuros. Jesus mesmo afirmou isso quando disse: “COMO ACONTECEU NOS DIAS DE NOÉ, ASSIM TAMBÉM SERÁ NOS DIAS DO FILHO DO HOMEM.” (Lucas 17.26). E quando comparamos o capítulo 6 de Gênesis com os acontecimentos atuais vemos o quanto Jesus estava certo.

Há dezenas de acontecimentos em Gênesis que são sombras dos acontecimentos do Apocalipse:

• Gênesis 5 - Arrebatamento de Enoque – uma sombra do Arrebatamento da Igreja;
• Gênesis 6,7 e 8 – O Dilúvio (Noé preservado dentro da Arca) – Sombras da futura Grande Tribulação, e da preservação de Israel;
• Gênesis 11 – A Torre de Babel – sombras do futuro governo mundial;
• Gênesis 19 – A destruição de Sodoma e Gomorra – sombras do julgamento futuro;
• Gênesis 24 – O casamento de Isaque e Rebeca – sombras do Arrebatamento;
• Gênesis 32 – A luta de Jacó – sombras da futura Tribulação de Israel;
• Gênesis 40-45 – A história de José – Sombras da história passada, presente e futura de Israel.

Futuramente, se Deus quiser, exploraremos cada um desses tópicos. Vejamos ainda algumas curiosidades numéricas:

Há uma relação entre os 3 primeiros capítulos do Gênesis e os 3 últimos do Apocalipse; e o 7.º capítulo da Bíblia se parece com o 7.º contando do fim para o começo (Apocalipse 16) – ambos falam em Julgamento global e citam coleções de coisas envolvendo o número 7 (7 pares dos animais puros, 7 dias, 7 taças da ira, etc).

O 14.º capítulo de Gênesis (uma guerra envolvendo o Iraque (Sinear) se parece com o 14.º (do fim para o começo – Apocalipse 9), que envolve o rio Eufrates (no Iraque).

O 6.º capítulo de Gênesis e o 6.º do fim para o começo (Apocalipse 17) falam de corrupção universal.

Alguém já observou que os capítulos de Gênesis coincidem exatamente com o significado dos números na Bíblia (outro assunto que estudaremos futuramente, se Deus quiser). Vamos estudar agora a luta de Davi contra Golias e descobrir os profundos paralelos proféticos com a história de Israel atual e futura.

A história narrada em I Samuel 17.40-50 já foi muito explorada, mas raramente alguém se lembra do seu significado profético. Essa história mostra:

I – A SITUAÇÃO MUNDIAL ATUAL – Assim como o povo de Israel estava acossado diante da ameaça do filisteu Golias, atualmente, o pequeno Israel se encontra numa situação crítica, ameaçado pelo gigantesco povo árabe, cujo desejo é o extermínio de todos os judeus. Portanto, hoje Golias representa muito bem o império Islâmico, com sua política anti-semita.

II – O PEQUENO E O GIGANTE – Enquanto Israel é uma nação com pouco mais de 6.000.000 de habitantes, os árabes são 640 vezes maiores (somente o número de seguidores da religião islâmica já passa de 2 BILHÕES). O contraste entre Israel e seus inimigos é incrível.

III – A TRIPLICE VITÓRIA DE DAVI E SEU SIGNIFICADO PROFÉTICO – Antes de enfrentar o gigante, Davi tinha matado um leão e um urso.

1 – PARA ISRAEL

a) O leão – símbolo de Babilônia (= de onde vem o Iraque), conforme Daniel 7. Essa nação já tentou muitas vezes aniquilar Israel, mas sempre saiu perdendo. Em 1981, num ataque surpresa, a Força Aérea Israelense detonou todos os arsenais nucleares que o governo iraquiano estava fabricando. Se isto não tivesse acontecido, a Guerra do Golfo em 1991 teria sido tragicamente pior para todo mundo. Mas, o leão foi ferido pelo pequeno Davi. Atualmente, o leão babilônico encontra-se ferido.

b) O urso – Nas profecias (Daniel 7), o urso simboliza o império Persa (= de onde vem o Irã, outro país que tem ameaçado Israel de várias formas, mas nunca conseguiu nem lançar um míssil contra a nação de Deus). Mas Israel que abra os olhos, pois o atual líder iraniano é uma grande ameaça. Que venha o urso, Davi o matará!

Nos tempos modernos, o urso também simboliza a Rússia (e muitos estudiosos afirmam, com base em Ezequiel 38 e 39) que um dia um grande inimigo do extremo Norte de Israel (onde atualmente se encontra a Rússia e seus aliados), avançará para o Oriente Médio, numa tentativa de destruir a descendência de Jacó. Que venha o urso, Davi o matará!

Como os antigos impérios babilônicos e persas ocuparam todo o Oriente Médio, atualmente o “leão” e o “urso” simbolizam também todos os povos árabes inimigos de Israel, todos derrotados em diversos momentos da História, desde o retorno de Israel em 1948.

Em Amós 9.14-15, Deus diz sobre Israel: “PLANTÁ-LOS-EI NA SUA TERRA, E, DESSA TERRA QUE LHES DEI, JÁ NÃO SERÃO ARRANCADOS, DIZ O SENHOR TEU DEUS”. Desde 1948 até agora têm sido infrutíferas todas as tentativas de se expulsar Israel de sua terra. Eles enfrentaram 6 grandes guerras (1948, 1956, 1967, 1973, 1982 e 1991), e continuam lá. O leão e o urso não são páreo para o pequeno Davi!

Levando-se em consideração a superioridade militar dos árabes, é difícil acreditar que Israel tenha vencido todas essas guerras sem a ajuda de Deus. Na verdade, os profetas disseram que Deus haveria de lutar por Israel no final dos tempos. É uma afirmação polêmica, mas não podemos interpretar os textos sagrados de outra maneira.

As duas piores guerras, que quase destruíram Israel foram as de 1967 (Guerra dos 6 dias) e 1973 (Guerra do Yom Kippur). Em todas Israel sempre foi atacado primeiro; em 1973 foram até pegos de surpresa (pois era o dia da Expiação (Yom Kippur), quando até mesmo os soldados deixam as armas e vão jejuar). Veja só o resultado:

-Guerra de 1967 – nos 6 dias da guerra morreram 10.000 egípcios, 15.000 jordanianos e milhares de sírios, iraquianos e combatentes de outros países. Somente o Egito perdeu 400 aviões, 600 tanques e milhares de peças de artilharia, munições, armas leves e veículos, superando o valor de um bilhão e meio de dólares. Em toda a guerra, apenas 700 soldados judeus perderam a vida. E Israel ainda reconquistou Jerusalém que estava há 2.500 anos em mãos estrangeiras. Coincidência? Sorte? Não! Foi o cumprimento de Amós 9.15: “...DESSA TERRA QUE LHES DEI, JÁ NÃO SERÃO ARRANCADOS, DIZ O SENHOR TEU DEUS.” (Informações colhidas no livro ISRAEL, GOGUE E O ANTICRISTO, Abraão de Almeida, 1989, CPAD).

-Guerra de 1973 – Segundo cálculos do Instituto Estratégico Internacional, sediado em Londres, egípcios e sírios perderam nesta guerra o total de 22.000 homens, tendo o Egito 15.000 mortos e 45.000 feridos, e a Síria 7.000 mortos e 21.000 feridos. Israel teve 2.812 mortos e 7.500 feridos.

No livro de Números (capítulo 24.18) diz: “ISRAEL FARÁ PROEZAS”. Depois de enfrentar o leão e o urso, Davi enfrentou:

c) Golias – Após as guerras contra seus vizinhos árabes, Israel terá de lutar contra todas as nações, lideradas pelo Anticristo (O Golias final) – Zacarias 12 e 14; Joel 3; etc.

2 – O SIGNIFICADO PARA A IGREJA CRISTÃ – A Palavra de Deus diz que o Cristão possui três inimigos terríveis, que podem muito bem ser simbolizados pelos três inimigos de Davi.

a) O leão – simboliza Satanás – ele é comparado a leão em várias passagens.
b) O urso – o mundo
c) Golias – a carne

IV – A APARIÇÃO DE GOLIAS – PROFECIA DA APARIÇÃO DO ANTICRISTO!

1 – Golias surgiu dentre as fileiras dos filisteus como se viesse do nada – “TRAZIA NA CABEÇA UM CAPACETE DE BRONZE...A HASTE DE SUA LANÇA ERA COMO O EIXO DO TECELÃO, E A PONTA DA SUA LANÇA DE 600 SICLOS DE FERRO” (I Sm 17.4-7). Sobre o Anticristo, as profecias dizem:

“O QUARTO ANIMAL...MUITO TERRIVEL, CUJOS DENTES ERAM DE FERRO, E CUJAS UNHAS ERAM DE BRONZE...” (Dn 7.19-23)

2 – Golias tinha 6 côvados e um palmo de altura, e a ponta de sua lança pesava 600 siclos de ferro – Aí está o número do homem rebelde, a Besta 666.

3 – Falava com arrogância – I Sm 17.8,10-11 – Da mesma forma fará o Anticristo.

“FOI-LHE DADA UMA BOCA QUE PROFERIA ARROGÂNCIAS E BLASFÊMIAS, E AUTORIDADE PARA AGIR 42 MESES; E ABRIU SUA BOCA EM BLASFÊMIAS CONTRA DEUS, PARA LHE DIFAMAR O NOME E DIFAMAR O TABERNÁCULO, A SABER, OS QUE HABITAM NO CÉU” – Ap 13.5-6

4 – Inicialmente, ninguém ousava lutar contra Golias – Inicialmente, ninguém ousará enfrentar o Anticristo - “...E TODA A TERRA SE MARAVILHOU, SEGUINDO A BESTA; E ADORARAM O DRAGÃO PORQUE DEU A SUA AUTORIDADE À BESTA; TAMBÉM ADORARAM A BESTA, DIZENDO: QUEM E SEMELHANTE À BESTA? QUEM PODE PÉLEJAR CONTRA ELA?” – Ap 13.3-4.

5 – Golias tinha um escudeiro que ia adiante dele – I Sm 17.7, 41.-A Besta da terra (= Falso Profeta) é a escudeira da Besta do Mar (= Anticristo) – Ap 13.

6 – A luta de Golias era com Israel – Da mesma forma a luta do Anticristo - Zc 12 e 14

7 – Davi diz que as aves do céu vão comer a carne de Golias – I Sm 17.46 – Em Apocalipse 19.17-18, um anjo convida as aves do céu para comerem a carne das nações que estão contra Israel.

V – AS 7 FRASES DE DAVI – Antes de se encontrar com Golias, Davi falou 6 vezes – sua 6.ª fala reflete a situação do homem sem Deus, o velho homem. Davi reclama que não consegue caminhar com a armadura de Saul. O velho homem, com sua roupagem de pecado, nunca vencerá o mundo. Então Davi deixa a capa de Saul e segue apenas confiando em Deus (essa é a atitude do novo homem)!

Ao se encontrar com Golias, Davi falou pela 7.ª vez – com uma ousadia que fez o gigante tremer.

“Tu vens a mim com espada, com lança e com escudo; mas eu venho a ti em nome do Senhor dos exércitos, o Deus dos exércitos de Israel, a quem tens afrontado. Hoje mesmo o Senhor te entregará na minha mão; ferir-te-ei, e tirar-te-ei a cabeça; os cadáveres do arraial dos filisteus darei hoje mesmo às aves do céu e às feras da terra; para que toda a terra saiba que há Deus em Israel; e para que toda esta assembléia saiba que o Senhor salva, não com espada, nem com lança; pois do Senhor é a batalha, e ele vos entregará em nossas mãos.”
(I Samuel 17.45-47)

* A expressão “SENHOR DOS EXÉRCITOS” aparece 287 vezes na Bíblia (41 x 7). Destas, aparece 7 vezes nos Salmos.

VI – AS 5 PEDRAS – Por que Davi apanhou exatamente 5 pedras?

1 – Somente uma foi necessária para derrubar o gigante – Só existe Alguém em toda a história que foi comparado à uma pedra - JESUS. É bom lembrar também que no monte da tentação, Jesus tinha à disposição os 5 livros da Lei, mas usou somente um contra Satanás (Os três versículos citados por Jesus estão escritos no 5.º livro da Lei).

“A PEDRA QUE OS CONSTRUTORES REJEITARAM, ESSA VEIO A SER A PRINCIPAL PEDRA ANGULAR...TODO O QUE CAIR SOBRE ESTA PEDRA FICARÁ EM PEDAÇOS; E AQUELE SOBRE QUEM ELA CAIR FICARÁ REDUZIDO A PÓ” – Mt 21.42,44.

a) Jesus, a Pedra de Tropeço e Rocha de ofensa – rejeitada por Israel – Is 8.14-15; Rm 9.32-33; I Co 1.23; I Pe 2.8.

b) Jesus, a Pedra Fundamental e a Pedra angular – onde a Igreja está edificada – I Co 3.11; Ef 2.20-22; I Pe 2.4-5.

c) Jesus, a Pedra Esmagadora, cortada sem auxilio de mãos – para destruição dos poderes gentios anticristãos – Dn 2.

2 – As 4 pedras restantes da sacola de Davi representam o povo de Deus retirado de todas as nações – Ap 5.9; I Pe 2.5. O número 4 simboliza o mundo.

3 – Por que Davi pegou as pedras no ribeiro? – Porque todos os filhos de Deus foram purificados por meio da lavagem de água, pela Palavra – Ef 5.26; Jo 7.37-38.

4 – Como Davi guardou as pedras no seu alforje antes de lutar contra Golias, a Igreja de Jesus será levada para o “alforje celestial” antes da guerra de Armagedom. E da mesma forma que Davi saiu ao encontro do Gigante com as 5 pedras guardadas, os santos virão com Jesus, em Sua Segunda Vinda para a batalha final – I Sm 17.40;1 Tess 4.16-18.

5 – A pedra também simboliza Jerusalém vitoriosa contra todos os seus inimigos – “NAQUELE DIA FAREI DE JERUSALÉM UMA PEDRA PESADA PARA TODOS OS POVOS EM REDOR” – Zc 12.2-3.

Aconteça o que acontecer, as seguintes palavras serão cumpridas plenamente em breve.

“Eis que vem um dia do Senhor, em que os teus despojos se repartirão no meio de ti. Pois eu ajuntarei todas as nações para a peleja contra Jerusalém; e a cidade será tomada, e as casas serão saqueadas, e as mulheres forçadas; e metade da cidade sairá para o cativeiro mas o resto do povo não será exterminado da cidade.
Então o Senhor sairá, e pelejará contra estas nações, como quando peleja no dia da batalha. Naquele dia estarão os seus pés sobre o monte das Oliveiras, que está defronte de Jerusalém para o oriente;...”

Zacarias 14.1-4. 

A RELAÇÃO ENTRE A APRESENTAÇÃO DE JESUS EM APOCALIPSE 1 E A FIGURA DO CANDELABRO JUDAICO

Em Apocalipse 1.º há 7 revelações e títulos sobre Jesus que são citados pelos profetas do Antigo Testamento de uma forma bastante original.

Apocalipse 1.5 = Isaias 55.4 – FIEL TESTEMUNHA

Apocalipse 1.7 = Daniel 7.13 – VEM SOBRE AS NUVENS

Apocalipse 1.7 = Zacarias 12.10 – AQUELE A QUEM TRASPASSARAM

Apocalipse 1.8 = Isaias 41.4; 44.6; 48.12 – EU SOU O PRIMEIRO E O ÚLTIMO

Apocalipse 1.11-12 = Zacarias 4.2 – NO MEIO DOS CASTIÇAIS

Apocalipse 1.13-15 = Daniel 7.9,13,22 – CABELOS BRANCOS COMO A LÃ

Apocalipse 1.6 = Isaias 49.2 – QUE TEM A ESPADA AFIADA

O que há de original aqui? É que a ordem em que as expressões foram citadas pelos profetas formam a figura do candelabro judaico de 7 lâmpadas. Observe:



SERIA APENAS UMA COINCIDÊNCIA?

 MAIS SEGREDOS MATEMÁTICOS ENVOLVENDO O NOME DE JESUS E O NÚMERO 37


Já sabemos que os números mais usados no Plano de Deus são 3 e 7; já conhecemos o estranho esquema numérico envolvendo o versículo mais importante sobre a origem do Universo (Gênesis 1.1). Porém, quanto mais nos aprofundamos na Numerologia Bíblica novos segredos surgem.

Na figura acima temos o valor da palavra TRÊS (62) somado com o valor da palavra SETE (49), em nossa língua portuguesa. Os antigos hebreus e gregos não tinham sinais para os algarismos e por isso usavam as letras. Porém, nós somos diferentes. Mesmo assim, nosso alfabeto possui uma ordem invariável e por isso numeramos as letras conforme o número de ordem das 26 letras do nosso alfabeto (A vale 1, B vale 2, etc.). E para nossa surpresa, as palavras TRÊS e SETE possuem juntas o valor de 111 (exatamente um múltiplo exato de 37). Coincidência?

Todas as calculadoras (inclusive a dos computadores) mostram os 9 algarismos em grupos de 3, conforme a figura acima.
Existe alguma razão oculta? Mesmo sem querer, os homens estão obedecendo ao mesmo misterioso padrão numérico bíblico, como iremos provar agora. Se somarmos os números (em grupos de 3) com o seu contrário, teremos sempre um múltiplo exato de 37. Exemplo: 789 + 987 = 888 (24 x 37).

Mas isso não é tudo. Veja a próxima figura:


O quadro acima tem três colunas: PRINCIPIO, MEIO e FIM. Os números que formam a coluna PRINCIPIO (147), somados com seu contrário (741) geram 888, exatamente o valor do Nome de Jesus.

A terceira coluna (369) gera o valor 1332 (exatamente o valor da frase bíblica usada 3 vezes por Jesus em Apocalipse: “EU SOU O ALFA E O ÔMEGA” (Ap 1.8).

E aqui temos mais uma prova de que até as palavras originais da Bíblia foram inspiradas por Deus e não somente as idéias. Em todas as versões do Apocalipse no original grego, a palavra ÔMEGA não está escrita por extenso, mas aparece apenas a letra grega Ω. Por que?

Não existe uma explicação natural para isso, pois a palavra ALFA está escrita na forma normal, enquanto que ÔMEGA aparece somente a letra. A Numerologia Bíblica possui uma resposta. A palavra ÔMEGA tem (em grego) o valor de 849, enquanto a letra Ω sozinha vale 800. Havia quatro possíveis formas do escritor bíblico escrever a expressão usada por Jesus:

a) EU SOU O ALFA E O ÔMEGA
b) EU SOU O A E O Ω.
c) EU SOU O ALFA E O Ω.
d) EU SOU O A E O ÔMEGA.

Das quatro formas somente uma (a letra C) teria como valor numérico um número múltiplo exato de 37. E foi exatamente a alternativa usada por João (e evidentemente inspirada pelo Espírito Santo).

“Ó profundidade das riquezas, tanto da sabedoria, como da ciência de Deus! Quão insondáveis são os seus juízos, e quão inescrutáveis os seus caminhos! Pois, quem jamais conheceu a mente do Senhor? ou quem se fez seu conselheiro?Ou quem lhe deu primeiro a ele, para que lhe seja recompensado? Porque dele, e por ele, e para ele, são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém.”
(Romanos 11.33-36). 

UM MISTÉRIO NUMÉRICO NO NOME DE JESUS

Em artigos anteriores mostramos o misterioso esquema numérico envolvendo os números 3 e 7 no primeiro versículo da Bíblia. A respeito leia (neste blog) a série de mensagens, intitulada: AS 7 PRIMEIRAS PALAVRAS DA BÍBLIA – A RELAÇÃO ENTRE NUMEROLOGIA E PROFECIA.

Porém existem muitos mais mistérios envolvendo o número 37 e a Palavra de Deus. Hoje revelaremos mais alguns.

O nome mais importante da Bíblia é o Nome de Jesus e Este Nome apresenta o mesmo fator numérico de Gênesis 1.1. Vejam as figuras abaixo:



Observem que tanto a palavra JESUS como a palavra CRISTO é múltipla de 37.

Outra coisa intrigante é que a soma dos algarismos dos valores do nome de Jesus Cristo é igual a 37. E tem mais: As letras do nosso alfabeto não possuem valores numéricos, porque nós temos os algarismos para representarem os números. Porém, como toda letra possui um número de ordem (que nunca muda), descobrimos que o Nome de Jesus em português tem o valor numérico com o mesmo fator misterioso 37. O incrivel é que em inglês o nome JESUS se escreve da mesma forma e possui o mesmo valor 74. Como o inglês é uma lingua internacional essa coincidência numérica pode se mostrada no mundo todo.

Agora veja só: Se multiplicarmos o valor do nome de Jesus Cristo (2368) por 385.643.195.270.859.547, teremos exatamente os valores exatos das 7 primeiras palavras da Bíblia (observe que o número citado começa com 3 e termina com 7).

Quer mais detalhes sobre isso? Procure neste Blog um pequeno texto intitulado: EVIDÊNCIAS DE UM PROJETO, onde mostro (usando imagens e gráficos) os intrigantes esquemas numéricos relacionando o Nome de Jesus com o versículo mais importante sobre a Criação do Universo.

Como poderemos explicar isso? Coincidência? Acaso? Um projeto elaborado? Por que? Para que? Por quem?


“NO PRINCIPIO ERA O VERBO...”

Se Gênesis 1.1 é o versículo mais importante sobre a criação do Universo, João 1.1 é o mais importante sobre a origem de Jesus. Certamente os dois possuem uma forte relação numérica. João 1.1 é um dos versículos mais importantes sobre a Divindade de Jesus Cristo. Seu valor numérico (de acordo com o alfabeto grego) é:
3627 (veja na tabela acima). O que esse número tem de especial (além de começar com 3 e terminar com 7)? Ele é a multiplicação de dois números opostos (parecidos com o caso de Gênesis 1.1 (37 x 73): João 1.1 vale 3627 = 39 x 93 (veja a tabela). A palavra AMOR tem (em hebraico) o valor de 13 e em grego de 93 (veja a prova na tabela acima).

Se Deus é amor e Jesus é Deus não é de admirar que o versículo mais importante sobre a origem de Jesus tenha o fator numérico ligado à palavra AMOR. Agora veja com atenção a figura abaixo:


A palavra que aparece 3 vezes em João 1.1 é VERBO, e tem o interessante valor de 373 que, além de apresentar os dois números do Código Gênesis (3 e 7), tem ainda uma importante característica: É o 74.º Número Primo, e 74 é a mesma coisa que 37 + 37. Nada é por acaso!

Se somarmos os valores de Gênesis 1.1 (2701) + João 1.1 (3627), teremos: 6328, que é o anagrama do número 2368 (o valor do nome JESUS CRISTO).

Outro mistério: 3 x o valor da primeira palavra do primeiro versículo da Bíblia + 3 x o valor da última palavra do mesmo versículo é exatamente igual ao valor numérico de João 1.1.

Será que esses cálculos são apenas manipulações numéricas ou são evidências de um projeto elaborado antes da Criação do mundo? Em breve traremos mais revelações sobre a Maravilhosa Matemática Bíblica.

11 - A MARCA DO FRACASSO DA HUMANIDADE

Desde o terrível ataque terrorista aos Estados Unidos, muitas teses foram apresentadas, muitas teorias conspiratórias, muitas coisas estranhas, muitas curiosidades numéricas, etc. Certamente muitos conhecem a estranha ocorrência do número 11 nos acontecimentos relacionados ao ataque covarde. Mas poucos conhecem seu real significado.

01 – A tragédia ocorreu no dia 11 de Setembro.

02 – Somando-se o número do mês (9) com o dia (1+1) temos outro 11.

03 – O número do vôo do primeiro avião a se chocar contras as torres era justamente 11.

04 – O número do vôo do avião lançado contra o Pentágono era 77 (7 x 11).

05 – A torre Norte do World Trade Center tinha 110 andares (10 x 11).

06 – A torre Sul também tinha 110 andares.

07 – As duas torres ao longe formavam um gigantesco número 11.

08 – O número de tripulantes do primeiro avião a se chocar contras as torres era justamente 11.

09 – O número de passageiros desse primeiro avião era 81, que somado aos tripulantes (11), dá 92. 9 + 2 é igual a outro 11.

10 – 11 de Setembro é o 254.º dia do ano (2 + 5 + 4 = 11).

11 – Após 11 de Setembro restam apenas 111 dias no ano.

12 – Nova York foi o 11.º estado a ser incorporado à União, quando os EUA lutavam pela Independência.

13 – Outra coincidência misteriosa: 11 + 11 x 11 + 11 = 253, que no calendário é equivalente ao dia 10 de setembro, véspera do dia 11.

14 – No segundo avião a se chocar contra as torres, havia 65 pessoas. 6 + 5 = 11.

15 - Após o desabamento das Torres Gêmeas, as crianças nas proximidades foram removidas para uma escola “a salvo” na Rua 11.

16 – A única balsa que ficou em operação foi a de número 11, na Rua 33 (3 x 11).

17 – O Presidente Bush ordenou que as bandeiras americanas fossem hasteadas a meio-pau até 22 de setembro, ou seja, durante 11 dias.

18 – O telefone de emergência nos Estados Unidos é 911 (somados entre si dá 11).

19 – A distância entre Washington (capital dos EUA) e Cabul (capital Afegã) é de 11.100 km.

20 – Quando seu pai morreu em 1968, Osama Bin Laden e sua família possuíam 11.000.000.000 de dólares.

21 – Em agosto de 1996, Bin Laden publicou um manifesto que declarava guerra à América. Adivinhem quantas páginas tinha esse manifesto? Isso mesmo: 11 páginas!

22 – O nome do presidente americano que enfrentou o pior ataque terrorista da História é sempre apresentado com 11 letras (GEORGE W. BUSH).

Afinal, o que o número 11 significa na Bíblia? Na Bíblia ele está relacionado a MEDO, FRACASSO ou ALGUMA COISA INCOMPLETA.

O número do povo de Deus é 12. São 12 as tribos de Israel e a Igreja de Cristo foi formada inicialmente por 12 homens (apóstolos). Quando Judas Iscariotes se suicidou os discípulos logo escolheram um 12.º apóstolo. O número não podia ficar em 11. Assim, o 11 tem o sentido de igreja incompleta (ou falsa). Ele fica entre dois números importantes na Bíblia (10 e 12). A Bíblia adverte no seu último livro:

“Eu, a todo aquele que ouve as palavras da profecia deste livro, testifico: Se alguém lhes fizer qualquer acréscimo, Deus lhe acrescentará os flagelos escritos neste livro; e, se alguém tirar qualquer cousa das palavras do livro desta profecia, Deus tirará a sua parte da árvore da vida, da cidade santa e das cousas que se acham escritas neste livro”. Apocalipse 22.18 e 19.

Os 10 mandamentos estão completos (um 11.º é um acréscimo irritante aos olhos de Deus); as 12 tribos ou os 12 apóstolos menos 1 estão incompletos. Vejamos alguns exemplos de coisas negativas relacionadas ao número 11, na Bíblia:

1. A PRIMEIRA TORRE NA BÍBLIA APARECE NO CAPÍTULO 11 DE GÊNESIS, OU SEJA: O 11.º CAPÍTULO DA BÍBLIA. Essa torre de Babel foi a primeira tentativa do homem implantar um governo mundial em rebelião contra Deus.

2. CANAÃ (QUE NOÉ AMALDIÇOOU) TEVE 11 FILHOS;

3. ESAÚ TEVE 11 FILHOS; mais tarde seus descendentes se tornaram cruéis inimigos de Israel até hoje.

4. NA MORTE DE JESUS, SÓ HAVIA 11 DISCÍPULOS; foi um momento de medo, angústia e grande tristeza.

5. JEOAQUIM REINOU 11 ANOS, ATÉ NABUCODONOSOR SUBIR CONTRA ELE E COMEÇAR SUA OBRA DE DESTRUIÇÃO EM JERUSALÉM;

6. ZEDEQUIAS REINOU 11 ANOS ATÉ QUE NABUCODONOSOR DESTRUIU JERUSALÉM;

7. QUANDO JACÓ PASSOU POR SUA GRANDE ANGÚSTIA, TINHA SOMENTE 11 FILHOS – Gênesis 32; essa é justamente a primeira passagem bíblica a mencionar o número 11.

8. A FOME VEIO SOBRE O MUNDO QUANDO JACÓ ESTAVA COM APENAS 11 DOS SEUS 12 FILHOS – Gênesis 40-45;

9. O ANTICRISTO É CHAMADO NA BÍBLIA DE 11.º CHIFRE – Daniel 7.8.

10. A MAIOR TRAGÉDIA DO POVO DE ISRAEL COMEÇOU COM A SUA DIVISÃO EM DOIS REINOS NOS TEMPOS DE SALOMÃO. ESSA DIVISÃO DURA ATÉ HOJE (MAS ACABARÁ QUANDO CRISTO VOLTAR). BEM, TUDO OCORREU POR CAUSA DA IDOLATRIA DE SALOMÃO, E O FRACASSO DESSE GRANDE REI É RELATADO JUSTAMENTE NO CAPITULO 11 DO 11.º LIVRO DA BÍBLIA (I REIS); E JUSTAMENTE NO VERSÍCULO 11 DEUS PROMETE DIVIDIR O REINO DE SALOMÃO POR CAUSA DE SUA GRANDE IDOLATRIA! O MAIOR FRACASSO DE DAVI (SEU ADULTÉRIO COM BATE-SEBA) ACONTECEU JUSTAMENTE NO CAPITULO 11 DO LIVRO ANTERIOR (II SAMUEL).

11. DURANTE SEU MINISTÉRIO TERRENO RELATADO NOS EVANGELHOS, JESUS MENCIONOU A PALAVRA “INFERNO” EXATAMENTE 11 VEZES.

Veja essa: A revista ÉPOCA publicou no dia seguinte à tragédia uma edição extra sobre os atentados terroristas. O número dessa edição foi 173A. 1 + 7 + 3 = 11. Nas páginas 4 e 5 mostrava (numa foto gigantesca) as torres em chamas, e a manchete era somente uma palavra: INFERNO.

HÁ UMA MISTERIOSA RELAÇAO ENTRE O NÚMERO 11 E OS GRANDES ACONTECIMENTOS HISTÓRICOS DOS SÉCULOS RECENTES

SERÁ QUE:

01 – Foi somente coincidência a invasão do Iraque ao Kwait acontecer em 1990, ou seja, 11 anos antes do ano dos ataques terroristas aos EUA (2001), e 11 anos após a Revolução Islâmica no Irã (em 1979)?

02 - Foi somente coincidência a II Guerra Mundial (1939) ter começado 22 anos depois da Revolução Russa (1917), ou seja 11 + 11 anos depois?

03 - Foi somente coincidência a Quebra da Bolsa de Nova York (em 1929) mergulhando o mundo numa crise financeira terrível e dando o impulso para que Adolf Hitler assumisse o poder na Alemanha, acontecer justamente 11 anos depois do fim da I Guerra Mundial (em 1918)?

04 - Foi somente coincidência a Guerra do Golfo (em 1991) ter acontecido exatamente 77 anos (7 x 11) depois do inicio da I Guerra Mundial (em 1914)?

05 - Foi somente coincidência a Guerra do Sinai entre Israel e os árabes (em 1956) ter ocorrido 11 anos após a tragédia de Hiroshima (em 1945) e 11 anos antes da Guerra dos 6 dias entre Israel e os árabes em 1967?

06 - Foi somente coincidência essa Guerra dos 6 dias ter acontecido 22 anos (11 + 11) antes da Queda do Muro de Berlim e da Cortina de Ferro comunista em 1989?

07 - Foi somente coincidência a Independência do Brasil em 1822 (conseguida pelo Imperador D. Pedro I, ilustre Mestre de uma Loja Maçônica no Rio de Janeiro) ter acontecido exatamente 33 anos depois da Revolução Francesa em 1789 (provocada inclusive por intelectuais maçons)? Não se esqueça que o grau 33 é o mais alto da Maçonaria tradicional.

08 - Foi somente coincidência a assinatura da Lei Áurea pela princesa Isabel que provocou a libertação dos escravos, ter acontecido em 1888, ou seja, 66 anos (6 x 11) após a Independência do Brasil?

09 - Foi somente coincidência a União das Repúblicas Socialistas Soviéticas ter sido criada em 1922, sendo 11 anos antes de Adolf Hitler assumir o poder na Alemanha em 1933?

10 - Foi somente coincidência o fato do grande golpe dos aliados contra os nazistas na II Guerra Mundial em 1944 ter acontecido exatamente 11 anos após a ascensão de Hitler ao poder?

11 - Foi somente coincidência o maior passo dos Estados Unidos para o domínio mundial ter acontecido em 20 de julho de 1969, com a chegada do homem à lua na missão chamada APOLO 11?

12 – E foi somente coincidência isto acontecer 55 anos (5 x 11) após o inicio da I Guerra Mundial (1914)? Além do mais 1969 é a multiplicação exata de 179 x 11, e 1914 é 174 x 11. Outra coincidência?

13 - Foi somente coincidência Helena Petrovna Blavatsky ter fundado a Sociedade Teosófica (uma das organizações ocultistas mais poderosas e influentes dentro da Nova Era) em 1875, 99 anos depois da Independência dos Estados Unidos em 1776? 99 é 9 x 11. Não nos esqueçamos que Hitler foi grandemente influenciado pela DOUTRINA SECRETA escrita por Madame Blavatsky.

O ataque terrorista em Madri (ESPANHA) ocorreu (como todos sabem) em 11 de março de 2004. Por que 11 de março? 11 de março de 2004 não é somente um dia qualquer envolvendo o número 11, mas é exatamente o 913.º dia desde 11 de setembro de 2001. E 913 é um múltiplo exato de 11, ou seja: 83 x 11. (e 83 também dá 11). O intrigante é que, entre 11 de setembro de 2001 e 11 de março de 2004, SÓ EXISTEM OUTRAS TRÊS DATAS QUE TENHAM AS MESMAS CARACTERÍSTICAS DE 11/03/2004.

É evidente que, contando de 11/09/2001 há muitos dias no calendário cuja ordem é múltipla de 11 (como por exemplo, o dia 13 de outubro de 2001, que é o 33.º dia, e 33 é 3 x 11). Mas para coincidir o número do dia e o número de ordem (com múltiplos de 11), há somente quatro datas desde 11/09/2001:

a) 11 de fevereiro de 2002 – que é o 154.º dia, ou seja, 14 x 11;
b) 11 de outubro de 2002 – que é o 396.º dia, ou seja, 36 x 11;
c) 11 de novembro de 2003 – que é o 792.º dia, ou seja, 72 x 11;
d) 11 de março de 2004 – que é o 913.º dia, ou seja, 83 x 11.

Portanto, entre 2001 e 2004 havia quatro datas envolvendo o número 11, com o mesmo padrão, e dessas quatro, 11 de março era A MAIS FAVORÁVEL. Por quê? Porque é a única das quatro cujo fator multiplicativo por 11 também gera um 11, ou seja, 83 gera 11 (8 + 3). Será que tudo isso são apenas coincidências ou significa algo? Eu tenho uma opinião formada sobre isso. E você? 

A "LEI DOS SETES"

No século XIX, na Alemanha, um judeu chamado Oscar Goldberg criou uma lei denominada LEI DOS SETES, quando descobriu um esquema de setes na estrutura da Bíblia (já temos visto centenas de exemplos aqui). Esse sábio judeu fez uma descoberta interessante, enquanto examinava os textos originais da Bíblia. Ele chamou sua descoberta de “lei dos setes”, a qual consiste do seguinte: EM UM TEXTO QUE FORMA UM TODO, O NOME DE UM PERSONAGEM PRINCIPAL OU DE UM TEMA PRINCIPAL DA PASSAGEM BÍBLICA É CITADO 7 VEZES OU EM MÚLTIPLOS EXATOS DE 7. Quando era necessário citar o personagem ou palavra central mais de uma vez no texto, às vezes o escritor mudava de estilo, ou colocava a palavra em múltiplo de 7, ou seja, 14, 21, etc.

Por exemplo, no trecho sobre a criação do mundo (Gn 1 a 2.1-4), o nome de DEUS é citado 35 vezes (5 x 7); No trecho sobre o Dilúvio(Gn 6 – 8), a palavra ARCA aparece 14 vezes; Ao todo, o Sagrado Nome Divino (YHWH, ou JAVEH) é citado 1.820 vezes nos cinco livros da Lei. 1820 é 260 x 7.

A expressão “O SENHOR FALOU A MOISÉS” aparece 42 vezes no livro de Êxodo (6 x 7), dividida em duas partes: 21 vezes do capítulo 1ao 12 (antes da libertação de Israel) e 21 vezes do restante do capítulo 12 até o final do livro.

O nome de MOISÉS é citado 847 vezes na Bíblia toda, ou seja, 121 x 7. Em Apocalipse, aparece somente UMA VEZ. Mas sem essa citação, não teríamos 847, ou sendo uma citação a mais, passaria de 847. Ao que tudo indica UMA MENTE ÚNICA inspirou os escritores da Bíblia.
Ainda Moisés: Seu nome aparece 7 vezes nos Salmos (Salmos 77, 99, 103, 105 e 106). Observe que a soma dos números desses Salmos é exatamente 490, ou seja, 70 x 7.

No relato da criação, a palavra TERRA aparece 21 vezes (3 x 7), as palavras FIRMAMENTO, ALMA VIVENTE e ÁGUA aparecem 7 vezes, cada uma; a expressão “SOBRE A TERRA” 7 vezes.

É importante enfatizar que não somente palavras obedecem à essa “lei dos setes”, mas frases inteiras. No trecho sobre o Maná (Êxodo 16), a expressão “PÃO DO CÉU” aparece 7 vezes, “FILHOS DE ISRAEL” aparecem 7 vezes e “DEUS QUEM DÁ O PÃO”, 21 vezes. 

O QUE AS PROFECIAS BÍBLICAS SIGNIFICAM PARA VOCÊ?

A Bíblia é um livro de profecias. Essas predições foram reveladas não para matar a curiosidade do homem sobre o futuro, mas para demonstrar a perfeição do Plano de Deus e para provar a realidade da SEGUNDA VINDA DE CRISTO. Desde a década de 40 (do século que terminou recentemente) até agora estamos sendo confrontados diariamente com centenas de profecias antigas em cumprimento. Vejamos algumas delas.

AS PROFECIAS BÍBLICAS AFIRMAM CLARAMENTE QUE JESUS CRISTO VOLTARÁ PARA ESTABELECER O SEU REINO NA TERRA, QUANDO:

01 – OS JUDEUS ESTIVESSEM DE VOLTA À SUA ANTIGA PÁTRIA, APÓS PASSAREM CENTENAS DE ANOS DISPERSOS ENTRE AS NAÇÕES (Ezequiel caps. 36 e 37) – Em 14 de Maio de 1948 foi criado o moderno Estado de Israel, e já retornaram judeus de mais de 120 países. O retorno dos judeus para sua terra no final dos tempos é uma das profecias mais claras da Bíblia. Na verdade existem centenas de referências somente sobre este tema.

02 – QUANDO A CIDADE DE JERUSALÉM VOLTASSE PARA O CONTROLE DOS JUDEUS (Zacarias caps. 12 e 14; Lucas 21.24) – Durante 2553 anos Jerusalém foi dominada por várias nações pagãs (Babilônia, Pérsia, Grécia, Roma, Turcos, Árabes, etc.), até o dia 07 de Junho de 1967, quando, durante a Guerra dos 6 dias entre Israel e mais de 6 países árabes, ela voltou para as mãos dos judeus.

03 – QUANDO, NA EUROPA, OS MESMOS PAISES QUE ESTAVAM UNIDOS NA PRIMEIRA VINDA DE CRISTO (FORMANDO O IMPÉRIO ROMANO) VOLTASSEM A SE UNIR, FORMANDO UM ÚLTIMO IMPÉRIO MUNDIAL, SOB O COMANDO DE UM LÍDER DIABÓLICO CHAMADO DE ANTICRISTO (Daniel caps. 2 e 7; Apocalipse 13 e 17) – No ano de 1957 seis países europeus resolveram fazer uma aliança. Com o passar dos anos, esse grupo foi aumentando e hoje já conta com 25 países, tem uma moeda em comum (O EURO), uma bandeira em comum, uma constituição em comum (em elaboração), e o plano de unir o mundo todo sob o comando de um só líder. Coincidências?

04 – QUANDO, HOUVESSE UMA TECNOLOGIA QUE PERMITISSE O CONTROLE TOTAL DE TODA A POPULAÇÃO DO MUNDO (Apocalipse 13) – Esse sempre foi o sonho dos ditadores. A Bíblia diz que isso IRÁ ACONTECER. Mas como controlar todos os habitantes do planeta terra de tal forma que quem quiser negociar (comprar ou vender alguma coisa) só faça isto se estiver cadastrado no sistema mundial? Hoje isto é fácil demais de se realizar, pois os governos sabem quase tudo sobre seus cidadãos e a vida de quase todo mundo está dentro de um computador. O incrível é que esse cenário atual foi previsto há 2000 anos atrás. Certamente você já viu algumas reportagens mostrando a tremenda eficiência de um chip eletrônico escondido debaixo da pele humana (no braço ou na testa). Quem teria imaginado isso há 2000 anos atrás? Deus! O palco está preparado, falta somente o grande líder que comandará a cena (o Anticristo).

05 – QUANDO HOUVESSE UM MOVIMENTO PELA UNIÃO DE TODAS AS RELIGIÕES, E QUANDO O MUNDO TODO ESTIVESSE ABRAÇANDO AS ANTIGAS CRENÇAS PAGÃS DE BABILÔNIA (ASTROLOGIA, REENCARNAÇÃO, TERAPIAS MEDIÚNICAS, REGRESSÃO, CONTATOS COM ESPIRITOS-GUIAS, CONTATO COM SUPOSTAS ENTIDADES DO ESPAÇO (chamada na Bíblia de DEMÔNIOS), COMUNICAÇÃO COM OS MORTOS, REJEIÇÃO AOS PRINCIPIOS DO CRISTIANISMO, ETC.). Isso está acontecendo hoje ou é imaginação minha? Em Apocalipse 17 essa futura religião global (apoiada inicialmente pelo Anticristo) é chamada de PROSTITUTA BABILÔNICA. Seriam apenas coincidência que exatamente no ano de 1948 (ano em que os judeus voltaram para sua antiga pátria), foi criado na Holanda o CMI (Conselho Mundial de Igrejas), cujo principal objetivo é unir todas as religiões para formar uma religião única (não importando se entre elas há religiões que odeiam Jesus e adore demônios)? Atualmente o Movimento Ecumênico está cada vez mais forte.

06 – QUANDO HOUVESSE UMA AMEAÇA REAL DA EXTINÇÃO DA RAÇA HUMANA, QUANDO AS FORÇAS CLIMÁTICAS ESTIVESSEM CADA VEZ MAIS LOUCAS, QUANDO A DECADÊNCIA MORAL ESTIVESSE ABALANDO TODOS OS SETORES DAS FAMILIAS E DA SOCIEDADE,QUANDO O HOMOSSEXUALISMO ESTIVESSE SENDO ACEITO COMO COISA NORMAL, QUANDO O CONTATO ENTRE SERES HUMANOS E ESPÍRITOS (diga-se demônios) FOSSE CADA VEZ MAIS FREQUENTE, etc. – Há centenas de textos falando sobre isso (Mateus 24.22; Isaias 13; Apocalipse 9; Apocalipse 16; Gênesis 19; Lucas 17; Apocalipse 8; Isaias 24; Lucas 21.25-26; Gênesis 6; Mateus 24; I Timóteo 4.13.

07 – QUANDO AS NAÇÕES ÁRABES ESTIVESSEM AMEAÇANDO O POVO DE ISRAEL E O MUNDO, QUANDO A MORTE DA TERÇA PARTE DA HUMANIDADE FOSSE UMA AMEAÇA REAL, QUANDO OS CONFLITOS NO ORIENTE MÉDIO ESTIVESSEM CADA VEZ MAIS FREQUENTES (PRINCIPALMENTE NA REGIÃO DO GOLFO PÉRSICO), QUANDO O MUNDO TODO ESTIVESSE PREOCUPADO COM A CRISE ENTRE ISRAEL E OS ÁRABES - Apocalipse 9.13-18; Gênesis 16.12; Salmo 83; Zacarias 12 e 14; Ezequiel 38 e 39, etc.- Qualquer pessoa que hoje pegar um jornal, no noticiário internacional, e comparar com a Bíblia (principalmente nos livros proféticos), ficará impressionado.

É POR ISSO QUE O PRINCIPAL ALVO DE INVESTIGAÇÃO DO ARQUIVO 7 É A PROFECIA BÍBLICA. É ingenuidade demais (ou mesmo idiotice) negar os fatos, ou tentar deturpá-los com as desculpas de que “são apenas coincidências”, “imaginação fértil de fanáticos religiosos”, “coisas sem importância”, “interpretações forjadas”, “astutas manipulações religiosas”, etc. Como você encara as profecias bíblicas?

A RELAÇÃO ENTRE OS 7 ALGARISMOS ROMANOS E A SEGUNDA VINDA DE JESUS CRISTO

“Porque Deus lhes pôs nos corações o executarem o intento dele, chegarem a um acordo, e entregarem à besta o seu reino, até que se cumpram as palavras de Deus.” (Apocalipse 17.17).

O tema dos capítulos 13 e 17 de Apocalipse é o Império Anticristão Político-Religioso que se levantará contra Deus e o Seu povo nos últimos dias da história da Humanidade. Sabemos que o Império Romano terá um papel muito claro nos acontecimentos finais. O nome Roma não é citado no Apocalipse, mas a sombra dessa cidade aparece em muitos capítulos, especialmente no 17. De forma bastante clara – apesar de ser um enigma profético – Roma é apresentada nas seguintes palavras do anjo:

“Aqui está a mente que tem sabedoria. As sete cabeças são sete montes, sobre os quais a mulher está assentada;... E a mulher que viste é a grande cidade que reina sobre os reis da terra.” (Apocalipse 17.9,18). Só existe uma cidade mundialmente conhecida pelos seus famosos 7 montes, Roma. E era a única cidade capital do mundo na época em que o Apocalipse foi escrito. As palavras “A GRANDE CIDADE QUE REINA SOBRE OS REIS DA TERRA” são claras demais até para quem não tem nenhum conhecimento da linguagem apocalíptica.

Os nomes dos 7 montes são: AVENTINO, CAMPIDOGLIO, CELIO, ESQUILINO, PALATINO, QUIRINALE E VIMINALE.

Portanto, Roma é uma cidade profética, tal qual Jerusalém, embora sejam cidades antagônicas desde os tempos antigos. São dois pólos opostos. Na verdade, nos tempos finais Roma combaterá Jerusalém. Mas Jerusalém vencerá (Zacarias capítulos 12 e 14).

Existem, pelo menos, três coisas relacionadas a Roma (e envolvendo o número 7) que possuem uma forte implicação profética:

a) OS 7 MONTES

Que segundo Apocalipse 17.10 também representam 7 reis. “SÃO TAMBÉM SETE REIS: CINCO JÁ CAÍRAM; UM EXISTE; E O OUTRO AINDA NÃO É VINDO; E QUANDO VIER, DEVE PERMANECER POUCO TEMPO.” Esses 7 reinos se encaixam perfeitamente com os 7 impérios mundiais que oprimiram Israel durante os séculos (sendo que um ainda é futuro). Em artigos anteriores já falamos sobre isso.

“SÃO TAMBÉM SETE REIS (= reinos): CINCO JÁ CAÍRAM (= Egito, Assíria, Babilônia, Pérsia e Grécia); UM EXISTE (= Roma, na época em que foi escrito o Apocalipse); E O OUTRO AINDA NÃO É VINDO (= o último império, o reino da Besta, que está sendo formado em nossos dias); E QUANDO VIER, DEVE PERMANECER POUCO TEMPO (= esse último império, de acordo com os profetas, durará somente 7 anos).”

Ainda em Apocalipse lemos (cap. 17.11): “A BESTA QUE ERA E JÁ NÃO É, É TAMBÉM O OITAVO REI, E É DOS SETE, E VAI-SE PARA A PERDIÇÃO.”

Por que a Besta é o OITAVO e também o SÉTIMO rei? O sétimo reino está sendo formado (= a partir da União Européia), e o sétimo rei será o Anticristo na primeira fase. Então ele é dado como morto, recebe todo o poder de Satanás e retorna como o oitavo rei. Mas há outra interpretação: a Besta é o 7.º rei e Satanás (= o Dragão) é o 8.º. A relação entre a Besta e o Dragão é tão profunda que parece que os dois são a mesma pessoa. É uma imitação satânica da relação entre Deus-Pai e Deus-Filho (JESUS), pois embora ELES sejam DUAS PESSOAS DISTINTAS são, ao mesmo tempo, UM ÚNICO DEUS.

Portanto, desde a Antiguidade Roma é conhecida como a CIDADE DAS 7 COLINAS, e isso possui fortes implicações proféticas. Não é a toa que essa cidade seja uma das mais citadas nos livros de História, e não é por acaso que é citada (mesmo que de forma enigmática) nos livros proféticos de Daniel e Apocalipse. Roma testemunhou a Primeira Vinda de Jesus (em humildade e fragilidade humana). Agora irá testemunhar a Segunda Vinda de Jesus, e desta vez ELE VIRÁ EM GRANDE PODER E GLÓRIA. Há 2000 anos O Filho de Deus se ajoelhou diante de Roma. Agora Roma se ajoelhará diante DELE.

b) OS 7 REIS DA ANTIGA ROMA – Antes de Roma se tornar um Império Mundial foi governada por 7 reis (conhecidos mundialmente):

• Rômulo (753 - 716 a.C)
• Numa Pompílio (716 - 673 a.C)
• Túlio Hostílio (673 - 641 a.C)
• Anco Márcio (641 - 616 a.C)
• Tarquínio Prisco (616 - 578 a.C)
• Sérvio Túlio (Mastarna em etrusco) (578 - 534 a.C)
• Tarquínio, o Soberbo (534 - 509 a.C)

Embora esses 7 reis não tenham nada a ver com os citados em Apocalipse 17, devem, entretanto, possuir alguma ligação profética.

c) OS 7 ALGARISMOS ROMANOS

Aqui chegamos ao tema central deste artigo. São 7 os algarismos romanos (exatamente 7 e foram criados muito antes de existir o próprio Império). Será que existe algum significado profético neles? As coincidências são muitas. Leia o que vem a seguir e tire suas próprias conclusões.

Os 7 algarismos romanos continuam sendo utilizados em nossos dias, em relógios especiais, códigos e leis, nomes de Papas, etc. Com eles se pode escrever qualquer número, mesmo que seja um caminho mais complicado. Mas o mais interessante é que, oculto nos 7 algarismos romanos, há uma profecia ou uma lição que se enquadra perfeitamente com as profecias da Bíblia sobre o final dos tempos. 7 é o número de Deus ou da aliança entre Deus e o homem (6 + 1), porém 6 é o número do homem, o homem não regenerado, afastado de Deus, rebelde. Os 6 primeiros algarismos romanos formam um valor numérico espantoso. Observem:

I – Vale 1 V – Vale 5 X – Vale 10 L – Vale 50 C – Vale 100 D – Vale 500

Juntando somente estes 6 algarismos (1 + 5 + 10 + 50 + 100 + 500) teremos 666, o famoso número da Besta do Apocalipse, a tríplice rebelião do homem contra Deus na consumação dos séculos. Coincidência?

De acordo com os profetas, o reinado da Besta terá a duração de apenas 7 anos e terminará de maneira catastrófica, com a intervenção de Jesus na Sua Segunda Vinda. O reino que Cristo estabelecerá na terra, antes do julgamento final, terá a duração de 1000 anos, e por isso é chamado pelos estudiosos de MILÊNIO ou REINO MILENIAL. Esse número referente à duração do Reino de Cristo aparece 6 vezes no Apocalipse.

É bom esclarecer que o Reino de Cristo é eterno. Os 1000 anos serão apenas uma espécie de última prova para a humanidade, enquanto Satanás está aprisionado no abismo. Após a última rebelião e o último julgamento (que já estudamos antes), a terra será renovada com fogo, e Jesus Cristo reinará pelos séculos dos séculos.

Citamos 6 dos algarismos romanos, mas ainda falta um. Qual? O 7.º, isto é, a letra M, que vale exatamente 1000. Temos aqui uma profecia impressionante. Após o tempo da Besta (666, DCLXVI), virá o tempo de Cristo (M, 1000, MILÊNIO). Coincidência?

Atualmente, de acordo com nossas pesquisas, o tempo do homem na terra está se esgotando (Já se passaram 6000 anos de dramas, desde Adão), e começamos a pisar no 7.º Milênio. Serão apenas coincidências que o último império mundial esteja sendo formado em nossos dias? O tempo da letra M está chegando!

Mais um mistério:

Os 6 primeiros algarismos formam 666, que é um múltiplo de 6. (111 x 6).

Mas se acrescentarmos o 7.º algarismo (isto é, a letra M) teremos MDCLXVI, ou seja, 1666, que é exatamente um múltiplo de 7, por incrível que pareça. (238 x 7), e 238 também é múltiplo de 7 (34 x 7), e 34 dá 7.

É claro que os algarismos romanos foram criados pelos homens (e não segundo uma revelação divina até onde sei). Mas de acordo com o texto bíblico citado no inicio deste artigo, os homens (querendo ou não) tornam-se instrumentos do cumprimento das profecias. Apocalipse 17.17 diz que DEUS FAZ COM QUE OS HOMENS EXECUTEM O INTENTO DELE, ATÉ QUE AS PALAVRAS DELE (isto é, de Deus) SEJAM CUMPRIDAS. Todos os planos de dominação mundial (inclusive os de Satanás) coincidem (e deverão coincidir sempre) com o Plano de Deus expresso nas profecias. No final de tudo SÓ O CORDEIRO DE DEUS TRIUNFARÁ.

Torno a perguntar: Serão apenas coincidências numéricas? Você já sabe qual a minha opinião. E a sua?

A RESTAURAÇÃO DE ISRAEL E A MATEMÁTICA DA PROFECIA

Há um interessante padrão matemático nas profecias envolvendo Israel – a maior prova é a famosa profecia das 70 semanas (Daniel 9), que estudaremos qualquer dia desses. Vejamos agora, os planos numérico-proféticos envolvidos na Restauração Política de Israel e Jerusalém.

01 – OS NÚMEROS NA QUEDA E RESTAURAÇÃO DE ISRAEL

a) Jeremias 39, 52 e outras referências bíblicas revelam a data exata em que Jerusalém foi cercada pelo exército de Nabucodonosor no ano 586 a.C. (Dia 10 do 10.º mês do ano 9.º do reinado de Zedequias), e a data em que ela foi invadida (Dia 9 do 4.º mês do ano 11.º de Zedequias). Isso mostra claramente que antes da sua destruição, Jerusalém permaneceu exatos 539 dias cercada pelo exército babilônico. E isto é exatamente 77 x 7. Uma contagem perfeita. Coincidentemente (ou não) Babilônia foi destruída pelos Medos no ano 539 a.C. (segundo as datas mais tradicionais da História).

b) Após a Ascensão de Jesus, Jerusalém ainda permaneceu de pé durante 40 anos. Mas no ano 70 da Era Cristã (uma data bem determinada pela História), os romanos, comandados pelo general Tito, invadiram Jerusalém, derrubando o Santo Templo, e assassinando mais de um milhão de judeus. Começou aí o período da desolação completa de Israel.

c) Somente no período 1947-1948 é que aconteceu a Restauração Política de Israel – isso foi depois de 1878 anos, e esse número não é um múltiplo de 7. Isso significa que a Restauração de Israel em 1948 estava incompleta, pois os judeus ainda não tinham o controle total de Jerusalém. Israel sem Jerusalém não pode existir. Jerusalém é o coração da nação judaica, assim como o Templo é o coração de Jerusalém.

d) Qual o número que revela a imperfeição das coisas? O número 6, é claro. Estudamos e comprovamos anteriormente que 6 é o homem incompleto, sem Deus, da mesma forma que os 6 dias da semana sem o 7.º indicam uma semana incompleta. Agora, nessa luz, tudo se torna claro, e percebemos mais uma vez a perfeição da profecia. Quantos anos se passaram desde a destruição de Jerusalém pelos romanos e a Independência política de Israel? 1878 anos! Ora, 1878 não é múltiplo de 7, mas de 6; é 6 x 313! Isso é incontestável!

e) É bom notar que os algarismos de 313 formam o número 7. Aqui, temos mais uma compreensão dos mistérios numéricos. Quando 7 e 6 se encontram, isto significa CONFLITO. Vejamos a seguir alguns exemplos desse conflito.

02 - NÚMEROS EM GUERRA

Sabemos que o número 6 na Bíblia representa o homem sem Deus, e o 7 representa o homem com Deus, ou melhor dizendo, um homem de Deus. Quando o homem sem Deus (6) se junta com o homem de Deus (7) isto gera conflito. É a carne (6) contra o Espírito (7). Geralmente, na Bíblia, onde aparece o número 7 aparece também o 6, sempre envolvendo guerra.

a) Na carta do apóstolo Paulo aos Gálatas é mostrado o conflito entre o espírito e a carne (a pior das lutas, pois acontece dentro do coração do homem). O espírito do homem quer as coisas do céu, mas a carne impele para os desejos pecaminosos. Paulo mostra o contraste entre o fruto do Espírito e as obras da carne, e aconselha que o homem de Deus ANDE EM ESPÍRITO, PARA NÃO SATISFAZER OS DESEJOS CARNAIS (Gálatas 5.16).

b) O que pode acontecer quando se junta a perfeição (7) com a imperfeição (6)? Resposta: GUERRA! Quando um homem convertido (7) anda ao lado de um não convertido (6), isto gera conflito, pois nenhum aceita o estilo de vida do outro; ambos pertencem a reinos diferentes. E quando juntamos o número 6 com o número 7, podemos ter dois resultados: 6 + 7 = 13 ou 6 x 7 = 42. Ambos os números (13 e 42) tem significados negativos na Bíblia.

c) O número 13 (6 + 7) é o número da REBELIÃO - Esse número aparece pela primeira vez na Bíblia ao lado do verbo “REBELAR” (Gênesis 14.4) e a partir daí quase sempre quando aparece traz essa idéia.

d) O 13 aparece 6 vezes no livro de Ester, relacionado à tentativa de extermínio dos judeus pelo diabólico Hamã; a ordem para matar os judeus foi dada no dia 13 do 1.º mês; e os judeus se livraram dos seus inimigos no dia 13 do 12.º mês. Repito: em Ester o 13 é citado 6 vezes (dois números negativos!).

e) Por alguma razão o número 13 não é citado nenhuma vez no texto do Novo Testamento; No Apocalipse, são citados 13 inimigos do povo de Deus; 10 reis + duas bestas + um dragão (a trindade satânica + os 10 chifres da Besta); Na criação do Novo Estado de Israel em 1948, 13 nações votaram contra; O Diabo é chamado de Dragão 13 vezes no Novo Testamento.

f) De acordo com a Gematria (sistema usados pelos povos antigos, em que eram atribuídos valores numéricos às letras), os vários nomes, títulos e expressões relacionadas a Satanás na Bíblia estão ligadas ao número 13.

• Satanás, em hebraico = 364 (13 x 28)
• A expressão "que se chama Diabo e Satanás", que aparece em Apocalipse 12.9, em grego = 2197 (13 x 13 x 13);
• Dragão, em grego = 975 (13 x 75)
• Ophis, isto é, serpente, em grego = 780 (13 x 60)
• Tentador (em grego) = 1053 (13 x 81)
• Theerion,(Besta) = 247 (13 x 19)
• "A imagem da Besta" = 1482 (13 x 114)
• "A marca da Besta" = 2483 (13 x 191)
• "MISTÉRIO, BABILONIA, A MÃE DAS MERETRIZES E DAS ABOMINAÇÕES DA TERRA” (Título profético da Igreja anticristã, que apoiará o Anticristo, em Apocalipse 17) Valor em grego = 8138 (13 x 626).

g) Vejamos agora o outro número resultante da mistura de 6 com 7. O número 42 aparece na Bíblia especialmente ligado a CONFLITOS - Ele é citado 8 vezes na Bíblia e sempre envolvendo provação, destruição, conflito. Aparece DUAS vezes no Apocalipse:

1.º - no capítulo 13, onde diz que a Besta (= um futuro ditador mundial) perseguirá o povo de Deus durante 42 meses;

2.º - no capítulo 11, onde diz que os gentios (= nações pagãs) pisarão a cidade santa (=Jerusalém) durante 42 meses.

h) O povo de Israel foi provado por Deus desde que saiu do Egito até a Terra Prometida e tiveram de acampar 42 vezes em 42 lugares diferentes. Cada acampamento traz uma lição para o crescimento espiritual do Cristão na terra. Um detalhe interessante que não poderíamos deixar de apontar é o fato de que a Bíblia cita todos os números inteiros do 1 ao 42, de forma ininterrupta. Mas após o 42 há uma pausa, pois o 43 não aparece em lugar nenhum. Existe alguma razão? Certamente que sim, e recentemente cheguei às seguintes conclusões:

03 – OS NÚMEROS E A RESTAURAÇÃO FINAL

a) A viagem até Canaã teve 42 estágios. Após o 42.º passo, o povo de Israel finalmente pôde pisar na “terra que manava leite e mel”. Eles tinham alcançado o alvo. Deus havia cumprido sua promessa. No capítulo 1.º de Mateus, ele enumera uma série de gerações de Abraão à Jesus. São ao todo 42 gerações, divididas em três partes (14 + 14 + 14). Depois da 42.ª geração não há mais nada. Chegou o Messias, chegou o descanso da alma, chegou o tempo do refrigério. A longa espera chegou ao fim. Em Apocalipse 13 diz que a Besta (= Anticristo) perseguirá os santos (= judeus e novos cristãos) durante 42 meses. Serão 42 meses de intenso sofrimento. Mas após os 42 meses, Jesus descerá do Céu e trará a libertação ao Seu povo, e trará uma era de justiça e paz para toda a humanidade.

b) Está muito clara a razão da ausência do número 43 na Bíblia. Tudo se conclui com o 42 (que é 6 x 7). São 6 ciclos de 7 relacionados à espera, angústia e sofrimento, pois 6 é o número do homem. Mas o 43.º já é o inicio do 7.º ciclo de 7 (até o 49), e esse 7.º ciclo é da responsabilidade de Deus, é o tempo dEle agir.

c) É incrível como nenhum escritor bíblico citou o número 43 em lugar algum. É como se houvesse uma combinação entre eles (mas isso é impossível, pois a Bíblia foi escrita num período de 1600 anos, por cerca de 40 diferentes autores em diferentes lugares e circunstâncias. E como é que todos os seus livros se completam? Porque todos foram inspirados pelo mesmo Espírito Divino).

d) Aparece o número 34 na Bíblia, mas não o 43. O outro significado disso é que, já que 3 é o número do Céu e 4 o da Terra, a ordem das coisas sempre foi: 1.º o Céu; em 2.º lugar, a Terra. Em toda a Bíblia há pouquíssimos lugares em que a palavra Terra vem antes da palavra Céu. No Novo Testamento há somente UMA REFERÊNCIA. É em Apocalipse 20, quando diz que, no dia do Juízo Final fugirão da presença de Deus “Terra e Céu”.

e) Outro caso interessante: O próximo número a aparecer depois do 42 é o 45. Notavelmente, o 44 também está fora. Uma das razões claras é que, se 4 é o número da terra e 11 o do fracasso ou das coisas incompletas, 44 (4 x 11) significaria MUNDO FRACASSADO OU INCOMPLETO. Mas após o 42 (isto é, após o RETORNO DE CRISTO), o MUNDO SERÁ RESTAURADO, e A GLÓRIA DO SENHOR ENCHERÁ A TERRA COMO AS ÁGUAS COBREM O MAR. Não há mais lugar para esse mundo incompleto.

f) O número 44 é o contrário de 48, pois este (que é 4 x 12) significa um MUNDO PERFEITO, ou GOVERNO PERFEITO. Um dia o mundo (número 4) será agraciado com a presença da Jerusalém Celeste (a Santa Cidade que descerá do Céu). Ela está cercada do número 12 (12 portas, 12 pérolas, 12 anjos, 12 tribos, 12 apóstolos, 12 fundamentos, etc – Apocalipse 21).

g) É altamente significativo que o número 48 esteja junto ao 49 (que é 7 x 7), e que este esteja ligado ao 50, pois 50 significa ALEGRIA. A cada 7 anos, os judeus tinham um ano inteiro de descanso (O ANO SABÁTICO); a cada 49 anos (7 x 7), eles tinham DOIS ANOS SEGUIDOS DE DESCANSO. Era o chamado ANO DO JUBILEU (Levitico 25). O que acontecia durante o Jubileu? Era um tempo de descanso, libertação e alegria (Levítico 25), mas ao mesmo tempo simbolizava profeticamente o tempo em que Deus vai restaurar todas as coisas e o Reino de Cristo será estabelecido na terra, a partir de Jerusalém.

h) O completo significado do número 50 – Entre o 42 e o 48 temos O GOVERNO DE CRISTO NA TERRA. Não será um mundo perfeito, mas um governo perfeito num mundo imperfeito (pois o pecado ainda existirá, embora sob intenso controle). Após 1000 anos, haverá a última prova da Humanidade, e então tudo será renovado completamente. Haverá então NOVOS CÉUS E NOVA TERRA, e se cumprirá na sua totalidade o que disse o profeta Isaias (capítulo 61). Então chegará o tempo do 48 (O MUNDO INTEGRADO NA PERFEIÇÃO DIVINA), 49 (A PERFEIÇÃO MULTIPLICADA POR ELA MESMA) e do 50 (ALEGRIA COMPLETA NA PRESENÇA DO SENHOR). Depois do 50 não há 51, ou seja, este número não é citado na Bíblia. Isto significa: NÃO HAVERÁ MAIS CONTAGEM DE TEMPOS, POIS ENTRAREMOS NOS TEMPOS ETERNOS!

04 – A RESTAURAÇÃO DE ISRAEL EM NOSSOS DIAS OBEDECE AO PADRÃO NUMÉRICO PROFÉTICO

Desejo enfatizar que Israel foi restaurado politicamente em 1948, ou seja, 1878 anos depois de sua expulsão pelos romanos. 1878 é 313 x 6. Faltava ainda o controle sobre Jerusalém, o coração de Israel. Somente em 1967 isto aconteceu. Nisso vemos mais uma vez a perfeição das profecias.

a) Foi no 6.º mês do ano de 1967, quando Israel foi atacado novamente pelos árabes, liderados pelo Egito.A guerra durou 6 dias (de 5 a 10 de junho). E exatamente no dia 7, Israel alcançou sua maior vitória: RECONQUISTOU A PARTE ORIENTAL DE JERUSALÉM (a chamada parte antiga). A partir daí, JERUSALÉM INTEIRA voltou para as mãos de Israel! Observe as muitas aparições dos números 6 e 7 como que selando o conflito profético.

b) Agora, a restauração política de Israel estava completa. Quando aconteceu isso mesmo? Em 1967, ou seja, exatamente 1897 anos depois. E 1897 é 271 x 7, um cálculo perfeito. As profecias indicam que, quando Israel reconquistasse Jerusalém, chegaria ao fim o tempo das Nações (Lucas 21.24). Como Jerusalém é a bomba-relógio do Apocalipse, é bastante claro que a contagem regressiva começou em 07 de junho de 1967.

c) Os números 7 e 14 e a relação com a Restauração de Israel - A Independência de Israel aconteceu em 14 de maio de 1948; Já a Restauração de Jerusalém ocorreu em 07 de Junho de 1967.

d) Observe o que acontece se somarmos a data da Independência de Israel:

14 + 05 + 1948 = 1967 (= ano da restauração de Jerusalém).

E se fizermos a mesma coisa com a data da reconquista de Jerusalém pelos judeus:

07 + 06 + 1967 = 1980.

Em 30 de Julho de 1980, Jerusalém foi declarada a capital eterna e indivisível de Israel – nesse ano foi assinada a (assim chamada) Lei de Jerusalém.

e) No dia 07 de Junho de 1967 Israel recuperou Jerusalém, na Guerra dos 6 dias; exatamente 14 (2 x 7) anos depois, em 07 de Junho de 1981, Israel destruiu o reator nuclear iraquiano, que Saddam Hussein estava preparando para lançar contra Jerusalém. Em nossos dias há muitos exemplos de acontecimentos envolvendo Israel e os números proféticos. Em breve, na vontade de Deus, falaremos mais sobre isso.

 A INFLUÊNCIA DOS JUDEUS NA HISTÓRIA DA HUMANIDADE

01 – UM POVO GENIAL E ESPERTO

Recentemente, procurando despertar a curiosidade de um amigo para os mistérios das profecias bíblicas, aproximei-me dele e perguntei-lhe:

- Quem é o apresentador de televisão e empresário mais popular do país?
- O Silvio Santos – respondeu meu amigo imediatamente.
- E a mais popular loja de venda de eletrodomésticos e móveis?
- As Casas Bahia.
- E o cineasta mais famoso do mundo? Todos seus filmes são cheios de efeitos especiais e histórias cativantes?
- Steven Spielberg.
- E o homem considerado o maior cientista do mundo?
- Albert Einstein.
- E o mágico mais famoso do mundo, bastante conhecido na década de 90, e que veio, inclusive, ao Brasil?
- David Copperfield – respondeu meu amigo, depois de pensar um pouco. Respirei alguns segundos e continuei:
- E quem é o super-herói mais popular de todos os tempos?
- Com certeza é o Superman.
- Sim. Gerações passam, outras chegam, mas esse herói nunca perde o carisma. Os analistas acham muito esquisito tanta gente gostar de um super-herói que usa um uniforme ridículo, parecendo um papagaio enfeitado. Continuando. Cite outros heróis populares...
- Homem-Aranha, Hulk, Batman, X-Men, Quarteto Fantástico, etc. O que você pretende com essas perguntas?
- Você imagina o que eles têm em comum?
- A fama. Estou certo?
- Não.Há algo mais. Algo que tem deixado os estudiosos perplexos. Todos esses personagens que acabamos de citar são judeus. Por exemplo, o criador das Casas Bahia, Samuel Klein é um judeu que fugiu do Holocausto.
- O que?
- Sim, judeus, descendentes diretos de Jacó, filho de Isaque, filho de Abraão. Em outras palavras, os irmãos de sangue de Jesus.
- Incrível! Mas como entram na história o Superman, o Batman, o Homem-Aranha e os outros super-heróis?
- Dois judeus (Jerry Siegel e Joe Suster) criaram o Super-Homem; um judeu, Bob Kane, criou o Batman; Stan Lee, o mais famoso autor do mundo dos quadrinhos também é judeu, e é o criador do Homem-Aranha, Hulk, X-Men, Quarteto Fantástico, Demolidor, etc. E tem mais: O Capitão América (tão conhecido como os outros heróis) foi criado por dois judeus, Joe Simon e Jack Kirby.
- Quer dizer que o Superman é “primo” do Hulk, do Homem-Aranha, etc.? Que coisa esquisita! Qual a explicação para isso? Esses autores judeus são gênios?
- Não, há algo mais por trás. Recentemente a revista VEJA publicou uma reportagem sobre o mistério da genialidade judaica, e citou que, dentre 700 prêmios Nobel, 140 foram dados para os judeus. Como se sabe, o prêmio Nobel é o mais famoso prêmio dado aos cientistas do mundo todo, todos os anos, premiando quem fez alguma descoberta importante nas áreas da medicina, física, química, e ainda na literatura, economia e em prol da paz mundial. Os judeus já ganharam 52 prêmios Nobel em Medicina, 45 em Física e 28 em Química. Considerando que os judeus são apenas 0,2% da população mundial, isso é impressionante.
- Rapaz, eu nunca tinha pensado nisso. E por que é que o mundo odeia tanto os judeus, por que eles são tão discriminados?
- Só há um lugar onde podemos encontrar as respostas: NAS PROFECIAS BÍBLICAS.
- Profecias? O que isso tem a ver?
- Quer aceitemos ou não, a Bíblia diz que um dia os judeus irão governar o mundo, como príncipes, no tempo em que Jesus Cristo estiver visivelmente reinando sobre a terra, a partir de Jerusalém. Os judeus, também conhecidos como filhos de Israel, tem sofrido mais do que os outros povos, no decorrer da História. A história de Israel durante quase toda a Era Cristã está recheada de massacres, perseguições e ódio. Basta citar o Holocausto na Segunda Guerra Mundial, quando Hitler ordenou a morte de 6.000.000 (seis milhões) de judeus nas câmaras de gás e campos de concentração.
- E tudo isso foi predito na Bíblia?
- Sim. Eu poderia citar centenas de versículos que contam, com até 3.000 anos de antecedência, toda a história dramática dos judeus. Até agora nenhuma palavra tem deixado de se cumprir.
- E o que as profecias falam sobre o destaque dos judeus na história do mundo?
- Preste atenção – abri a Bíblia e mostrei as mais conhecidas passagens sobre os judeus, as profecias mais claras, que tem se cumprido ao pé da letra.
- Impressionante! – Disse meu amigo, minutos depois – E o que vem pela frente?
Entreguei a ele vários textos, dizendo:
- Leia com cuidado e tire suas conclusões. Depois a gente conversa mais.

Pelo pouco que leu até aqui, o que você acha? Enquanto pesquisava sobre este tema, me surpreendi várias vezes. Deixe-me citar alguns poucos exemplos:
Eu estava lendo uma entrevista com Gary Gasparov, considerado o Rei do Xadrez, e ele mesmo afirmou que, apesar da fama, era discriminado por ser judeu. Estudando a história de Harry Houdini, considerado o Rei dos Mágicos, o homem que inventou a maioria dos truques envolvendo fugas impossíveis, descobri que também era judeu. Kevin Mitnik, considerado o Rei dos Hackers (= espécie de gênios em computador), e, por ter invadido vários sistemas do governo americano e do resto do mundo, passou cinco anos preso. Ele é judeu. Mais recentemente, a revista VEJA fez outra reportagem sobre hackers e mostrou o rosto de um adolescente de 18 anos (Ehud Tenebaum), que foi preso em Israel por ter invadido mais de 200 sistemas de segurança, inclusive, o Pentágono. O título da reportagem era: O REI DOS HACKERS. Ou seja, o título de rei dos Hackers passou de um judeu (Mitnik) para outro judeu (Tenebaum). Coincidências?

02 - DEUS PROMETEU A ABRAÃO QUE SUA DESCENDÊNCIA SERIA TÃO NUMEROSA COMO A AREIA DO MAR - “Então o anjo do Senhor bradou a Abraão pela segunda vez desde o céu, e disse: Por mim mesmo jurei, diz o Senhor, porquanto fizeste isto, e não me negaste teu filho, o teu único filho, que deveras te abençoarei, e grandemente multiplicarei a tua descendência, como as estrelas do céu e como a areia que está na praia do mar; e a tua descendência possuirá a porta dos seus inimigos.” (Gênesis 22.17). O Mar, na linguagem profética simboliza as nações, e a areia é Israel. Assim como a areia regula o mar, Israel (isto é, o povo judeu) tem regulado o destino das nações.

03 – A BÊNÇÃO E A MALDIÇÃO - Em Israel havia (e há) dois montes: Gerizim (de onde Moisés pronunciou as BÊNÇÃOS) e Ebal (de onde eram pronunciadas as MALDIÇÕES). As profecias mostram que os judeus têm trazido bênçãos e maldições para a Humanidade. Por que isto? Porque eles são usados como instrumentos do juízo de Deus contra as nações. Não é fácil entender isso.

a) A maior bênção do mundo veio por meio do Judeu JESUS; uma das grandes maldições da humanidade veio por meio de um judeu (Karl Marx), que pregou o ATEÍSMO e trouxe o pensamento COMUNISTA, responsável pela morte de mais de 85 milhões de pessoas.

b) Um judeu é considerado o homem mais inteligente do mundo (Albert Einstein, que descobriu, inclusive, os segredos da Bomba Atômica); o judeu Teller descobriu os segredos da Bomba de Hidrogênio. Outro judeu, Robert Oppenheimer também é considerado um dos “pais da bomba atômica”. Considerando que a bomba atômica é a arma que faltava para que as profecias de destruição total fossem cumpridas, não é de admirar que os judeus tenham contribuído para isso, já que os profetas dizem que DEUS USARÁ ISRAEL COMO JUÍZO CONTRA AS NAÇÕES!

04 – É INCONTESTÁVEL QUE OS JUDEUS TEM REGULADO O DESTINO DAS NAÇÕES – E TRAZIDO BÊNÇÃOS PARA A HUMANIDADE - MAIS BÊNÇAOS DO QUE MALDIÇÕES, DIGA-SE!

a) - O judeu Steven Spielberg é o maior cineasta do mundo, mestre dos efeitos especiais e dos filmes grandiosos; o judeu Albert Sabin inventou a vacina contra a poliomielite.

b) Arthur Solomon Loevenhart, um judeu, foi um dos responsáveis pelos medicamentos contra a sífilis; um judeu (Selman Abraham Waksman) descobriu a estreptomicina em 1944, valorosa no tratamento das tuberculoses.

c) Um judeu (Siegried Marcus) criou o motor a gasolina, e outro judeu descobriu a anestesia. Um judeu (Dr. Dittel) criou a cirurgia que faz a extração de cálculo renal.

d) Sigmund Freud, considerado o pai da Psicanálise, foi outro judeu que mudou (na verdade, revolucionou) o pensamento do mundo.

05 – A LISTA É GRANDE

a) O MAIS FAMOSO MÁGICO DO MUNDO ERA JUDEU - Não existem dúvidas de que Harry Houdini é o mais famoso mágico da história. Sua habilidade em escapar de situações de extremo risco e de fazer o impossível o tornou uma lenda em sua época. Ainda hoje seus feitos são admirados e imitados por mágicos do mundo inteiro! Seu verdadeiro nome era Erik Weisz, mágico americano, de origem judaica, nascido na Hungria. Mestre do escape, famoso pela habilidade com que se livrava dos receptáculos que o encarceravam, como cofres, malas e ataúdes. Mais tarde, David Copperfield, outro judeu, se tornaria um mágico respeitado mundialmente. E ele também se especializou na arte de escapar das armadilhas mais incríveis. Será que isso não é uma profecia simbólica mostrando que é impossível prender Israel?

b) O profeta mais polêmico da Humanidade, Nostradamus, era judeu. JERRY LEWIS, um dos maiores comediantes do mundo, era judeu. HENRY KISSINGER, o maior estadista americano, conselheiro e assessor de vários presidentes americanos, é judeu. SILVIO SANTOS (ou SENOR ABRAVANEL), o apresentador de televisão mais conhecido do Brasil, é judeu.

c) Os judeus também têm uma habilidade especial na arte do riso. Apesar de ser um povo muito perseguido e humilhado, deram origem a centenas de humoristas, alguns dos mais famosos do mundo. Exemplos: Os Três Patetas e os Irmãos Marx inspiraram todos os humoristas da atualidade, especialmente aqueles que fazem humor envolvendo quedas no estilo vídeo-cassetada. Os trapalhões (nosso saudoso quarteto brasileiro) se inspiraram nos humoristas judeus.

d) BARBRA STREISAND (famosa cantora americana), WOODY ALLEN (cineasta americano), SEINFIELD (comediante americano), MEL BROOKS (comediante americano), NOAM CHOMSKY (escritor americano), IRVING BERLIN, STRAUSS, MENDELSSON, SERGE GAINSBOURG, ENSENBERG, HOWARD STERN, KUBRICK, etc. Todos judeus, que tem influenciado a história do mundo. Alguém declarou que “dos judeus vem grande parte do talento e da alegria do mundo”.

e) Mais judeus famosos: Isaac Asimov (escritor e filósofo americano sobre ciência e cosmologia); Benjamin D'israeli, Chaim Weizmann, Ben Gurion, Alfred Dreyfus, Clarice Lispector (escritora brasileira), Franz Kafka, escritor tcheco, José Goldemberg (político brasileiro), Kirk Douglas (ator americano), Leonard Bernstein (maestro), Maimonides, Menahem Begin, Marc Chagall (pintor), Olga Benário (Militante Comunista deportada pelo Governo Brasileiro para a Alemanha, onde morreu em um Campo de Concentração. Seu grande crime: ser judia), Os Rothschild (magnatas), Theodor Herzl (criador do movimento sionista), Arnaldo Niskier (O Primeiro Imortal Judeu da Academia Brasileira de Letras e seu Presidente), Marcel Proust (conhecido como escritor francês. Apontado por muitos como o maior - e mais influente - escritor do século XX), Leon Eliachar (Escritor brasileiro), Saul Bellow (prêmio Nobel em literatura), etc.

06 – O MUNDO TENTA ENTENDER A GENIALIDADE JUDAICA

a) HÁ UMA EXPLICAÇÃO LÓGICA? Desde seu lançamento, em 1901, o Prêmio Nobel já foi conferido a 700 personalidades - 140 delas judaicas. É uma estatística que impressiona: os judeus são, hoje, um grupo de 16 milhões, num planeta habitado por 6 bilhões de pessoas. Mas são responsáveis por grande parte das grandes novidades cientificas do século.

Recentemente, a revista VEJA, Edição 1909 (15 de junho de 2005) trouxe uma matéria que tentava explicar a genialidade dos judeus – isso está sendo até tema de debates universitários! A reportagem afirmou que: “Testes realizados com asquenazes, como são conhecidos os judeus originários da Europa Central e Oriental, constataram que a porcentagem dos que tinham QI acima de 140 pontos era cinco vezes maior do que entre o restante da população européia.” Os especialistas afirmam que o analfabetismo é inexistente entre os judeus. Como um povo tão pequeno consegue gerar tantos super-homens intelectuais?

b) QUAL O SEGREDO DE TANTA GENIALIDADE? Você sabia que dentre os 20 melhores violinistas da História, 15 são judeus? Foi o que declarou a revista VEJA em 28 de outubro de 1998. Uma estatística recente divulgada numa revista Cristã (Noticias de Israel, Janeiro de 2006), afirma que: “Israel é líder mundial no número de cientistas e técnicos profissionalmente ativos. Para cada 10.000 habitantes há 145 desses profissionais altamente qualificados na ativa, enquanto nos Estados Unidos a proporção é de 85, no Japão mais de 70 e na Alemanha menos de 60.” Qual a explicação? A revista NEWSWEEK (revista semanal americana) de 9/11/1998 trouxe uma matéria de capa, onde mostrava Tel Aviv (uma das principais cidades israelenses) como UMA DAS DEZ CIDADES LIDERES EM ALTA TECNOLOGIA NO MUNDO. Israel tem se destacado principalmente na área da Informática (não é a toa que os maiores Hackers do mundo são judeus – até nisso eles são os melhores!).

c) LIDERANÇA ISRAELENSE EM VÁRIAS ÁREAS – Vejam um resumo daquilo que Israel tem feito de bom e que tem chamado a atenção do mundo – é fato que cientistas de vários paises costumam visitar Israel para se impressionarem com a criatividade israelense.

- Uma empresa israelense desenvolveu um exame de sangue que permite diagnosticar ataques cardíacos por telefone.
- Uma equipe de pesquisadores israelenses descobriu que as metástases cancerígenas desaparecem quando expostas a uma combinação de quimioterapia com estímulos elétricos.
- Em Israel foi desenvolvido o primeiro sistema de segurança de vôo para aviões cargueiros e de passageiros contra ataques com mísseis.
- Pesquisas israelenses provaram que muitas coisas que se escondem sob a superfície terrestre podem ser detectadas através de satélites no espaço.
- Em relação à população mundial, Israel tem o maior índice de pessoas com diploma universitário.
- Em Israel são produzidos e publicados muito mais trabalhos científicos que em qualquer outra nação, numa proporção de 109 por 10.000 cidadãos israelenses. Israel também detém o maior índice per capita de registro de patentes.
- Segundo representantes da indústria aeronáutica, Israel desenvolveu o mais seguro sistema de segurança de vôos. O governo americano usa assessoria israelense sobre como lidar com ameaças aéreas.
- Cientistas israelenses desenvolveram o primeiro sistema para detecção de câncer de mama isento de radiação e monitorado por computador.
- A firma israelense Given Imaging desenvolveu a primeira filmadora em forma de cápsula ingerível, que permite o exame do intestino delgado e o diagnóstico de câncer e de disfunções digestivas.
- Cientistas israelenses construíram um novo aparelho que melhora a circulação sanguínea no coração e pode salvar a vida de pacientes com insuficiência cardíaca congestiva. O novo aparelho está sincronizado com as funções mecânicas do coração através de um sofisticado sistema de sensores.
- Para tempos de aguda falta de água, engenheiros israelenses desenvolveram um revolucionário sistema de irrigação, que reduz ao mínimo a água necessária para o crescimento das plantas.
- Israel tem a maior porcentagem per capita de computadores pessoais.
- A tecnologia de chips para o processador Pentium MMX foi projetada pela Intel em Israel.
- O sistema de armazenamento de voz (Voice Mail) surgiu em Israel.
- Um novo tratamento anti-acne foi desenvolvido em Israel: a terapia de luz ClearLight produz luz azul de espectro reduzido isenta de raios ultra-violeta e leva as bactérias da acne a se autodestruirem sem causar danos à pele e aos tecidos adjacentes.
- O primeiro programa antivírus para computadores foi desenvolvido em 1979 em Israel. (Fonte: Revista Noticias de Israel, Janeiro de 2006).

d) E VEM MAIS POR AÍ – Imagine comprar perfumes pela Internet e ainda ter o privilégio de sentir o perfume através do computador? Ficção científica? Parece que não, pois dois cientistas israelenses criaram um processo de codificação onde torna possível a transmissão de odores pelos meios eletrônicos, ou seja, televisão, computador, etc. Em breve isso será muito popular. (Fonte: O Estado de São Paulo - 03/05/2000). Outra noticia recente anunciava que um inventor israelense desenvolveu um sistema para respiração embaixo d’água que retira o oxigênio diretamente da água do mar, eliminando a necessidade de tanques de ar comprimido. Isso foi divulgado no inicio de fevereiro deste ano (2006) nos principais meios de comunicação do mundo.
Qual a razão dessa criatividade israelense?

07 – A MELHOR RESPOSTA ESTÁ NAS PROFECIAS
a) Como um povo tão pequeno consegue gerar tantos super-homens intelectuais? A resposta (como sempre) está nas profecias bíblicas. Deus prometeu a Abraão, que iria engrandecer o seu nome; que os judeus seriam a cabeça das nações e não a cauda; que o mundo ficaria perplexo diante do povo de Israel; que um dia as pessoas das outras nações iriam reconhecer a grandeza dos judeus e que eles seriam até “adulados”. O profeta Zacarias disse:
“ASSIM DIZ O SENHOR DOS EXÉRCITOS: NAQUELE DIA SUCEDERÁ QUE DEZ HOMENS, DE NAÇÕES DE TODAS AS LÍNGUAS, PEGARÃO NA ORLA DAS VESTES DE UM JUDEU, DIZENDO: IREMOS CONVOSCO, PORQUE TEMOS OUVIDO QUE DEUS ESTÁ CONVOSCO.” (Zacarias 8.23). Isso ainda se cumprirá na sua totalidade, quando Jesus estiver reinando na terra, e quando a nação de Israel for oficialmente a rainha das nações.

b) Em Isaias 60, encontramos um vislumbre do futuro de Israel. Atente para as seguintes frases proféticas: “MAS VÓS SEREIS CHAMADOS SACERDOTES DO SENHOR, E VOS CHAMARÃO MINISTROS DE NOSSO DEUS; COMEREIS AS RIQUEZAS DAS NAÇÕES, E NA SUA GLÓRIA VOS GLORIAREIS. (...) E MAMARÁS O LEITE DAS NAÇÕES, E TE ALIMENTARÁS AO PEITO DOS REIS; ASSIM SABERÁS QUE EU SOU O SENHOR, O TEU SALVADOR, E O TEU REDENTOR, O PODEROSO DE JACÓ.” Se hoje os judeus (= que se encontram afastados de Deus) estão causando assombro por causa de sua inteligência e criatividade, imagine quando se voltarem para Deus, no futuro Reino do Messias Jesus!

CONCLUSÃO – Por incrível que pareça o Anti-Semitismo (= ódio e preconceito contra os judeus) tem aumentado no mundo – se as pessoas soubessem o que Deus pensa sobre os judeus, pensariam mil vezes antes de discriminar um judeu. É perigoso odiar os judeus, pois o MAIOR JUDEU de todos os tempos declarou uma verdade que ninguém pode contestar:

“A SALVAÇÃO VEM DOS JUDEUS” – Palavras de Jesus em João 4.22 
 
ISRAEL - UMA PEDRA NO SAPATO DOS INCRÉDULOS

Devemos levar a Bíblia a sério? Suas afirmações são verdadeiras ou apenas lendas religiosas? Só é possível acreditar nela pela FÉ ou existem FATOS?

VOCÊ NUNCA PENSOU NAS PERGUNTAS ABAIXO?

01 - Por que justamente a terra onde Jesus nasceu e viveu é palco diário de violência e massacres? Não é uma grande contradição?

02 - Por que grande parte do mundo acredita que Jesus é o Salvador enviado por Deus, mas justamente os judeus – irmãos de sangue de Jesus – até hoje aguardam outro salvador?

03 - Se os judeus são o Povo Escolhido, por que Deus permitiu que Adolf Hitler assassinasse 6 milhões deles?

04 - Por que todas as grandes nações e organizações mundiais (Rússia, China, União Européia, ONU, e a superpotência Estados Unidos) têm se preocupado com os conflitos entre Israel e o povo árabe, se em outras partes do planeta há massacres ainda mais violentos (Serra Leoa, Somália, Chechênia, etc.)?

05 - Por que Israel, um país tão pequeno (menor que Sergipe, o menor Estado do Brasil) tira o sono das grandes potências e até do Vaticano?

06 - Por que é que Israel, sendo tão pequeno (os árabes são 640 vezes maiores) enfrentou 6 guerras desde sua Restauração Nacional em 1948 (em muitas delas atacado até de surpresa pelas nações árabes), e venceu todas? Somente em uma (Guerra do Golfo em 1991), teve ajuda direta dos Estados Unidos.

07 - Por que a crise entre árabes e judeus é motivo de preocupação mundial?

01 – ISRAEL – A CHAVE DAS PROFECIAS

Israel é a nação descendente dos patriarcas Abraão, Isaque e Jacó. Quando Jacó recebeu o nome Israel (que significa DEUS LUTA), recebeu também a confirmação de Deus de que um dia sua descendência haveria de abençoar a humanidade. Jacó gerou 12 filhos, que deu origem a 12 tribos, sendo a mais importante Judá. Pouco antes de morrer, Jacó recebeu a revelação de que O MESSIAS (O LIBERTADOR) viria da tribo de Judá. Desde então essa tribo tornou-se tão importante que mais tarde o nome JUDEU (= derivado de Judá) seria designado para todos os descendentes de Jacó. Portanto judeu e israelita são termos sinônimos, mas o mundo conhece os descendentes de Jacó mais pelo nome judeu.

Israel é o segundo tema mais freqüente das profecias bíblicas (o primeiro trata das duas vindas de Jesus). Se queremos entender a Bíblia e a História Mundial, precisamos conhecer a história de Israel. Vejamos um pequeno resumo a seguir.

02 – A DISPERSÃO – São muito claras as centenas de profecias que falam da grande dispersão do povo de Israel pelo mundo, por causa de sua desobediência. Após dezenas de anos desafiando a Deus, Israel esgotou a paciência divina ao rejeitar Jesus como o Messias (= Ungido, em hebraico) e transgredir a Lei dada a Moisés no Monte Sinai. Então, Deus cumpriu o que havia prometido há centenas de anos, por meio dos profetas.

a) ESPALHADOS E PERSEGUIDOS - Levitico 26.33 – “Espalhar-vos-ei por entre as nações e, desembainhando a espada, vos perseguirei; a vossa terra será assolada, e as vossas cidades se tornarão em deserto.” Estas palavras estão claras para você? No ano 70 da Era Cristã, o general romano Tito invadiu Jerusalém, matou mais de um milhão de judeus crucificados (até se esgotarem todas as árvores das florestas ao redor), incendiou o Templo e destruiu a cidade santa. O restante dos judeus fugiu para onde podia. Foi o cumprimento das profecias ou apenas coincidência?

b) HUMILHADOS E DESESPERADOS – Está escrito em Deuteronômio 28.64-68 – “E o Senhor vos espalhará entre todos os povos desde uma extremidade da terra até a outra;(...) E nem ainda entre estas nações descansarás, (...); mas o Senhor ali te dará coração tremente, e desfalecimento de olhos, e desmaio de alma. E a tua vida estará como em suspenso diante de ti; e estremecerás de noite e de dia, e não terás segurança da tua própria vida. Pela manhã dirás: Ah! Quem me dera ver a tarde; E à tarde dirás: Ah! Quem me dera ver a manhã! Pelo pasmo que terás em teu coração, e pelo que verás com os teus olhos..” Estas palavras estão claras para você? E o que você diz do fato dessas palavras terem sido escritas 1.500 anos antes de acontecer?

Qualquer livro de História Geral mostra o cumprimento dessas palavras. Durante quase 2000 anos os judeus vagaram sem pátria, sem destino, sem sossego de alma. Foram forçados a se converterem a outras religiões, foram torturados e massacrados.

03 - O HOLOCAUSTO – Durante a 2.ª Guerra Mundial (1939-1945), a tribulação dos judeus chegou ao limite, quando Adolf Hitler, o carrasco nazista, criou a operação chamada “solução final” cujo objetivo era a eliminação definitiva de todos os judeus do mundo. Todos sabem o restante da história: 6.000.000 (SEIS MILHÕES) de judeus foram assassinados nas câmaras de gás e campos de concentração. Há dezenas de filmes e documentários sobre o Holocausto (= massacre dos judeus pelos nazistas). Certamente você já assistiu a algum deles. O filme A LISTA DE SCHINDLER (vencedor de 7 Oscars) é um revelador filme sobre o massacre dos judeus. O que muita gente ignora é que tudo que aconteceu no Holocausto foi previsto pelos profetas com até 3.500 anos de antecedência. Veja algumas dessas claras profecias:
a) OS PROFETAS AFIRMARAM QUE OS JUDEUS SERIAM DIZIMADOS PELOS INIMIGOS TÃO VIOLENTAMENTE QUE RESTARIAM POUCOS EM NÚMEROS – Deuteronômio 4.27 – “E o Senhor vos espalhará entre os povos, e ficareis poucos em número entre as nações para as quais o Senhor vos conduzirá;” Deuteronômio 28.62 – “Assim ficareis poucos em número, depois de haverdes sido em multidão como as estrelas do céu; porquanto não deste ouvidos à voz do Senhor teu Deus.”

Veja só: Moisés escreveu isso mais de 2000 anos antes de existir Adolf Hitler.

b) OS PROFETAS VIRAM MULTIDÃO DE CORPOS EXPOSTOS AO SOL – FOI O QUE ACONTECEU NO HOLOCAUSTO - Jeremias 24.9 diz: “Eu farei que sejam espetáculo horrendo, uma ofensa para todos os reinos da terra, um opróbrio e provérbio, um escárnio, e uma maldição em todos os lugares para onde os arrojarei”;

Deuteronômio 28.25-26 – “O Senhor fará que sejas ferido diante dos teus inimigos; por um caminho sairás contra eles, e por sete caminhos fugirás deles; e serás espetáculo horrendo a todos os reinos da terra. Os teus cadáveres servirão de pasto a todas as aves do céu, e aos animais da terra, e não haverá quem os enxote.”

Terrível, não? É claro que muitas perguntas são feitas aqui. Por que Deus permitiu que tudo isso acontecesse com o Seu povo? Israel foi chamado por Deus para ser um exemplo para as outras nações. Enquanto todas as nações adoravam vários deuses, Israel tinha somente UM DEUS. Enquanto as nações pagãs fabricavam ídolos para adorar, Israel adorava UM DEUS QUE ABOMINAVA OS ÍDOLOS. Israel foi chamado para ser um povo SANTO, SEPARADO, PURO – Mas a nação falhou!

Apesar disso Deus garante nas profecias que não abandonou Israel e que um dia esse povo rebelde será a rainha das nações, O POVO SANTO DO SENHOR. Você duvida disso? Acha imaginação demais? Continue a leitura.

c) ACABOU-SE A NOSSA ESPERANÇA – O profeta Ezequiel teve uma chocante visão. Deus o levou a um vale cheio de OSSOS SECOS (leia Ezequiel 37). Os ossos nem mesmo formavam um esqueleto, mas estavam espalhados por todo o vale. Deus fez uma pergunta desafiante para o profeta: “FILHO DO HOMEM, PODERÃO VIVER ESTES OSSOS?” O profeta respondeu de imediato: “SENHOR DEUS, TU O SABES.”

Vamos ler uma parte dessa interessante profecia:

“Então me disse: Profetiza sobre estes ossos, e dize-lhes: Ossos secos, ouvi a palavra do Senhor.
Assim diz o Senhor Deus a estes ossos: Eis que vou fazer entrar em vós o fôlego da vida, e vivereis.
E porei nervos sobre vós, e farei crescer carne sobre vós, e sobre vos estenderei pele, e porei em vós o fôlego da vida, e vivereis. Então sabereis que eu sou o Senhor.
Profetizei, pois, como se me deu ordem. Ora enquanto eu profetizava, houve um ruído; e eis que se fez um rebuliço, e os ossos se achegaram, osso ao seu osso.
E olhei, e eis que vieram nervos sobre eles, e cresceu a carne, e estendeu-se a pele sobre eles por cima; mas não havia neles fôlego.
Então ele me disse: Profetiza ao fôlego da vida, profetiza, ó filho do homem, e dize ao fôlego da vida: Assim diz o Senhor Deus: Vem dos quatro ventos, ó fôlego da vida, e assopra sobre estes mortos, para que vivam.
Profetizei, pois, como ele me ordenara; então o fôlego da vida entrou neles e viveram, e se puseram em pé, um exército grande em extremo.
Então me disse: Filho do homem, estes ossos são toda a casa de Israel. Eis que eles dizem: Os nossos ossos secaram-se, e pereceu a nossa esperança; estamos de todo exterminados.
Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o Senhor Deus: Eis que eu vos abrirei as vossas sepulturas, sim, das vossas sepulturas vos farei sair, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel.
E quando eu vos abrir as sepulturas, e delas vos fizer sair, ó povo meu, sabereis que eu sou o Senhor.
E porei em vós o meu Espírito, e vivereis, e vos porei na vossa terra; e sabereis que eu, o Senhor, o falei e o cumpri, diz o Senhor.” (Ezequiel 37.4-14).

Até uma criança com o mínimo de inteligência é capaz de entender a quem essa profecia se refere: ISRAEL. Ezequiel teve a visão do holocausto e da ressurreição de Israel. Parece até que o profeta viajou no tempo, até a época da II Guerra Mundial e descreveu as ações dos nazistas. É interessante que Ezequiel ouviu os ossos lamentando e dizendo: “OS NOSSOS OSSOS SECARAM-SE, E PERECEU A NOSSA ESPERANÇA; ESTAMOS DE TODO EXTERMINADOS.” Foi exatamente esse o clamor dos judeus durante o Holocausto.

Mas nessa grandiosa visão está a grande promessa de que ISRAEL IRÁ RESSUSCITAR!

04 – RENASCE ISRAEL – Os profetas disseram que a dispersão de Israel duraria 2000 anos, mas que depois disso, DEUS HAVERIA DE RESTAURÁ-LOS! Em Oséias 6.1-2 está escrito: “Vinde, e tornemos para o Senhor, porque ele despedaçou e nos sarará; fez a ferida, e no-la atará. Depois de dois dias nos ressuscitará: ao terceiro dia nos levantará, e viveremos diante dele.” DOIS DIAS? As profecias dizem que para Deus, UM DIA É COMO MIL ANOS E MIL ANOS COMO UM DIA (2 Pedro 3.8; Salmo 90).

a) NUM SÓ DIA – Somente dois anos após o fim da II Guerra, o mundo voltou a se surpreender com algo relacionado a Israel. No dia 29 de novembro de 1947, na mesa da ONU, numa reunião liderada pelo então Secretário Geral Oswald Aranha, um brasileiro, foi criado um Estado para os judeus dentro da sua antiga pátria. Certamente sentindo-se culpadas por não terem feito nada para salvar os judeus do massacre nazista, as nações resolveram ajudá-los a retornarem à sua pátria. Mas por trás de tudo estava a mão do Eterno, conduzindo cada movimento para que Sua Palavra fosse cumprida. Com 33 votos a favor, 13 contra e 10 abstenções foi criado o moderno Estado de Israel – E ISSO ACONTECEU NUM DIA SÓ. Por que isso é importante? Porque está escrito nas profecias.

“Quem jamais ouviu tal coisa? Quem viu coisas semelhantes? Poder-se-ia fazer nascer uma terra num só dia? Nasceria uma nação de uma só vez? Mas logo que Sião esteve de parto, deu à luz seus filhos.” (Isaias 66.8). Observe essa frase do profeta Isaias: “Mas logo que Sião esteve de parto, deu à luz seus filhos”. As DORES DE PARTO DE SIÃO (= ISRAEL) foram as dores do Holocausto. Cinco meses depois, em 14 de Maio de 1948, às 4:30 horas da tarde foi proclamada a Independência do Novo Estado de Israel. Foi emocionante quando David Ben- Gurion (que viria a ser o primeiro premiê de Israel) levantou-se no saguão do Museu de Tel-Aviv e declarou: “O ESTADO DE ISRAEL ACABA DE NASCER!”. A partir daí começou o novo Êxodo dos judeus – Nos anos iniciais da criação do novo Estado de Israel vieram judeus de mais de 120 paises.

b) PROFECIAS CLARAS DEMAIS – Há centenas de profecias falando desse Retorno dos judeus à sua pátria no fim dos tempos. Vejam algumas:

“E vos tomarei dentre as nações, e vos congregarei de todas as terras, e vos trarei para a vossa terra.” (Ezequiel 36.24).

“Portanto profetiza, e dize-lhes: Assim diz o Senhor DEUS: Eis que eu abrirei os vossos sepulcros, e vos farei subir das vossas sepulturas, ó povo meu, e vos trarei à terra de Israel.” (Ezequiel 37.12).

“Eis que os trarei da terra do norte, e os congregarei das extremidades da terra; entre os quais haverá cegos e aleijados, grávidas e as de parto juntamente; em grande congregação voltarão para aqui.” (Jeremias 31.8).

“Vive o SENHOR, que fez subir os filhos de Israel da terra do norte, e de todas as terras para onde os tinha lançado; porque eu os farei voltar à sua terra, a qual dei a seus pais.” (Jeremias 16.15)

“O Senhor teu Deus te fará voltar do teu cativeiro, e se compadecerá de ti, e tornará a ajuntar-te dentre todos os povos entre os quais te houver espalhado o senhor teu Deus. Ainda que o teu desterro tenha sido para a extremidade do céu, desde ali te ajuntará o Senhor teu Deus, e dali te tomará; e o Senhor teu Deus te trará à terra que teus pais possuíram, e a possuirás; e te fará bem, e te multiplicará mais do que a teus pais.” (Deuteronômio 30.3-5).

05 – UM POVO DIFICIL DE MATAR – As profecias avisam que os judeus, depois de retornarem à sua pátria, irão enfrentar ataques de todos os lados, e terão de lutar pela sobrevivência. É o que tem acontecido desde 1948.

a) O PRIMEIRO DESAFIO – Um dia após a proclamação de Independência, o novo Estado de Israel foi atacado por cinco países árabes (Jordânia, Síria, Iraque, Egito e Líbano). Essas nações superavam Israel numa proporção de 4 para 1 em termos de população, de 100 para 1 em soldados e de 1.000 para 1 em equipamentos. Quase todo mundo apostou que os recém-chegados judeus não teriam nenhuma chance. Mas Israel lutou heroicamente! Os inimigos foram rechaçados de forma impressionante e o mundo foi obrigado a pensar na antiga história da luta de Davi contra Golias. Mais uma vez, o pequeno Davi tinha vencido o gigante.

b) VENCEDOR EM SEIS GUERRAS ENTRE 1948 E 1991! – Como já afirmamos, Israel já teve de enfrentar 6 grandes guerras, desde 1948, mas as palavras do profeta Amós nunca deixaram de se cumprir:

“Também trarei do cativeiro o meu povo Israel; e eles reedificarão as cidades assoladas, e nelas habitarão; plantarão vinhas, e beberão o seu vinho; e farão pomares, e lhes comerão o fruto. Assim os plantarei na sua terra, e não serão mais arrancados da sua terra que lhes dei, diz o senhor teu Deus.” (Amós 9.13-14). Aconteça o que acontecer no Oriente Médio, Deus prometeu que OS JUDEUS NÃO SERÃO MAIS ARRANCADOS DA SUA TERRA! Pra você ter uma idéia da grandiosidade dessa profecia é só saber que, se os terroristas conseguirem lançar uma bomba nuclear sobre o pequeno Israel e conseguir apagá-lo do mapa, estarão PROVANDO AO MUNDO QUE DEUS NÃO EXISTE E QUE A BÍBLIA É UMA GROSSEIRA FRAUDE!

Mas como sabemos que Deus existe e que há provas demais de que a Bíblia é a Palavra dEle, não adianta tentar lançar bombas nucleares sobre Israel! Você quer apostar?

c) CERCADOS DE INIMIGOS – Os países árabes muçulmanos são 640 vezes maiores que Israel, e por isso Israel está cercado de inimigos. Recentemente o presidente do Irã ameaçou apagar Israel do mapa. Coitado! Se ele soubesse o que diz as profecias! No SALMO 83.1-4 o profeta faz um apelo a Deus para que proteja o Seu povo diante das constantes ameaças dos inimigos: “Ó Deus, não guardes silêncio; não te cales nem fiques impassível, ó Deus. Pois eis que teus inimigos se alvoroçam, e os que te odeiam levantam a cabeça. Astutamente formam conselho contra o teu povo, e conspiram contra os teus protegidos. Dizem eles: Vinde, e apaguemo-los para que não sejam nação, nem seja lembrado mais o nome de Israel”.

Falando no Irã, você sabia que na futura grande guerra contra Israel (a pior de todas até hoje) o Irã será um dos primeiros países que avançarão contra os judeus? Nos capítulos 38 e 39 do profeta Ezequiel esta guerra é descrita detalhadamente e ali o Irã é chamado pelo seu antigo nome, PÉRSIA.

d) UM TERROR PARA OS INIMIGOS – Os profetas dizem que Israel será um terror para todos os seus inimigos. Veja somente uma dessas profecias. Isaias 19.16-17 – “Naquele dia os egípcios serão como mulheres, e tremerão e temerão por vibrar o Senhor dos exércitos a sua mão contra eles. E a terra de Judá será um espanto para o Egito; todo aquele a quem isso se anunciar se assombrará, por causa do propósito que o Senhor dos exércitos determinou contra eles.” De todos os países árabes, o que mais apanhou de Israel até hoje foi o Egito – principalmente na famosa Guerra dos 6 dias, em 1967.

f) NA FUTURA GUERRA MUNDIAL, CADA SOLDADO LUTARÁ COMO DAVI É o que está escrito nos profetas – “Naquele dia o Senhor defenderá os habitantes de Jerusalém, de sorte que o mais fraco dentre eles naquele dia será como Davi, e a casa de Davi será como Deus, como o anjo do Senhor diante deles. E naquele dia, tratarei de destruir todas as nações que vierem contra Jerusalém.” (Zacarias 12.8.9). Na futura guerra mundial, a Bíblia diz que TODAS AS NAÇÕES estarão zangadas contra Israel, mas os judeus lutarão de forma espetacular (com a ajuda de Deus). Se TODAS as nações lutarão contra Israel, só há duas hipóteses para o futuro dos americanos:

- Eles deixarão de apoiar Israel (É a única nação que faz isso até hoje);

- Eles serão destruídos – talvez por um ataque nuclear repentino – nem é bom pensar nessa possibilidade!

g) É IMPOSSIVEL DESTRUIR ISRAEL! – Deus disse em Jeremias 33.25-26: “Assim diz o Senhor: Se o meu pacto com o dia e com a noite não permanecer, e se eu não tiver determinado as ordenanças dos céus e da terra, também rejeitarei a descendência de Jacó, e de Davi, meu servo, de modo que não tome da sua descendência os que dominem sobre a descendência de Abraão, Isaque, e Jacó; pois eu os farei voltar do seu cativeiro, e apiedar-me-ei deles.”

E disse também em Jeremias 31.35-37 – “Assim diz o Senhor, que dá o sol para luz do dia, e a ordem estabelecida da lua e das estrelas para luz da noite, que agita o mar, de modo que bramem as suas ondas; o Senhor dos exércitos é o seu nome: Se esta ordem estabelecida falhar diante de mim, diz o Senhor, deixará também a linhagem de Israel de ser uma nação diante de mim para sempre. Assim diz o Senhor: Se puderem ser medidos os céus lá em cima, e sondados os fundamentos da terra cá em baixo, também eu rejeitarei toda a linhagem de Israel, por tudo quanto eles têm feito, diz o Senhor.”

h) DUAS ESTATISTICAS IMPRESSIONANTES: As duas piores guerras, que quase destruíram Israel foram as de 1967 (Guerra dos 6 dias) e 1973 (Guerra do Yom Kippur). Em todas Israel sempre foi atacado primeiro; em 1973 foram até pegos de surpresa (pois era o dia da Expiação,Yom Kippur), quando até mesmo os soldados deixam as armas e vão jejuar.Veja só o resultado:

- Guerra de 1967 – nos 6 dias da guerra morreram 10.000 egípcios, 15.000 jordanianos e milhares de sírios, iraquianos e combatentes de outros países. Somente o Egito perdeu 400 aviões, 600 tanques e milhares de peças de artilharia, munições, armas leves e veículos, superando o valor de um bilhão e meio de dólares. Em toda a guerra, apenas 700 soldados judeus perderam a vida. E Israel ainda reconquistou Jerusalém que estava há 2.500 anos em mãos estrangeiras.

- Guerra de 1973 – Segundo cálculos do Instituto Estratégico Internacional, sediado em Londres, egípcios e sírios perderam nesta guerra o total de 22.000 homens, tendo o Egito 15.000 mortos e 45.000 feridos, e a Síria 7.000 mortos e 21.000 feridos. Israel teve 2.812 mortos e 7.500 feridos.

No livro de Números (capítulo 24.18) diz: “ISRAEL FARÁ PROEZAS”. O que você acha, meu caro amigo? Tudo isto seriam apenas coincidências, ou a Bíblia é mesmo a verdade?

06 – É IMPOSSIVEL IMPEDIR O RETORNO DE ISRAEL – Você sabia que muitas nações tentaram impedir que os judeus retornassem à sua terra, mas que foram forçadas por Deus a fazer isso? As profecias dizem que:

a) OS JUDEUS SERIAM PROIBIDOS DE SAIR DO PAÍS ONDE SE ENCONTRAVAM COMO ESTRANGEIROS – “Assim diz o Senhor dos exércitos: Os filhos de Israel e os filhos de Judá são juntamente oprimidos; e todos os que os levaram cativos os retêm, recusam soltá-los. Mas o seu Redentor é forte; o Senhor dos exércitos é o seu nome. Certamente defenderá em juízo a causa deles.” (Jeremias 50.33-34).

b) MAS DEUS HAVERIA DE FORÇAR AS NAÇÕES A ENTREGAR O SEU POVO E ELAS SERIAM CASTIGADAS – “Assim diz o Senhor Deus: Eis que levantarei a minha mão para as nações, e ante os povos arvorarei a minha bandeira; então eles trarão os teus filhos nos braços, e as tuas filhas serão levadas sobre os ombros. Reis serão os teus aios, e as suas rainhas as tuas amas; diante de ti se inclinarão com o rosto em terra e lamberão o pó dos teus pés; e saberás que eu sou o Senhor, e que os que por mim esperam não serão confundidos. Acaso tirar-se-ia a presa ao valente? ou serão libertados os cativos de um tirano? Mas assim diz o Senhor: Certamente os cativos serão tirados ao valente, e a presa do tirano será libertada; porque eu contenderei com os que contendem contigo, e os teus filhos eu salvarei. E sustentarei os teus opressores com a sua própria carne, e com o seu próprio sangue se embriagarão, como com mosto; e toda a carne saberá que eu sou o Senhor, o teu Salvador e o teu Redentor, o Poderoso de Jacó.” (Isaias 49.22-26).

c) AS NAÇÕES DO NORTE TENTARIAM IMPEDÍ-LOS DE RETORNAR À SUA TERRA – “Direi ao Norte: Entrega; e ao Sul: Não retenhas; trazei meus filhos de longe, e minhas filhas das extremidades da terra” (Isaias 43.6). Especialmente a Rússia (quando ainda se chamava União Soviética) desafiou muito a Deus. Durante 70 anos (1922-1992), os russos desafiaram a Deus, afirmando soberbamente que Ele não existia e que, se existisse seria proibida sua entrada na Rússia. Ao mesmo tempo, fecharam as portas, proibindo os judeus de retornarem à sua pátria, e massacrando muitos deles. Você quer saber a principal razão da QUEDA REPENTINA DA CORTINA DE FERRO COMUNISTA? A Rússia está localizada ao NORTE de Israel, e os profetas afirmaram muitas vezes que a TERRA DO NORTE tentaria proibir a saída dos judeus, mas Deus iria agir!

“Veio a mim a palavra do Senhor segunda vez, dizendo: Que é que vês? E eu disse: Vejo uma panela a ferver, que se apresenta da banda do norte. Ao que me disse o Senhor: Do norte se estenderá o mal sobre todos os habitantes da terra.” (Jeremias 1.13-14).

d) “DIREI AO NORTE (= RÚSSIA): ENTREGA!” (Isaias 43.6). Com a queda do Muro de Berlim em 1989, o comunismo começou a ruir. Quando as portas começaram a se abrir, os judeus não perderam a oportunidade. Entre os anos 1990-1991 MAIS DE 300.000 JUDEUS RETORNARAM DA TERRA DO NORTE (RÚSSIA). Foi uma emoção indescritível ver dezenas de aviões descendo no Aeroporto Ben-Gurion (em Israel) com mais de 300.000 judeus fugindo da Rússia. A poderosa Terra do Norte não resistiu ao poder da Palavra de Deus.

“Vai, pois, e apregoa estas palavras para a banda do norte, e diz: Volta, ó pérfida Israel, diz o Senhor.” (Jeremias 3.12).

“Naqueles dias andará a casa de Judá com a casa de Israel; e virão juntas da terra do norte, para a terra que dei em herança a vossos pais.” Jeremias 3.18

“Vive o Senhor, que fez subir os filhos de Israel da terra do norte, e de todas as terras para onde os tinha lançado; porque eu os farei voltar à sua terra, que dei a seus pais.” Jeremias 16.15.

“Vive o Senhor, que tirou e que trouxe a linhagem da casa de Israel da terra do norte, e de todas as terras para onde os tinha arrojado; e eles habitarão na sua terra.” Jeremias 23.8.

“Eis que os trarei da terra do norte e os congregarei das extremidades da terra; e com eles os cegos e aleijados, as mulheres grávidas e as de parto juntamente; em grande companhia voltarão para cá.” Jeremias 31.8.

07 – JERUSALÉM – A BOMBA RELÓGIO

A Bíblia diz que a futura guerra mundial acontecerá por causa de uma cidade: JERUSALÉM! (Leia, por exemplo, os capítulos 12 e 14 de Zacarias). Jesus disse o seguinte: “JERUSALÉM SERÁ PISADA PELOS GENTIOS, ATÉ QUE O TEMPO DOS GENTIOS SE COMPLETEM” (Lucas 21.24). Durante 2.500 anos Jerusalém foi pisada pelos Gentios (= nações). Babilônios, medos, persas, gregos, romanos, turcos, ingleses, muçulmanos, dominaram Jerusalém até o dia 7 de Junho de 1967, quando, durante a Guerra dos 6 dias, os judeus RECONQUISTARAM JERUSALÉM. Chegou ao fim o tempo dos Gentios! Jerusalém ainda será pisada por um pouco de tempo pelos gentios, no comando do Anticristo (= o futuro ditador mundial), mas JESUS RETORNARÁ DOS CÉUS E DOMINARÁ O MUNDO! Difícil de acreditar, não? Porém mais difícil é provar o contrário.

No Salmo 122, está escrito: “ORAI PELA PAZ DE JERUSALÉM; PROSPEREM AQUELES QUE TE AMAM.”

Se todas as profecias da Bíblia referentes a Israel tem se cumprido ao pé da letra até agora, devemos duvidar das outras que estão marcadas para se cumprir no futuro?

UM DESAFIO PARA OS CÉTICOS

1.º - ESCOLHA TRÊS PALAVRAS QUE POSSUAM UMA RELAÇÃO ENTRE SI, E QUE POSSUAM (AO TODO) 14 LETRAS, 21 LETRAS OU QUALQUER MÚLTIPLO EXATO DE 7.

2.º - NUMERE AS LETRAS DO NOSSO ALFABETO DA SEGUINTE FORMA: AS LETRAS DE A ATÉ J, VALERÃO DE 1 A 10; DEPOIS, DE K ATÉ R, NUMERE SOMENTE COM AS DEZENAS: 20, 30, 40, 50, 60, 70, 80 E 90; POR ÚLTIMO, DE S ATÉ Z, NUMERE COM AS CENTENAS 100, 200, 300, 400, 500, 600, 700 E 800. Por que esse esquema? Porque era assim que os antigos hebreus e também os gregos numeravam os seus alfabetos (já que eles não conheciam ainda os sinais para representar os algarismos – Qualquer livro de História da Matemática prova isso).

3.º - AS TRÊS PALAVRAS QUE VOCÊ ESCOLHEU PRECISAM POSSUIR (CADA UMA) UM CERTO VALOR NUMÉRICO QUE, SE SOMADO UM COM O OUTRO DÊ UM MÚLTIPLO EXATO DE 7 (SE POSSIVEL, QUE DÊ 777).

4.º - OS NÚMEROS DE ORDEM DAS LETRAS DESSAS TRÊS PALAVRAS TAMBÉM PRECISAM SER UM MÚLTIPLO EXATO DE 7 (Número de ordem é a ordem numérica da letra no alfabeto, independente de valores. Ex.: A vale 1, M vale 13, porque é a 13.ª e assim por diante).

5.º - A SOMA DAS LETRAS (CUJO NÚMERO DE ORDEM FOR PAR) TAMBÉM PRECISAM DAR UM RESULTADO QUE SEJA MÚLTIPLO EXATO DE 7. Observação: para ficar mais interessante que seja um número onde apareça o número 7 e ao mesmo tempo seja múltiplo de 7, como 70, 77, etc.

6.ª - A SOMA DAS LETRAS (CUJO NÚMERO DE ORDEM FOR ÍMPAR) TAMBÉM PRECISAM DAR UM RESULTADO MÚLTIPLO EXATO DE 7. A observação acima deve ser aplicada aqui também.

7.ª - FAÇA COM QUE A 7.ª LETRA (CONTANDO DO INICIO) SEJA UMA LETRA CUJO NÚMERO DE ORDEM SEJA 7 OU UM NÚMERO MÚLTIPLO EXATO DE 7. Só para lembrar, num alfabeto de 26 letras há três letras “candidatas”: a 7.ª, a 14.ª e a 21.ª.

8.ª - FAÇA COM QUE O VALOR NUMÉRICO DA 1.ª LETRA SOMADO COM O VALOR DA ÚLTIMA LETRA RESULTE NUM VALOR QUE SEJA MÚLTIPLO EXATO DE 7.

9.ª - FAÇA COM QUE AS LETRAS QUE SE REPETEM NAS TRÊS PALAVRAS (SOMANDO-SE UMA COM A OUTRA) DÊ UM RESULTADO QUE SEJA UM MÚLTIPLO EXATO DE 7.

10.ª - FAÇA COM QUE AS DUAS LETRAS CENTRAIS (DAS TRÊS PALAVRAS JUNTAS) SEJAM LETRAS CUJOS VALORES NUMÉRICOS (SOMANDO-SE ALGARISMO POR ALGARISMO) RESULTEM EM 7.

11.ª - PARA O TRABALHO FICAR COMPLETO FAÇA TAMBÉM COM QUE OS NÚMEROS DE ORDEM DAS LETRAS CENTRAIS POSSIBILITEM O MESMO RESULTADO, OU SEJA: QUE SEUS ALGARISMOS SOMADOS UNS COM OS OUTROS RESULTEM EM 7. VOCÊ ESTÁ ACHANDO ISSO COMPLICADO?

12.ª - AH, PARA FINALIZAR COM CHAVE DE OURO, FAÇA COM QUE A QUANTIDADE DE LETRAS DE CADA PALAVRA SEJA UM NÚMERO (QUE JUNTO AOS DEMAIS) FORME UM NÚMERO MÚLTIPLO EXATO DE 7. Exemplo: MAÇÃ (4 LETRAS) – ABACAXI (7 LETRAS) – GOIABA (6 LETRAS) = FORMAM O NÚMERO 476, QUE É UM MÚLTIPLO EXATO DE 7, OU SEJA: 68 x 7.

Quanto tempo você acha que levaria para encontrar TRÊS PALAVRAS capazes de atender a essas 12 exigências? Ou você acha isso impossível? Bem, usando um computador avançado, e criando-se um programa que procure (entre milhões de palavras) TRÊS que atendam às três exigências, talvez você consiga resolver este desafio. Pergunte para um professor de Matemática qual a probabilidade para um ser humano resolver este desafio (com ou sem computador). Se ele perguntar o porque de tal “desafio idiota”, diga-lhe que os escritores da Bíblia tinham o costume de fazer coisas parecidas e ainda mais impressionantes.

Agora considere isso: Se fazer essas coisas com três palavras é bastante complicado, imagine construir frases inteiras, imagine construir parágrafos inteiros, imagine escrever textos inteiros, imagine escrever livros inteiros... POIS OS TEXTOS BÍBLICOS ESTÃO CHEIOS DESSA ESTRUTURA MATEMÁTICA – E não somente envolvendo o número 7, mas muitos outros, os quais formam uma simetria complexa e perfeita, e sempre em perfeita harmonia com as doutrinas fundamentais da Bíblia. Veja um exemplo abaixo: No primeiro versículo da Bíblia (que estamos estudando há várias semanas) encontramos três substantivos especiais: DEUS, CÉUS e TERRA. O versículo completo possui (no original hebraico) 7 palavras e 28 letras, além de uma interessantíssima estrutura matemática envolvendo os números 7 e 37. Mas, vejamos hoje, a belíssima estrutura numérica envolvendo as três palavras principais.

Se quiser comprovar a veracidade desse esquema, procure um dicionário de hebraico e calcule você mesmo.

O HOMEM QUE DEUS USOU COMO BOMBA-RELÓGIO

Inicialmente, vamos falar de Enoque, o primeiro homem a não provar a morte. No capítulo 5 de Gênesis acontece algo misterioso, que tem causado muitas interrogações. Por que Enoque, o 7.º patriarca desde Adão, foi para o céu sem morrer? E por que Noé (que também era um homem de Deus) não teve a mesma sorte, mas ficou na terra e morreu mais tarde?

Em Gênesis 5 (antes da história de Enoque), o verbo “morrer” é citado exatamente 6 vezes (= número do homem mortal). Houve 6 gerações alcançadas pela morte. Mas a 7.ª geração é surpreendente. Um homem, chamado Enoque, é destacado pelo fato de ter “ANDADO COM DEUS”, isto é, um homem temente a Deus, que vivia na sombra de Sua Magnífica Comunhão. De repente, esse santo homem desaparece sem deixar vestígios. A linguagem bíblica diz que ele foi TRASLADADO (= tomado de repente, arrebatado, raptado). Ele desaparece justamente ANTES do Dilúvio inundar a terra. Por que? Ele teria sido mais santo do que os outros e mereceu ESCAPAR DA MORTE? NÃO! Enoque foi um profeta de Deus e também um homem profético. Seu rapto para o céu ilustra profeticamente o que irá acontecer com milhares de cristãos, um dia num futuro bem próximo.

Haverá uma geração de pessoas que não morrerão, mas serão raptadas para o céu de maneira misteriosa, no dia do Retorno de Cristo. Da mesma forma que Enoque foi para o céu sem provar a morte, antes do Dilúvio, milhares de Cristãos serão levados para a morada de Deus, de maneira repentina, antes do período de julgamento conhecido como a Grande Tribulação.

Além de tudo, Enoque foi exatamente o 7.º homem desde Adão (pela linhagem de SETE, o 3.º filho de Adão). A epístola de Judas faz questão de explicar no versiculo 14 do único capítulo que Enoque era “O 7.º DESDE ADÃO”. Por que? Porque o número 7 é profético, e além de significar ALIANÇA ENTRE DEUS E O HOMEM, PERFEIÇÃO, PLENITUDE também tem o sentido de CONSUMAÇÃO.

E quanto a Noé? Deus tem dois povos na terra: A Igreja (formada de judeus e pessoas das outras nacionalidades que receberam Cristo como Salvador) e Israel (ou seja, o povo judeu). A Igreja é o povo espiritual e Israel o povo terreno. O plano de Deus (como já temos explicado várias vezes em muitos estudos) é tirar a Igreja da terra, deixando Israel para ser provado durante o reinado do Anticristo. Em outras palavras: A Igreja vai e Israel fica. Portanto, Enoque (= simbolizando a Igreja) foi arrebatado e Noé (= simbolizando Israel) ficou para trás.

Mas assim como Noé foi preservado DENTRO do Dilúvio, e os três amigos de Daniel foram preservados DENTRO do fogo, o povo de Israel será preservado por Deus DENTRO do período de Tribulação. O simbolismo bíblico é perfeito. A profecia é perfeita. Mas quem é o homem que Deus usou como BOMBA-RELÓGIO?
Vamos ler Gênesis 5.21-24:

“ENOQUE VIVEU SESSENTA E CINCO ANOS, E GEROU A MATUSALÉM.
ANDOU ENOQUE COM DEUS, DEPOIS QUE GEROU A MATUSALÉM, TREZENTOS ANOS; E GEROU FILHOS E FILHAS.
TODOS OS DIAS DE ENOQUE FORAM TREZENTOS E SESSENTA E CINCO ANOS;
ENOQUE ANDOU COM DEUS; E NÃO APARECEU MAIS, PORQUANTO DEUS O TOMOU.”

Algo interessante aconteceu na vida de Enoque quando ele completou 65 anos, pois está escrito que, aos 65 anos gerou um filho, Matusalém, e quando isto aconteceu, PASSOU A ANDAR COM DEUS. Por quê? Ao que parece, o nascimento desse filho trouxe uma mudança drástica na vida de Enoque. Parece que uma revelação especial de Deus transformou sua vida. Que revelação? Algo tão forte e impressionante que fez com que Enoque deixasse isso registrado no nome do próprio filho. O nome Matusalém (ou Metuselá) significa: “QUANDO ESTE MORRER ISTO VIRÁ”. Isto o que? Se observarmos que Matusalém foi o homem que mais viveu na Bíblia (969 anos), e se observarmos que exatamente no ano em que ele morreu aconteceu o Dilúvio, tudo fica claro. Repito: no ano em que Matusalém morreu, veio o Dilúvio sobre a terra. Isto é tão certo que a Bíblia faz questão de revelar a data exata em que começou o Dilúvio: no dia 17 do segundo mês do ano 600 da vida de Noé. E quando calculamos a vida de Matusalém usando os dados disponíveis em Gênesis 5, temos somente uma conclusão matemática: MATUSALÉM COMPLETOU 969 ANOS NO MESMO ANO EM QUE NOÉ FEZ 600 ANOS! Não seria de duvidar que o funeral de Matusalém tenha sido no mesmo dia em que o Dilúvio começou. Ou uma semana antes, pois os rabinos ensinam que Noé e sua família entraram na Arca 7 dias antes do Dilúvio para cumprir o luto por Matusalém. Somente começou chover depois de 7 dias. O fato é que a Humanidade ante-diluviana ainda teve 7 dias para que se arrependesse. Mas somente Noé e seus 7 familiares escaparam. Será que Matusalém não tinha muitos filhos? Será que ele não tinha uma família grande? Certamente, porém o lastimável é que somente 8 pessoas entraram na arca.

Muitas pessoas até ajudaram Noé na construção da arca. Alguns contribuíram financeiramente, outros até achavam interessante as pregações de Noé. Mas não fizeram o essencial: ENTRAR NA ARCA! Não é muito parecido com a situação atual?

Atualmente há milhares de pessoas que gostam das pregações evangélicas, apreciam os hinos, freqüentam as Igrejas, contribuem moral ou financeiramente, afirmam até que os evangélicos estão certos... MAS NÃO FAZEM O QUE REALMENTE IMPORTA: CONVERTER-SE AO SENHORIO DE JESUS CRISTO!

Voltando a Matusalém...

Portanto, certamente Deus revelou a Enoque (muitos anos antes de Noé) que traria um forte juízo contra o mundo, e disse que seu filho viveria muito (mostrando que Deus daria muito tempo de oportunidade para que a humanidade antediluviana se arrependesse), e que quando esse filho morresse aconteceria o julgamento divino. Matusalém foi uma espécie de Bomba Relógio Humana. Certamente que, quando as pessoas perguntavam o que o nome do seu filho queria dizer, Enoque aproveitava a oportunidade para anunciar o breve juízo de Deus. Posso até imaginar que um clima de terror tomava de conta das pessoas sempre que Matusalém adoecia ou corria perigo de vida. Posso imaginar o cuidado que as pessoas (que conheciam a profecia) tinham com o menino Matusalém. NÃO DEIXEM O MENINO MORRER, SENÃO O MUNDO SE ACABA! Matusalém cresceu e foi envelhecendo, enquanto as pessoas ficavam mais ansiosas e apavoradas. Antes que Matusalém completasse 900 anos, Deus se manifestou a Noé, e este começou a anunciar que em breve aconteceria uma grande tempestade, passando então a construir a arca. Assim, quando estava tudo pronto, Matusalém morreu. E então veio o Dilúvio. Deus faz cada coisa estranha!

Mas muito anos antes disso (cerca de 69 anos antes) tinha acontecido um fenômeno inédito.

“PELA FÉ ENOQUE FOI TRASLADADO PARA NÃO VER A MORTE; E NÃO FOI ACHADO, PORQUE DEUS O TRASLADARA; POIS ANTES DA SUA TRASLADAÇÃO ALCANÇOU TESTEMUNHO DE QUE AGRADARA A DEUS.”
(Hebreus 11.5).

Incrivelmente Enoque desapareceu sem deixar vestígio. Foi mais uma prova para aquela geração ímpia de que algo sobrenatural iria abalar o mundo em breve. A Bíblia diz que Enoque profetizou sobre o julgamento final:

“PARA ESTES TAMBÉM PROFETIZOU ENOQUE, O SÉTIMO DEPOIS DE ADÃO, DIZENDO: EIS QUE VIRÁ O SENHOR COM OS SEUS MILHARES DE SANTOS, PARA EXECUTAR JUÍZO SOBRE TODOS E CONVENCER A TODOS OS ÍMPIOS DE TODAS AS OBRAS DE IMPIEDADE, QUE IMPIAMENTE COMETERAM, E DE TODAS AS DURAS PALAVRAS QUE ÍMPIOS PECADORES CONTRA ELE PROFERIRAM.” (Judas 14,15).

O Dilúvio foi apenas uma amostra antecipada do juízo vindouro. Não foi à toa que Jesus disse, falando de sua Segunda Vinda:

“POIS COMO FOI NOS DIAS DE NOÉ, ASSIM SERÁ TAMBÉM A VINDA DO FILHO DO HOMEM.” (Mateus 24.36).

Será que atualmente existe algum Matusalém por aí?